Ponte Preta 2 x 1 Bragantino - A segunda nas mãos de "Vandeco"

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) – A Ponte Preta venceu o Bragantino, por 2 a 1, de virada, nesta terça-feira à noite, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Esta foi a segunda vitória seguida do time campineiro sob o comando do técnico interino Wanderley Paiva, que deixa a Ponte com 46 pontos, provisoriamente, em sétimo lugar. O covarde Bragantino continua com 43 pontos, em nono lugar.
Pressão inicial
Ainda sonhando com o acesso, a Ponte começou melhor, buscando o gol que só não saiu por causa das boas defesas do goleiro Gilvan. Aos quatro minutos, Evando recebeu na grande área e bateu rapidamente para a rebatida do goleiro. Aos sete minutos, Vicente desceu em diagonal e chutou forte, com Gilvan mandando para escanteio.

Mas no seu primeiro ataque, o Bragantino abriu o placar. João Paulo cruzou, a bola desviou em Jean e sobrou para o desvio de Frontini, aos 21 minutos. Lance curioso é que o zagueiro Dezinho, da Ponte Preta, após bater a cabeça, sofreu um sangramento e deixou o campo por cinco vezes, ora para enfaixar a cabeça, ora para trocar a camisa - que não pode ficar ensaguentada.

O gol tirou a tranqüilidade dos pontepretanos, que só empataram aos 48 minutos. Dede cruzou, a bola desviou na defesa e sobrou para o chute de esquerda, de primeira, de Evando. A bola entrou no lado esquerdo de Gilvan. Na comemoração no alambrado, o atacante recebeu o cartão amarelo.

Mais pressão
No segundo tempo, a Ponte Preta voltou, de novo, no ataque. Tinha o domínio em campo e aprovietava bem o fato da exagerada disposição do Bragantino de apenas se defender.

De tanto insistir a Ponte Preta, com méritos, virou o placar aos 23 minutos, num belo chute de Vicente. Ele soltou a bomba na quina da grande área. A bola ganhou efeito e entrou no ângulo de Gilvan. Aos 33 minutos, após bela tabela, a bola ficou nos pés de Fabiano Gadelha, que se assustou com a saída de Gilvan. Uma grande chance perdida.

O Bragantino, programado para se defender, não conseguiu reagir. O retranqueiro técnico Marcelo Veiga ainda tentou colcoar seu time no ataque para aprovietar a fragilidade da defesa pontepretana. Mas só no desespero, o Bragantino não chegou ao empate. No primeiro turno, em Bragança Paulista, houve empate por 1 a 1.

Próximos Jogos
Na sexta-feira à noite, o Bragantino abre a 32.ª rodada, no Estádio Nabi Chedid, contra o Fortaleza, ameaçado pelo rebaixamento. A Ponte Preta vai até Florianópolis, no sábado, onde enfrentará o Figueirense, que briga pelo acesso.

Ficha Técnica

Ponte Preta 2 x 1 Bragantino

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas-SP
Árbitro: Cléber Wellington Abade-SP
Público: 2.111 pagantes
Renda: R$ 14.019,00
Cartões amarelos: Paulinho, João Paulo, Adãozinho e Carlinhos (Bragantino). Evando (Ponte Preta)
Ponte Preta Gols: Evando, aos 48'/1T e Vicente, aos 23'/2T (Ponte Preta); Frontini, aos 21'/1T (Bragantino)


Gilson; Dede, Jean, Dezinho e Vicente; Deda, Danilo Portugal, Tinga (André) e Fabiano Gadelha; Evando (Willian) e Finazzi (Lins).
Técnico: Wanderley Paiva.

Bragantino
Gilvan; Kadu, Carlinhos e Robson; Diego Macedo, Adãozinho (Danilo Bueno), Paulinho, Lúcio e João Paulo (Rodrigo Costa); Léo Jaime e Frontini (Beto).
Técnico: Marcelo Veiga.