Figueirense 1 x 2 Náutico - Timbu sofreu, mas venceu!

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 25 (AFI) – O Náutico que empatou na última rodada com o Bragantino, visitou nesta terça-feira o Figueirense pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e saiu com a vitória por 2 a 1 com um jogador a menos.Mais pressão
Depois de descer para o intervalo perdendo por 2 a 1, o time do Figueira voltou pressionando mais para o segundo tempo, aproveitando o fato de estar com um jogador a mais.

Começo de confusão
Aos dez minutos da segunda etapa o goleiro Gledson do Náutico acabou caindo e se machucando, a bola tava com o Timbu, que colocou a bola para fora. O goleiro foi substituído pelo goleiro reserva por Rodrigo Carvalho.

Depois do lance os jogadores do Náutico esperavam o Fair Play dos jogadores do Figueira, mas não aconteceu. Com isso os atletas do Timbu ficaram nervosos e foi para cima, mas não houve agressão.



Veja também:
Duque de Caxias 1 x 5 Paraná - Tricolor arrasa o lanterna!!


Com a vitória o Náutico assumiu a vice-liderança da Série B com dez pontos em quatro jogos, já o Figueira permanece com seis pontos na nona colocação.

Os três gols da partida saíram no primeiro tempo. O Figueirense começou perdendo e teve de correr atrás do prejuízo para empatar. No entanto, os visitantes conseguiram o gol de vantagem minutos antes do intervalo. Os gols do primeiro tempo foram marcados por Carlinhos Bala, em cobrança de penalidade, aos 23 minutos; Lucas, aos 32 e Bruno Meneghel, aos 44 minutos.

Indo para cima
O Náutico veio com uma formação com três atacantes e partiu para cima do Figueirense mesmo jogando fora de casa.

Aos cinco minutos Carlinhos Bala chutando de fora da área, dando trabalho para o goleiro Wilson do Figueirense.

Aos oito minutos o atacante Evando do Náutico perdeu mais uma chance, ao entrar na área e chutar no canto direito, raspando a trave.

Melhorou
Depois de um ótimo início do Náutico na partida, o Figueirense foi para cima sem tomar conhecimento, deixando muitos espaços para os contra-ataques do Timbu.

Aos 15 minutos, Marcelo Nicácio recebeu na entrada da área e bateu, obrigando o goleiro Gledson a praticar grande defesa.

Dois minutos mais tarde, o atacante Willian pegou a bola e partiu em direção ao gol do Náutico, mas na hora do chute bateu mascado, ficando fácil para a defesa do goleiro.

Vacilou
O Náutico aproveitou os espaços deixados pelo time do Figueirense e desceu rápido no contra-ataque com Élton, que entrou na área e foi derrubado por Lucas, o juiz marcou pênalti e deu amarelo para o lateral do Figueira.

Na cobrança do pênalti, aos 23 minutos, Carlinhos Bala cobrou, o goleiro Wilson pegou, mas o próprio atacante pegou e marcou o primeiro gol do Timbu na partida.

Pressão
Após sofrer o gol o Figueira partiu para cima, pressionando bastante o time do Náutico. Willian era o jogador mais agudo do time na partida.

Após tanta pressão o time da casa chegou ao gol de empate. Pressão do Figueira na grande área, o goleiro Gledson falha, a zaga bate cabeça e Lucas, aos 33 minutos enche o pé, batendo cruzado, para empatar o placar

Um a mais
Aos 40 minutos, o time do Figueira ficou com um a mais, o jogador Márcio Tinga do Náutico foi expulso, após levar o segundo cartão amarelo dele na partida, ele havia levado o primeiro cartão aos 27 minutos.

Deu Bobeira
Mesmo com um jogador a mais, o Figueirense não soube aproveitar. Quatro minutos após a expulsão o Náutico chegou ao seu segundo gol na partida, com o jogador Bruno Meneghel, após pegar o rebote do goleiro Wilson na cobrança de falta.

Encurralou
Último suspiro
No finalzinho da partida, aos 44 minutos, o Figueira deixou de empatar a partida, após chute de Éder que havia acabado de entrar.

Outra vez Éder. Depois do cruzamento do escanteio, o jogador deu uma bicicleta na trave, depois do lance o juiz acabou a partida.

Próximos jogos
Na quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Figueirense vai até Brasília encarar o Brasiliense, no próximo sábado, às 16h10. Enquanto isso, o Náutico recebe nos Aflitos, em Recife o América-RN, na sexta-feira, às 21 horas.

Ficha Técnica

Aos 24 minutos, o Figueira perdeu uma chance incrível, a bola tocou a trave após a cabeça do zagueiro João Paulo.
Cinco minutos mais tarde, o meia Fernandez driblou três e bateu de fora da área, obrigando o goleiro Rodrigo Carvalho espalmar para a escanteio.

Figueirense 1 x 2 Náutico

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC
Árbitro: Márcio Chagas da Silva-RS
Público: 5.889 pagantes
Renda: R$ 16.987
Cartões amarelos: Lucas e Roger Carvalho (Figueirense); Carlinhos Bala, César Prates, Márcio Tinga, Vinícius e Zé Carlos (Náutico)
Cartões vermelhos: Márcio Tinga
Gols: Carlinhos Bala, aos 23’/1T (Figueirense) Lucas, aos 32’/1T, Bruno Meneghel, aos 44’/1T (Figueirense)

Figueirense
Wilson; Lucas (Júnior Negão), João Filipe, Roger Carvalho, João Paulo (Éder); Ygor, Juninho, Maicon, Roberto Firmino; Marcelo Nicácio (Fernandes) e Willian
Técnico: Márcio Goiano

Náutico
Gledson (Rodrigo Carvalho); César Prates, Walter, Vinícius e Zé Carlos; Élton, Márcio Tinga e Carlinhos Bala; Bruno Meneghel, Evando (Nilson) e Geílson (Diego Bispo).
Técnico: Alexandre Gallo