Bragantino 0 x 0 Vasco - Dilúvio atrasa jogo, mas não tira o zero

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 03 (AFI) – Em jogo marcado paralisado por 67 minutos, graças às fortes chuvas que caíram em Bragança Paulista, Bragantino e Vasco empataram sem gols no Nabi Abi Chedid, neste sábado, pela 28ª rodada da Série B. O resultado não foi o bastante para alterar as posições dos dois.
Os vascaínos seguem na liderança do torneio, com 56 pontos e três de vantagem para o Guarani, o vice-líder. Enquanto isso, o Bragantino é apenas o 11º colocado, com 37 pontos, mais perto da zona de rebaixamento do que do grupo de acesso.
Chama São Pedro!
O duelo dos alvinegros teve tudo de mais interessante nos primeiros 75 minutos. Mas nem tudo isso foi em campo. Após oito minutos de muita marcação e problemas de toque de bola, a partida foi paralisada graças às fortes chuvas de granizo que caíram no Nabi Abi Chedid.
Os jogadores de Vasco e Bragantino foram para o vestiário, assim como o trio de arbitragem. Minutos depois, o árbitro capixaba Wallace Nascimento voltou para inspecionar o campo e quase vetou a realização da partida, por causa das inúmeras poças de água.
No entanto, os funcionários do Bragantino entraram em ação e tiraram todo o excesso de água do gramado. Após esperar por 30 minutos, o juiz entrou em contato com a diretoria da CBF e, respaldado, confirmou a continuação da partida.
Pouco futebol!
Até pelo tempo em que ficaram parados, os jogadores protagonizaram um primeiro tempo bastante abaixo das expectativas. O Vasco foi prejudicado por ter um ataque muito leve, com Carlos Alberto e Robinho, enquanto o Bragantino não soube sair da marcação carioca.
Na única chance de gol criada pelos dois times, aos 41 minutos, Robinho perdeu a oportunidade de colocar os vascaínos em vantagem. O atacante limpou a marcação e chutou forte de dentro da área. Gilvan estava bem colocado e fez a defesa, evitando o gol.
Tentativa em vão!
O Vasco voltou com uma alteração. Percebendo os problemas do seu ataque, Dorival Júnior pôs o grandalhão Aloísio na vaga do lateral Fagner, machucado. A alteração deixou os cariocas com o domínio total da partida. Aos dois minutos, Aloísio lançou Robinho dentro da área, mas o atacante chutou pela linha de fundo.
A partida ficou mais tranqüila aos nove minutos, quando Robson entrou de maneira violenta em Fumagalli e foi expulso corretamente. Com um a menos, Marcelo Veiga substituiu Sérgio Manoel por Marcelo Godri e abdicou do ataque.
O domínio da partida, então, foi inteiramente do Vasco. No entanto, a equipe carioca sequer criou oportunidades perigosas para marcar. Nos contra-ataques, o Bragantino foi eficiente. Paulinho quase marcou em chute na entrada da área, mas parou em grande defesa de Fernando Prass.
Próximos Jogos
Os dois clubes voltam a jogar pela Série B do Brasileiro na semana que vem. Na terça-feira, o Bragantino enfrenta o Vila Nova, no Serra Dourada, em Goiânia, às 21 horas. Já o Vasco visita a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas, às 16h10.
Ficha Técnica
Bragantino 0 x 0 Vasco
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista – SP
Árbitro: Wallace Nascimento Valente – ES
Público: 1.963 pagantes
Renda: R$ 35.115,00
Cartões Amarelos: Adãozinho, Kadu e Da Silva (Bragantino); Ramon e Nilton (Vasco)
Cartão Vermelho: Robson (Bragantino)
Bragantino
Gilvan; Kadu, Da Silva e Robson; Diego Macedo, Danilo Bueno, Adãozinho, Paulinho e Sérgio Manoel (Marcelo Godri); Léo Jaime e Frontini (Beto).
Técnico: Marcelo Veiga.
Vasco
Fernando Prass; Fagner (Aloísio), Vilson, Gian e Ramon; Mateus (Adriano), Nilton, Allan e Fumagalli; Carlos Alberto e Robinho.
Técnico: Dorival Júnior.