Bahia 2 x 2 Fortaleza - Ainda ameaçados pelo rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 6 (AFI) – Na briga contra o rebaixamento, Bahia e Fortaleza empataram, por 2 a 2, nesta sexta-feira à noite, no Por alguns momentos, o Bahia perdeu o controle emocional. Mas aos 21 minutos, o zagueiro Everaldo, do Fortaleza, foi expulso após cometer falta sobre Ananias. Aos 23 minutos, Marcone acertou, de novo, o travessão.

Aos 25 minutos, de cabeça, Vinícius mandou a bola na trave. A pressão foi recompensada aos 29 minutos, quando Juliano tabelou com Jael, entrou na área e bateu cruzado sem chances para o goleiro Douglas. Tudo igual em Pituaçu.
Estádio Pituaçu, em Salvador, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado não agradou mais de 32 mil torcedores baianos (foto), mas deixou o tricolor com 39 pontos, em 16.º lugar. O Fortaleza, com 34 pontos, ocupa a 18.ª posição, ainda dentro da zona de rebaixamento.

Os dois no ataque
Ameaçados pelo rebaixamento, os dois times entraram em campo determinados a buscar a vitória. E até o visitante usou uma formação ofensiva, com dois meias, Rogerinho e Élton, armando as jogadas para os finalizadores Luiz Carlos e Marcelo Nicácio. O Bahia utilizou o ortodoxo esquema 4-4-2, mas com dois atacantes enfiados: Jael e Nadson.

O Bahia assustou com Alex Maranhão acertando a o travessão numa cobrança de falta. O Fortaleza reagiu com o gol, aos oito minutos. Luiz Carlos recebeu passe em diagonal e tocou entre as pernas do goleiro Marcelo, calando a enorme torcida tricolor. Aos 13 minutos, em outra falta, Jael acertou, de novo, o travessão. Parecia uma noite de azar dos baianos.

Empate na cabeça
Mas o empate saiu aos 25 minutos. Alex Maranhão levantou do lado esquerdo e Nadson tocou de cabeça, de cima para baixo. Do outro lado, apareceu Jael, para também de cabeça, mandar a bola para as redes. Festa em Pituaçu. Depois disso, o jogo continuou aberto, com o Bahia pressionando e com o Fortaleza levando perigo nos contragolpes.

O segundo tempo começou movimentado. E o Fortaleza, de novo, ficou na frente, aos oito minutos, quando Marcelo Nicácio foi lançado em velocidade dentro da área e soltou a bomba no alto.

Fora de controle?

Bahia
Marcelo; Marcos, Vinícius, Menezes e Alex Maranhão; Marcone, Hernani (Hélton Luiz), Léo Medeiros (Juliano) e Ananias; Nadson (Beto) e Jael.
Técnico: Paulo Bonamigo.

Fortaleza
Douglas; Dedé, Gilmak, Everaldo e Marcos Tamandaré (Kiko); Ticão (Rocha), Coutinho, Rogerinho e Élton; Marcelo Nicácio (Júlio) e Luiz Carlos.
Técnico: Roberto Fernandes. Depois disso, o Bahia pressionou atrás do gol da vitória, sempre apoiado por sua torcida. Enquanto isso, o Fortaleza, com um a menos, tratou de se defender e segurar o empate, bom pelas circunstâncias. Tanto que aos 42 minutos, Luiz Carlos perdeu a cabeça e foi expulso ao chutar sem bola o lateral Marcos, que lhe deu um drible desconsertante. Fortaleza temrinou o jogo com nove jogadores.

Próximos Jogos
A 35.ª rodada será toda realizada na próxima terça-feira à noite. A partir das 21h50, o Bahia recebe o Vila Nova, de novo, em Pituaçu, enquanto o Fortaleza, no Castelão, vai medir forças com a Ponte Preta, que abriu esta rodada com vitória sobre o Brasiliense, por 2 a 0.

Ficha Técnica

Bahia 2 x 2 Fortaleza


Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Renda: R$ 331.800,00
Público: 31.146 pagantes. (3.157 total)
Árbitro: Heber Roberto Lopes-PR (Fifa)
Cartões amarelos: Dedé, Everaldo e Coutinho (Fortaleza). Vinícius e Léo Medeiros (Bahia).
Cartões vermelhos: Everaldo e Luiz Carlos (Fortaleza)
Gols: Luiz Carlos, aos 8, e Jael, aos 25 minutos do primeiro tempo. Marcelo Nicácio, aos 8 e Juliano, aos 29 minutos do segundo tempo.