Bahia 3 x 0 Campinense - Vitória após quase dois meses!

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 20 (AFI) – O Bahia voltar a dar alegria a sua torcida após quase dois meses de jejum sem vitórias. Na noite desta terça-feira, o Tricolor venceu o Campinense, por 1 a 0, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, pela 31ª rodada. A última vitória do Bahia tinha sido diante do São Caetano, por 2 a 1, no longínquo dia 29 de agosto, pela 21ª rodada. Neste período foram sete derrotas e dois empates.

Mesmo assim, o time baiano segue ameaçado pelo rebaixamento, já que aparece com 35 pontos, na 16ª colocação, fora da zona de rebaixamento. O Campinense segue caminhado rumo à Série C de 2010. Com 30 pontos, o time paraibano é o lanterna, a cinco pontos do primeiro time fora da degola, justamente o Bahia.

Qual motivo de tanta falta de qualidade?
Os times entraram em campo precisando da vitória, mas o que se viu foi muita falta de qualidade de ambos os lados. O Bahia até que tentou logo no começo e levou perigo ao de Fabiano. No primeiro minuto, Ananias ficou com o rebote e chutou por cima do gol do Campinense. O Tricolor seguiu tentando e aos oito teve outra chance. Após cobrança de escanteio, Nen tocou de cabeça e a zaga afastou quase em cima da linha.

Depois de lances de perigo, foi a vez do Campinense mostrar que também queria a qualquer custo deixar à degola. Aos 12, após levantamento para dentro da área, Fábio Santana chutou de voleio e a bola passou muito perto do gol de Marcelo. Dois minutos depois, nova oportunidade do Bahia. Alex Maranhão cobrou falta e mandou na cabeça de Jael. O atacante meteu a cabeça na bola e mandou pela linha de fundo.

Após a pressão inicial, os times tiveram queda de produtividade e o jogo ficou muito feio. O Bahia errava muitos passes fáceis e não conseguia evoluir nas jogadas, principalmente no meio-campo. Pelo lado do Campinense, os passes até que estavam corretos, mas faltou dinamismo para chegar com possibilidade de chegar com chance de gol na meta de Marcelo.

No final da etapa inicial, o Campinense ainda deu um susto daqueles no torcedor baiano. Edmundo recebeu bom toque e chuto. O goleiro tocou na bola e mandou na trave antes da chegada da zaga do Bahia para afastar o perigo. Assim, o primeiro tempo não teve gols.

Assim ficou mais fácil!
Logo no começo do segundo tempo, o Bahia teve três lances cruciais que fizeram a diferença dentro da partida. Aos quatro minutos de jogo, o volante Henrique deixou o Campinense com um a menos ao receber o segundo amarelo. Com um a mais, o Bahia foi a frente e chegou ao primeiro gol aos oito. O zagueiro Nino agarrou Marcone dentro da área. Pênalti. Nadson abriu o placar ao cobrar no lado direito e o goleiro Fabiano cair do lado esquerdo.

Com um a menos, o técnico Freitas Nascimento resolveu reorganizar o Campinense dentro de campo. O treinador colocou o volante Charles na vaga de Nino, mas com menos de um minuto em campo, o jogador do time visitante fez falta dura e também foi expulso de campo. Quando o Bahia poderia ter isso a frente e definido o jogo, foi o Campinense quem estava melhor e deu trabalho ao goleiro Marcelo.

Mas faltando 11 minutos para o final do tempo regulamentar, o Bahia chegou ao segundo gol e definiu a vitória. Aos 34, após bela troca de passes entre Bebeto e Nadson, a bola ficou com Ananias mandar para o gol. Estava fácil e o terceiro gol não demorou para acontecer. Aos 41, após cruzamento do lado direito, o meia Paulo Isidoro apareceu para completar o placar. Após isso, o time da casa passou a tocar mais a bola e esperar o tempo passar para comemorar um passo importante contra a degola.

Próximos Jogos!
Bahia e Campinense retornam a campo no próximo sábado, às 16h10, pela 32ª rodada. O Tricolor encara o Vasco da Gama, em São Januário, no Rio de Janeiro, e não terá o zagueiro Nen, que recebeu o terceiro amarelo. Já o Campinense recebe o Vila Nova, no Estádio Amigão, em Campina Grande, e não terá os volantes Henrique e Charles, que foram expulsos.

Ficha Técnica

Bahia 3 x 0 Campinense

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador-BA
Árbitro: Wagner Reway-MT
Público: 9.424 pagantes
Renda: R$ 99.190,00
Cartões Amarelos: Ananias, Nen, Alex Maranhão e Bruno Silva (Bahia); Leandro Camilo, Nino (Campinense)
Cartões Vermelhos: Henrique e Charles (Campinense)
Gols: Nadson aos 8’/2T, Ananias aos 34’/2T e Paulo Isidoro aos 41’/2T (Bahia)

Bahia
Marcelo; Menezes, Nen e Marcone; Bebeto, Bruno Silva, Ananias, Juninho (Roberto) e Alex Maranhão (Paulo Isidoro); Nadson e Jael (Beto).
Técnico: Paulo Bonamigo.

Campinense
Fabiano; Fábio Santana, Leandro Camilo, Nino (Charles) e Marquinhos; Cleber, Henrique, Daniel (Neto Maranhão), Rodrigo Broa (Márcio Baiano) e Washington; Edmundo.
Técnico: Freitas Nascimento.