Vila Nova 1 x 2 Bragantino - Vitória para afastar fantasma

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 6 (AFI) - O Bragantino mostrou personalidade para suportar a pressão do Vila Nova e venceu o time goiano por 2 a 1, nesta terça-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 29ª rodada do ampeonato Brasileiro da Série B. Os gols do jogo foram marcados pelo zagueiro Flávio, contra, e por João Paulo, para o time paulista, enquanto Ray fez o de honra dos goianos.

A vitória afasta o Bragantino das últimas colocações, levando o clube para os 40 pontos, em oitavo lugar, na chamada zona do marasmo. O Vila Nova, por outro lado, segue com 36 pontos, na 12ª posição e ainda ameaçado pelo rebaixamento.

Quem não faz...
O Vila Nova teve amplo domínio no primeiro tempo, mas pecou nas finalizações. Aos 11 minutos o Tigre criou a primeira chance de tirar o zero do placar. Alex Dias cruzou da ponta esquerda, Nena se adiantou ao goleiro e se esticou todo, mas a bolou passa raspando a trave direita de Gilvan. No minuto seguinte, Ricardinho arriscou da entrada da área e a bola passou tirando tinta da trave direita.

O time paulista marcava bem a saída de bola do Vila, mas não conseguia chegar com perigo ao gol de Juninho. Ricardinho voltou a ameçar Gilvan aos 23, quando bateu de primeira da entrada da área, obrigando o goleiro do Bragantino a espalmar para a linha de fundo.

O goleiro do Braga começava a se destacar, e fez outra bela defesa aos 35 minutos. Nena passou bola de calcanhar para Alex Dias na grande área. O veterano ficou de para o goleiro e chutou nas pernas de Gilvan, perdendo outra grande cance de inaugurar o marcador.

Mas de tanto perder gols, o Vila Nova foi castigado aos 37 minutos. Numa das poucas chegadas do Bragantino, o meia Sérgio Manoel cobrou escanteio, a bola desviou nas costas do zagueiro Flávio e morreu no fundo das redes do time da casa.

Só da Vila!
Na frente do placar, o Bragantino voltou para o segundo tempo disposto a segurar a vantagem, enquanto o Tigre seguia dominando o jogo e perdendo gols. Aos 17, Dida cobrou escanteio, Edson Borges desviou de cabeça no segundo pau e Willian cabeceou de peixinho, para defesa de Gilvan.

Com a defesa bem postada, o Braga segurava o placar e chegava em perigosos contra-ataques, num deles chegou a mandar no travessão num chute de Beto, que acabara de entrar. Aos poucos o Vila foi perdendo o ímpeto ofensivo e o Bragantino matou o jogo aos 36 minutos. O atacante Beto arrancou pela direita e cruzou para João Paulo só empurrar para o gol.

Nos acréscimos, Ray soltou uma bomba em cobrança de falta e descontou para o time goiano, aos 48 minutos, mas não havia mais tempo para uma reação.

Próximos jogos
Pela 30ª rodada, o Vila Nova volta a campo na próxima terça-feira, quando enfrenta o Vasco, às 21 horas, no Rio de Janeiro. O Bragantino, por sua vez, volta a campo no sábado da próxima semana, dia 17, contra o Bahia, às 16h10, em Bragança Paulista.

Ficha Técnica

Vila Nova 1 x 2 Bragantino

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia-GO
Público: 2.367 pagantes
Renda: R$ 30.430,00
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá-RJ
Cartões amarelos: Willian, Claudinho Baiano e Edson Borges (Vila Nova); Danilo Bueno, Léo Jaime e Da Silva (Bragantino)
Gols: Flávio, aos 37'/1T (contra) e João Paulo, aos 36'/2T (Bragantino); Ray, aos 48'/2T (Vila Nova)

Vila Nova
Juninho; Edson Borges, Leonardo (Willian) e Flávio; Dida, Claudinho Baiano, Otacílio Ricardinho (Washington) e Zé Rodolpho; Alex Dias (Ray) e Nena.
Técnico: Zé Roberto.

Bragantino
Gilvan; Marcelo Godri, Carlinhos e Da Silva; Diego Macedo, Paulinho, Rodrigo Costa (João Paulo), Danilo Bueno e Sérgio Manoel; Léo Jaime (Juninho) e Frontini (Beto).
Técnico: Marcelo Veiga.

 
 
" />