Vila Nova 0 x 1 Coritiba - Mesmo o Tigre com novo técnico, o Coxa assumiu a liderança!

O Coxa assumiu a liderança graças a um gol de falta, do atacante Marcos Aurélio.

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 30 (AFI) - Na estreia do técnico Roberto Cavalo, no comando do Vila Nova, o time acabou derrotado por 1 a 0 para o Coritiba, na noite desta sexta-feira, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 11ª rodada do Campeonato B. O Coxa assumiu a liderança graças a um gol de falta, do atacante Marcos Aurélio.

Com esse resultado o Vila Nova, fica com seus quatro pontos, permanecendo na última colocação do campeonato. Já o Coritiba assumiu a liderança, somando agora 24 pontos na competição.

Movimentado
As duas equipes fizeram um primeiro tempo muito movimentado. Precisando vencer para sair da zona de rebaixamento, logo no início do jogo, o Vila Nova partiu para cima do Coritiba. Aos oito minutos, perdeu uma grande chance. Depois do cruzamento da direita do lateral Dedê, o atacante Roni desviou de cabeça no canto direito, mas o goleiro Edson Bastos fez grande defesa.

O Coritiba respondeu, aos 18 minutos. Depois de falta cruzada para área, do meia Rafinha, o zagueiro Pereira subiu mais que a zaga do Vila, e cabeceou forte para o gol, obrigando o goleiro Max se esticar todo para fazer a defesa, para evitar a abertura do placar.

O Coxa continuou no ataque, e ais 21 minutos, perdeu mais uma chace. O lateral-esquerdo Denis cobrou falta pela direita, o goleiro Max afastou de soco, e a bola sobrou para o volante Marcos Paulo, que bateu forte, mas a bola passou por cima do gol do time da casa.

No lance seguinte, aos 22 minutos, o Vila Nova chegou com muito perigo. O meia David receu bom passe do atacante Roni, e da entrada da área bateu forte no canto, mas o goleiro Edson Bastos, bem colocado fez a defesa com tranquilidade.

O Tigre teve outra oportunidade, aos 33 minutos. Depois de bola alçada na área, o zagueiro Pablo ajeitou de cabeça para o meia Matheus, que pegou de primeira a bola foi rasteira, mas o goleiro Edson Bastos caiu para fazer a defesa e espalmar para escanteio.

A última chance do primeiro tempo aconteceu, aos 38 minutos, e foi para o Coxa. O atacante Enrico desceu pela esquerda, e cruzou bola rasteira para a área. A bola passou por todo mundo e sobrou para Dudu que bateu desequilibrado, passando perto da trave esquerda do goleiro Max.

Só deu Coxa
No começo do segundo tempo, o Coritiba voltou melhor, e teve três chances seguidas de abrir o placar antes dos 20 minutos. A primeira aconteceu, aos seis minutos. O meia Dudu arriscou um belo chute de fora da área, a bola desviou na zaga e explodiu na trave esquerda e saiu pela linha de fundo.

No lance seguinte, aos sete minutos, denovo o meia Dudu arriscou outro belo chute de fora da área, a bola desviou no zagueiro Pablor, e sobrou para Enrico, que bateu para o gol, o goleiro Max saltou no canto esquerdo, e com as pontas dos dedos mandou para escanteio.

Aos 18 minutos, depois do cruzamento da esquerda do meia Dudu, o atacante Betinho antecipou a zaga e de carrinho acabou desviando a bola, mas o goleiro Max pulou bem no canto direito e defendeu a bola sem dar rebote.

Não valeu
Aos 21 minutos, o meia Dudu cruzou da direita, a bola passou por Betinho e Marcos Paulo completou para o gol. Porém, o árbitro anulou o gol alegando impedimento de Betinho.

O Vila Nova teve sua primeira chance de gol no segundo tempo só, aos 28 minutos. O meia Davi Ceará que havia acabado de entrar na partida, arriscou um bom chute de fora da área, a bola passou raspando o travessão assustando o goleiro Edson Bastos.

Festa do Coxa
Aos 36 minutos, o Coritiba abriu o placar. O atacante Marcos Aurélio que entrou na segunda etapa, cobrou falta da entrada da área, a bola passou sobre a barreira e entrou no ângulo direito do goleiro Max, que só olhou a bola entrar.

No último lance da partida, aos 46 minutos, o Coxa quase marcou o segundo. O lateral-direito Fabinho Capixaba partiu em contra-ataque, invadiu a área pela direita e chutou forte para o gol. O goleiro Max saltou no ângulo esquerdo e espalmou a bola para escanteio. O jogo terminou mesmo no 1 a 0 para o Coritiba.

Próximos jogos
Na 12ª rodada, o Vila Nova, vai até Taguatinga-DF, enfrentar o Brasiliense, no sábado dia sete, às 16h10. Já o Coritiba fará o clássico paranaense contra o Paraná, na próxima sexta-feira, às 21 horas.

FICHA TÉCNICA

Vila Nova-GO 0 x 1 Coritiba-PR

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia-GO
Árbitro: Felipe Gomes da Silva-RJ
Auxiliares: Luiz Muniz de Oliveira e Francisco Pereira de Sousa
Público: 3.608 pagantes
Renda: R$ 29.614,00
Cartões amarelos: Juninho, Mimica, Rodrigo Theissen e Sassá (Vila Nova); Ângelo, Edson Bastos, Leandro Donizete, Pereira e Sandro (Coritiba)
Gol: Marcos Aurélio, aos 36’/2T (Coritiba)

Vila Nova
Max; Dedê, Mimica, Pablo e Jorge Henrique (Bruno Lopes); Erick, Rodrigo Theissen (Sassá), Juninho, David e Matheus (Davi Ceará); Roni.
Técnico: Roberto Cavalo

Coritiba
Edson Bastos; Ângelo (Fabinho Capixaba), Jeci, Pereira e Dênis Neves; Marcos Paulo, Leandro Donizete, Dudu (Sandro) e Rafinha; Enrico (Marcos Aurélio) e Betinho.
Técnico: Ney Franco