Ceará 1 x 0 Duque de Caxias - Série A cada vez mais perto!

por Agência Futebol Interior

sexta-feira, em Fortaleza, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O gol da vitória foi marcado por Geraldo e deixou o Vozão ainda Fortaleza, CE, 23 (AFI) - Mesmo sem repetir o bom futebol das últimas partidas em casa, o Ceará venceu o Duque de Caxias, por 1 a 0, nesta mais próximo do acesso à Série A.

Confira o noticiário completo da Série B!

Com a vitória, o Ceará segue em terceiro lugar, agora com 59 pontos, mesma pontuação do vice-líder Guarani, que tem uma vitória a mais. O Duque de Caxias, por sua vez, se mantém na 12ª colocação, com 40 pontos.

O resultado comprova o excelente desempenho do Ceará no estádio Castelão. O clube possui o segundo melhor aproveitamento como mandante, tendo conquistado 12 vitórias, três empates e duas derrotas, desempenho inferior somente ao do Atlético-GO em Goiânia.

Sempre ele!contra-ataques. O Vozão sentiu dificuldades para furar a retranca no começo no jogo, mas superior tecnicamente, não demorou para criar
Como já era esperado, o Ceará começou o jogo partindo para cima do Duque de Caxias, que se fechava na defesa e tentava surpreender nos oportunidades de gol. E logo aos 12 minutos tirou o zero do placar. Preto cruzou da direita e Geraldo aparecereu livre dentro da área para cabecear para o fundo das redes. O gol foi o 13° do meia na competição, o principal destaque do alvinegro.

Na frente do placar, o Ceará não diminuiu o ritmo e seguiu pressionando e perdendo gols. Aos 15, Misael recebeu passe em profundidade na área e passou pelo goleiro Vinicius, mas perdeu o equilíbrio e chutou para fora. Dois minutos depois, o mesmo Misael quase ampliou. O atacante invadiu a área pela direita, cortou para o meio, e bateu em cima da zaga.

O time cearense era soberano na partida, enquanto o Duque de Caxias só chegava em esporádicos contra-ataques. O clube fluminense só veio ameaçar aos 24 minutos, quando Edivaldo recebeu e chutou rasteiro, para boa defesa de Lopes. Após os 30 minutos, o Ceará diminuiu o ritmo e o Tricolor da Baixada passou a equilibrar a posse de bola, embora não chegasse com muito perigo.

O Vovô voltou a criar uma boa chance aos 40 minutos e a torcida chegou a gritar gol. O lateral Boiadeiro tabelou na área, pela direita, e chutou rasteiro, na rede pelo lado de fora, à esquerda de Vinícius.

Visitantes voltam ofensivos
o esquema tático do 3-5-2 para o 4-4-2. A mudança surtiu efeito e o time fluminense começou a etpa final pressionando o Ceará. Aos seis minutos, o No segundo tempo, o Duque de Caxias retornou disposto a conseguir o empate, com o meia Leandro Cruz no lugar do zagueiro Pessanha, mudando volante Careca desviou a bola com o braço e foi expulso, deixando o time da casa com um a menos em campo.

Com isso, o Duque cresceu e quase empatou aos sete minutos. Leandro Teixeira pegou sobra na entrada da área, pela esquerda, e, de primeira, acertou um belo chute cruzado que passou rente à trave. Mas ao se mandar ao ataque o time fluminense dava espaços aos contra-ataques do Vozão, que por pouco não marcou o segundo aos 18 minutos. Misael desceu pela esquerda e cruzou para a área. Preto desviou fraco e a zaga salvou.

Recuado, o Ceará não conseguia prender a bola e era sufocado pelo Duque, que abusava do preciosismo na hora de finalizar ao gol de Lopes, sempre querendo dar um toque a mais. Depois dos 30 minutos, o time alvinegro voltou a ter o domínio do jogo e a criar boas chances para marcar, mas o jogo ficou mesmo no 1 a 0.

Próximos jogoso Duque de Caxias joga contra outro time do G4, o Atlético-GO, no mesmo horário, em casa.
Os dois times voltam a campo na próxima sexta-feira, pela 33ª rodada da Série B. O Ceará enfrenta o Ipatinga, às 21 horas, no Vale do Aço, enquanto

Ficha Técnica

Ceará 1 x 0 Duque de Caxias

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza – CE

Público: 16.150 pagantes
Renda: R$ 134.254,50 Árbitro: Alicio Pena Junior - MG
Cartões amarelos: Erivélton, Careca, Misael (Ceará); Roberto Lopes, Jaílson, Oziel, Edivaldo e Leandro Cruz (Duque de Caxias)
Cartão vermelho: Careca (Ceará)
Gol: Geraldo, aos 12'/1T (Ceará)

Ceará
Lopes; Boiadeiro, Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal (Jorge Henrique); Michel, Careca, Heleno e Geraldo (Reinaldo); Misael e Preto (Luisinho).
Técnico: Paulo César Gusmão.

Duque de Caxias
Rodrigues); Edivaldo e Tony.
Técnico: Gilson Kleina.Vinícius; Pessanha (Leandro Cruz), Jaílson e Gustavo; Oziel, Roberto Lopes, Leandro Teixeira, Leandro Chaves (Cleyton) e Marquinho (Paulo