Série B: Times do Sudeste dão vexame na média de renda líquida

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) – São Paulo é o maior Estado do Brasil e o mais rico. Mas na Série B do Campeonato Brasileiro, seus representantes passam vergonha e acumulam déficit nestas sete primeiras rodadas.

Confira também:
TODAS as médias de renda líquida da Série B!

Dos nove clubes que estão no vermelho na média de renda líquida, sete são da Região Sudeste. O Santo André é o pior exemplo de todos esses. Vice-campeão Paulista, o clube do ABC ainda não se achou na Série B e já deve R$ - 45.858,99, o que nos dá uma média de R$ - 15.286,33.

As médias de Duque de Caxias e São Caetano também ultrapassam os dez mil. O clube fluminense deve por jogo R$ - 12.187,95. Já o São Caetano chega a acumular déficit de R$ - 10.957,81.

Bragantino (R$ - 9.182,57), Ipatinga (R$ - 4.425,42), Ponte Preta (R$ - 3.961,37) e Guaratinguetá (R$ - 414,89) são os outros clubes que acumulam dívidas. Brasiliense e Coritiba também não empolgaram seus torcedores e estão no vermelho.

Veja mais...
Piores times da Segundona também fazem feio nas arquibancadas