ABC 2 x 3 Vasco - Veteranos fazem o Vasco enxergar a Série A

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 20 (AFI) - Com gols de seus jogadores mais rodados (o zagueiro Fernando e os meias Carlos Alberto e Fumagalli), o Vasco venceu o ABC por 3 a 2, no Frasqueirão, em Natal, e se aproximou ainda mais do acesso no Campeonato Brasileiro da Série B. A partida foi disputada pela 31ª rodada da competição.
Com o resultado, o time carioca chegou à marca de 63 pontos e abriu quatro de vantagem para o Guarani, o vice-líder, que perdeu para o Paraná em Curitiba. O Vasco também é o melhor visitante da Série B, com 30 pontos em 16 jogos. Já o ABC permanece com 31 pontos e caiu para a penúltima posição.
Jogo aberto e bom de ver!
Os times, por precisarem da vitória para conquistar seus objetivos, fizeram um jogo bastante aberto e com várias oportunidades de gol. Quem começou melhor foi o Vasco, beneficiado pelo bom estado do gramado. O toque de bola carioca fluiu bem na primeira etapa.
Apesar de ser um time mais técnico, que gosta da posse de bola, o Vasco abriu o placar em uma jogada aérea. Aos oito minutos, Paulo Sérgio cobrou escanteio, Titi desviou de cabeça na primeira trave e Fernando chegou por trás, mandando para as redes de Tiago Cardoso.
O Vasco quase ampliou aos 12 minutos, em jogada errada de Audálio. O zagueiro tentou desarmar Carlos Alberto, mas foi salvo por Tiago Cardoso. Em resposta, o ABC empatou aos 16. Amaral cometeu pênalti em Ricardinho; Gaúcho partiu para a cobrança, marcou, mas o árbitro mandou voltar. Na segunda tentativa, o zagueiro colocou no ângulo direito de Fernando Prass.
A partir daí, o ABC teve chance para virar. Aos 22 minutos, Bruno Barros avançou pela esquerda e arriscou chute cruzado, que passou à esquerda de Prass. O Vasco, que passou a errar alguns passes, só voltou ao jogo aos 28 minutos.
Elton recebeu passe de lateral e foi derrubado por Audálio. Wilson Luiz Seneme não titubeou e marcou o pênalti. O meia Carlos Alberto partiu para a cobrança e bateu no canto esquerdo, virando o marcador. A última chance foi do ABC, aos 32 minutos. Júnior Negão girou sobre o zagueiro, mas finalizou na trave esquerda.
Gol-relâmpago não adianta!
O segundo tempo começou muito quente. Logo na saída de bola, Bruno Barros roubou a pelota dos atacantes vascaínos e lançou Júnior Negão. O atacante se livrou da marcação, passou por Fernando Prass e empatou a partida. Tudo em 12 segundos. Incrível!
O jogo, porém, trouxe para a etapa final um defeito não mostrado nos primeiros 45 minutos: a violência. O Vasco recebeu três cartões amarelos seguidos, enquanto o ABC insistiu em parar Carlos Alberto com faltas. Em uma delas, aos 14 minutos, os cariocas aproveitaram. Fumagalli cobrou no canto esquerdo, por cima da barreira, e marcou o terceiro do Vasco.
As cobranças de falta foram bem utilizadas pelos jogadores de Dorival Júnior. Quatro minutos depois do gol, Paulo Sérgio quase ampliou a vitória do Vasco. O lateral cobrou falta no ângulo direito, mas Tiago Cardoso espalmou para longe. Para aproveitar melhor as bolas paradas, Dorival colocou Aloísio na vaga de Elton.
O ABC também decidiu mudar. Bosco deu lugar a Zé Eduardo, enquanto Tucho entrou no lugar de Bruno Barros. Flávio Lopes apostou na qualidade de passe e em jogadas pelo meio, para surpreender o Vasco. O sistema defensivo, porém, se postou bem e evitou os ataques dos mandantes na base das faltas. Os mandantes tiveram grande chance aos 38 minutos. Ricardinho ajeitou para Selmir finalizar. O atacante se enrolou com a bola e perdeu. No rebote, Zé Eduardo tentou, mas a defesa vascaína jogou a bola para longe.
Nos minutos finais, Fernando e Mateus receberam cartões amarelos e quase prejudicaram o Vasco. O ABC jogou sua última chance pela linha de fundo aos 41 minutos. Gaúcho cobrou falta dentro da meia lua, mas chutou forte e longe do gol, à esquerda de Fernando Prass.
Próximos Jogos
Os dois times voltam a jogar pelo Brasileiro da Série B no próximo sábado, às 16h10. Depois de pegar o Vasco, o ABC encara o Guarani, no Brinco de Ouro, em Campinas, e pode jogar chope na festa do Bugre. Já o Vasco enfrenta o Bahia, no Maracanã, no Rio de Janeiro, em jogo que promete ser sucesso de público.
Ficha Técnica
ABC 2 x 3 Vasco
Local: Estádio Frasqueirão, em Natal-RN
Árbitro: Wilson Luiz Seneme-SP
Público: 11.317 pagantes
Renda: R$ 162.060,00
Cartões Amarelos: Augusto Recife, Audálio, Gaúcho, Ricardinho e Alexandre Oliveira (ABC); Amaral, Titi, Paulo Sérgio, Mateus e Fernando (Vasco)
Gols: Gaúcho, de pênalti, aos 16’/1T e Júnior Negão aos 12’’/2T (ABC); Fernando aos 8’/1T, Carlos Alberto, de pênalti, aos 29’/1T e Fumagalli, de falta, aos 14’/2T (Vasco)
ABC
Tiago Cardoso; Gaúcho, Audálio e Rafael Pedro; Bosco (Zé Eduardo), Augusto Recife, Alexandre Oliveira, Sandro e Bruno Barros (Tucho); Ricardinho e Júnior Negão (Selmir).
Técnico: Flávio Lopes.
Vasco
Fernando Prass; Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ernani; Amaral, Nilton, Allan (Mateus) e Fumagalli; Carlos Alberto (Adriano) e Elton (Aloísio).
Técnico: Dorival Júnior.