Juventude 0 x 1 Bahia - Degola é passado... Até quando?

por Agência Futebol Interior

Caxias do Sul, RS, 27 (AFI) – O Bahia voltou a vencer fora de casa depois de seis jogos e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. Em jogo bastante disputado, o time baiano surpreendeu o Juventude, por 1 a 0, na noite desta terça-feira, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, na abertura da 33.ª rodada.O Tricolor vinha de uma sequência de um empate e cinco derrotas como visitante e chegou apenas à terceira vitória longe de

Salvador. O bom resultado deixou o time na 16.ª colocação, com 38 pontos. Dois a mais que o América-RN, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento.

O revés em casa encerra uma série de duas vitórias consecutivas e mantém o clube alviverde ameaçado pela queda. Os gaúchos ocupam apenas a 13.ª posição, com 40 pontos.

Ferrolho baiano funciona
conseguiu evitar uma pressão inicial do Juventude. Por conta disso, a partida seguiu pelos primeiros minutos sem chances claras A partida foi marcada por uma forte marcação. O Bahia entrou em campo com um esquema bem defensivo, armado no 3-6-1, e de gol.A primeira chegada de perigo foi da equipe gaúcha, aos 15 minutos. O lateral-direito Bruno fez tabela com o atacante Marcos

Denner, recebeu passe na grande área e tocou na saída do goleiro Marcelo. Para sorte dos torcedores baianos, a bola saiu tirando tinta do travessão.

Embora tivessem mais posse de bola, os donos da casa encontravam muitas dificuldades para achar um espaço no ferrolho montado pelo técnico Paulo Bonamigo. Aos 22, Bruno fez outra boa jogada pela direita e cruzou. A zaga cortou parcialmente e volante Lauro encheu o pé para outra defesa do goleiro.Nos últimos 15 minutos, o Tricolor cresceu em campo, principalmente porque passou a ficar mais tempo com a bola no pé. O time

explorou bastante o lado esquerdo, com o ala Alex Maranhão, mas não conseguiu acertar no último passe. Dessa forma, o jogo foi para o intervalo sem gols.

Vitória suada
Na segunda etapa, o Juventude voltou um pouco sonolento e acabou pagando caro por isso, aos quatro minutos. Em uma jogada de alta velocidade, Alex Maranhão disparou pelo lado esquerdo e cruzou para a área. Sem marcação, o atacante Jael chegou de trás e emendou de primeira no canto esquerdo do goleiro Juninho.

O gol inesperado obrigou o técnico Ivo Wortmann a abrir sua equipe. Para isso, ele sacou Jorge Fellipe e Tiago Renz para as entradas de Ivo e Gustavo. Após as modificações, o jogo ficou aberto. Com a vantagem, os visitantes armaram uma arapuca, na tentativa de matar o jogo nos contragolpes.Aos 16, o Tricolor quase ampliou. Alex Maranhão cobrou falta da esquerda e o meia Hernani desviou de peito. A bola saiu rente a

trave direita. No lance seguinte, veio a resposta. Após contra-ataque, Marcos Denner recebeu sozinho, de frente para o gol, mas conseguiu cabecear pela linha de fundo.

Conforme o final do jogo foi chegando, a pressão alviverde aumentou. A defesa tricolor, contudo, continuou bastante sólida e cedeu poucos espaços. Nas poucas oportunidades em que a bola passou, Marcelo garantiu a vitória. Aos 38, Bruno finalizou da entrada da área e exigiu grande defesa do goleiro.Maracanã. Enquanto isso, o Bahia joga contra o Fortaleza, um dia antes, às 21 horas, no Estádio Pituaçu, em Salvador.



Próximos Jogos
Agora, o Juventude volta a campo somente no próximo dia 7 de novembro (sábado), às 16h10, quando enfrenta o Vasco, no Ficha Técnica

Juventude 0 x 1 Bahia

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RSJuventude
Juninho; Bruno, Douglas, Nenê e Jorge Fellipe (Ivo); Walker, Tiago Renz (Gustavo), Lauro e Léo Dias (Zé Carlos); Mendes e Marcos
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo-SC
Cartões Amarelos: Ivo (Juventude); Marcos, Leandro, Hernani, Marcone, Bruno Silva e Juliano (Bahia)
Gols: Jael aos 4'/2T (Bahia)

Denner.Bahia
Marcelo; Nen, Menezes (Bruno Silva) e Marcone; Marcos, Leandro, Hernani, Ananias, Paulo Isidoro (Juliano) e Alex Maranhão
Técnico: Ivo Wortmann.

(Roberto); Jael.
Técnico: Paulo Bonamigo.