Bragantino 1 x 1 São Caetano - Em noite de Gilvan, Braga empata

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 25 (AFI) – O Bragantino empatou com o São Caetano, por 1 a 1, na noite desta terça-feira, no estádio Nabi Abi Chedid em Bragança Paulista, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e perdeu a chance de chegar ao G4 da competição.

Leia mais:
Ipatinga 1 x 2 ASA-AL - Reforço brilha e ASA afunda o Tigre!

O resultado igual deixou o Braga, ainda invicto na oitava posição da competição, com seis pontos. Já o São Caetano foi a cinco, não conseguiu sua segunda vitória consecutiva e está em 11º.

Jogando em casa, o treinador do Bragantino Marcelo Veiga optou por começar a partida com apenas um atacante fixo, Alex Afonso, que era dúvida antes do jogo. Já o São Caetano também entrou com uma formação defensiva.

Que susto!
E foi o Azulão quem começou melhor a partida. Logo aos sete minutos, o time visitante acertou a trava. Everton Ribeiro cobrou falta com força e a bola carimbou o travessão do goleiro Gilvan, do Bragantino.

Como na partida contra o Náutico, o Braga começou desligado na partida, errava passes e não conseguia escapar da forte marcação do São Caetano no meio-campo. Porém, aos 14 minutos, o time da casa conseguiu seu primeiro lance de perigo. Depois da defesa do Azulão não conseguir afastar a falta cobrada por Danilo Bueno, o volante Emerson pegou o rebote e arriscou de primeira, exigindo boa defesa de Luiz.

Que defesa!
O Bragantino continuava a errar passes e encontrava dificuldades para fazer a ligação do meio-campo para o ataque. Por outro lado, o Azulão apostava nos contra ataques e nos chutes de fora da área. Tanto é que o volante Moradei, assustou Gilvan, em chute de longa distancia.

Aos 20 minutos, o goleiro Gilvan teve que fazer uma linda defesa para impedir que o adversário abrisse o placar. O meia Everton Ribeiro levantou a bola na área e Fernandes, desviou de cabeça, mas, bem colocado, o camisa 1 do Bragantino se esticou todo e colocou para escanteio.

Depois dos 25 minutos, a partida deu uma esfriada e as duas equipes passaram a tocar a bola apostando num erro do adversário para conseguir um espaço. Enquanto o Braga tentava chegar em jogadas pelas laterais, apostando nas bolas cruzadas para Alex Afonso, o São Caetano tentava chegar ao primeiro gol em chutes de fora da área.

Que chances!
No final do primeiro tempo, cada um dos times perdeu uma chance de abrir o placar. Primeiro, Eduardo recebeu lançamento, ganhou na corrida de André Astorga e tentou tocar de cobertura, mas a bola acabou indo para fora.

Um minuto depois foi à vez do Braga quase marcar. Rodriguinho recebeu na entrada da área, chutou forte, mas a bola acabou subindo um pouco demais e acabou indo por cima do gol de Luiz.

Mesma coisa
A segunda etapa começou com o mesmo aspecto da primeira. O São Caetano apostava no contra ataque e o Braga tentava tomar a iniciativa, mas esbarrava no número excessivo de erros de passes.

E, melhor na partida quem abriu o placar foi o Azulão. Aos quinze minutos, Everton Ribeiro lançou o atacante Eduardo, que dominou a bola, girou em cima do zagueiro André Astorga e tocou na saída do goleiro Gilvan para marcar o primeiro gol do jogo.

Empate heroico
Dois minutos depois do primeiro gol do Azulão, o Bragantino perdeu um jogador. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira viu uma cotovelada do volante Francis em Everton Ribeiro e expulsou o jogador.

Quando o Bragantino encontrava mais dificuldade na partida, a equipe conseguiu o empate. Em cobrança de escanteio, Danilo Bueno levantou para o atacante Alex Afonso subir livre e empatar a partida.

Bombardeio Azul
Depois de permitir o empate do adversário o São Caetano partiu para cima do adversário. Em sua estreia no comando do Azulão, Sergio Guedes colocou o time para cima, pondo em campo mais dois atacantes para tentar a vitória.

Foram pelo menos seis chances de ampliar o placar, mas em noite inspirada, Gilvan impediu que o time do ABC paulista saísse de Bragança Paulista com três pontos.

Próximos jogos
O Bragantino volta a campo na próxima sexta-feira, às 21 horas, contra o Portuguesa no estádio do Canindé. Já o São Caetano recebe a Ponte Preta, no sábado, às 16h10, também no estádio da Lusa.

Ficha técnica

Bragantino 1 x 1 São Caetano

Local: Estádio Nabi Abid Chedid, em Bragança Paulista
Público: 1.176 pagantes
Renda: R$ 6.675,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira-SP
Cartões amarelos: Danilo Bueno, André Astorga (Bragantino)
Cartão vermelho: Francis (Bragantino)
Gols: Alex Afonso, aos 22’/2T (Bragantino); Eduardo, aos 15’/2T (São Caetano)

Bragantino
Gilvan; André Astorga, Murilo Henrique e Everaldo; Bruno Peres (Anderson), Francis, Emerson, Danilo Bueno, Rodriguinho e Esquerdinha (Lucio Bala); Alex Afonso (Ronaldo)
Técnico: Marcelo Veiga.

São Caetano
Luiz; Artur, Marcelo Batatais, Anderson Marques e Bruno Recife (Hugo); Moradei, Augusto Recife (Roger), Fernandes, Everton Ribeiro e Kleber (Mazinho); Eduardo.
Técnico: Sérgio Guedes.