Portuguesa 2 x 1 ABC - De virada, Lusa volta ao G4 na raça!

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 03 (AFI) - A Portuguesa está de volta ao G4 após 19 jogos. Mas não foi fácil como se esperava. Após sofrer um gol nos primeiros minutos, a Lusa aproveitou suas poucas oportunidades e virou o jogo contra o ABC para 2 a 1. O duelo, válido pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, foi disputado no Canindé, onde a rubro-verde não jogava há 70 dias.
Héverton, após jogada de Zé Carlos, e Bruno Rodrigo, escorando cruzamento de Marco Antônio, marcaram os gols da vitória. Com o resultado, a Portuguesa subiu para 57 pontos e assumiu o quarto lugar, desbancando o Atlético-GO, que tem 56. Foi a segunda vitória consecutiva do time paulista, que havia batido o Guarani na última rodada.
Por outro lado, o resultado diminuiu, e muito, as esperanças do ABC de escapar do rebaixamento. O time potiguar permanece em último na tabela, com somente 32 pontos, e está a seis do Bahia, primeira equipe fora da zona. Faltam quatro rodadas, ou 12 pontos, para o fim da Série B.
Bobeada!
O primeiro tempo foi uma verdadeira avalanche de ataques da Portuguesa. Em sua volta ao Canindé, a Lusa se viu obrigada a atacar para entrar no G4. No entanto, não soube travar as jogadas do ABC, que também chegou com perigo a frente sempre que pôde.
Mas um lance em especial poderia ter mudado da partida. Aos três minutos, Zé Carlos girou sobre o zagueiro e lançou Héverton. O meia bateu cruzado. A bola passou por baixo do corpo de Tiago Cardoso e ia entrar mansamente, mas Fellype Gabriel, em posição irregular, completou o lance. O auxiliar marcou o impedimento e impediu a abertura do placar.
O castigo pela afobação veio a seguir. Aos 11 minutos, o ABC abriu o placar. Zé Eduardo tentou um passe em direção à área, mas errou. No rebote, arriscou chute no canto direito. A bola saiu fraca e mascada, mas enganou Muriel, que saltou, mas não evitou o gol abcedista.
A Lusa, então, viu que era hora de atacar e passou a criar chances a rodo. Aos 14, Bruno Rodrigo desviou cobrança de escanteio no primeiro pau. Fellype Gabriel, na pequena área, tentou completar de cabeça, mas jogou por cima do travessão. Logo em seguida, Marco Antônio cobrou falta na cabeça de Bruno Rodrigo, que cabeceou em cima de Tiago Cardoso.
Depois de tanto insistir, a Portuguesa achou seu gol aos 18 minutos. Zé Carlos recebeu pela esquerda e, com um lindo toque, achou Héverton livre dentro da pequena área. O meia tocou de primeira e venceu o goleiro, empatando a partida. Mas esta foi a última chance do primeiro tempo. O time da casa seguiu errando muito e viu sua atuação ser prejudicada.
Bola parada + raça = vitória
A segunda etapa começou com menos emoção. Sem mudanças no time, o ABC pareceu satisfeito com o resultado obtido no primeiro tempo e pouco atacou. Do outro lado, a Portuguesa estava nervosa e pecou demais nos passes errados. Isso impediu que a finalização fosse precisa.
Sem jogadas por baixo, a Lusa decidiu apostar na bola alta para ver se dava certo. E deu. Aos 16 minutos, uma jogada mortal decidiu a partida. Marco Antônio cobrou escanteio pelo lado direito e encontrou Bruno Rodrigo. O zagueiro concluiu no canto direito, no contrapé de Tiago Cardoso.
O gol trouxe a tranqüilidade à Lusa, que ainda perdeu boa chance de matar a partida em seguida. Marco Aurélio recebeu pelo lado esquerdo, invadiu a área e chutou cruzado. A bola passou por todos os zagueiros e atacantes, mas ninguém alcançou.
A emoção tomou conta do jogo a partir dos 40 minutos. Em lance casual, o zagueiro Thiago Gomes (único da defesa da Lusa que não tinha cartão) foi expulso pelo carioca Pablo dos Santos Alves, após reclamação. Os jogadores da Lusa rodearam o árbitro, que não voltou atrás. Com um a menos, o time se defendeu como pôde para garantir a vitória.
Próximos Jogos
Os dois times voltam a jogar pela Série B do Brasileiro na próxima terça-feira, pela abertura da 35ª rodada. O ABC enfrenta o Duque de Caxias, em Xerém, enquanto a Portuguesa visita o Juventude, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.
Ficha Técnica
Portuguesa 2 x 1 ABC
Local: Estádio do Canindé, em São Paulo-SP
Árbitro: Pablo dos Santos Alves-RJ
Público: 3.427 pagantes
Renda: R$ 49.765,00
Cartões Amarelos: Acleisson, Bruno Rodrigo, Domingos, Henrique e Muriel (Portuguesa); Rafael Pedro, Ricardinho, Sandro, Gaúcho e Gabriel (ABC)
Cartão Vermelho: Thiago Gomes (Portuguesa)
Gols: Héverton aos 18’/1T e Bruno Rodrigo aos 16’/2T (Portuguesa); Zé Eduardo aos 11’/1T (ABC)
Portuguesa
Muriel; Bruno Rodrigo, Domingos e Thiago Gomes; Fernandinho, Acleisson, Marco Antônio, Héverton (Henrique) e Marco Aurélio (Fabrício); Fellype Gabriel e Zé Carlos (Christian).
Técnico: Vágner Benazzi.
ABC
Tiago Cardoso; Bosco, Gaúcho, Rafael Pedro e Bruno Barros; Alexandre Oliveira (João Paulo), Marquinhos, Sandro e Zé Eduardo (Gabriel); Ricardinho e Júnior Negão (Selmir).
Técnico: Didi Duarte.