ABC 1 x 1 Paraná - Goleiro Zé Carlos deixou ABC na lanterna

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 31 (AFI) – O ABC interrompeu a série de cinco derrotas consecutivas, mas apenas empatou com o Paraná, por 1 a 1, no Estádio Frasqueirão, em Natal, neste sábado à noite, no fechamento da 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O resultado acabou sendo injusto, porque o ABC teve as melhroes chances e o goleiro Zé Carlos, segurou tudo pelos lados do Paraná. O empate deixou o time potiguar na lanterna, com 32 pontos, e bem perto da Série C. O Paraná, em franca recuperação, já aparece em nono lugar, com 46 pontos. Não perde há cinco jogos e o técnico Roberto Cavalo é apontado como responsável pela boa fase, depois de substiuir o limitado Sérgio Soares.

Rádio Globo dá show
A Rádio FI (Rádio Futebol Interior) transmitiu este jogo em cadeia com a Rádio Globo de Natal - O Futebol Show. A narração foi de Marcos Lopes, "o locutor quen levanta a galera", com comentários de Pedro Neto, reportagens de Ricardo Silva e Chico Ignácio. A análise de arbitragem ficou a cargo de César Virgílio e o plantão esportivo sob o comando do experiente Santos Neto.

Na escolha do melhor e do pior, o "Dono da Bola - O Craque do Jogo" ficou mesmo com o goleiro Zé Carlos, do Paraná. O pior em campo, o "Mortinho do Jogo" foi João Paulo, volante do Paraná, expulso ao final do primeiro tempo.

Estreia e pressão
Na estreia do técnico Didi Duarte, que ocupou a vaga de Flávio Lopes, o time do ABC mostrou muita disposição. ele trocou o 3-6-1 pelo ortodoxo esquema 4-4-2. E alguns jogadores sobressaíram pela movimentação em campo, como o habilidoso atacante Junior Negão, o seu companheiro de ataque Ricardinho e o meia Zé Eduardo. O Paraná, armado no esquema 3-6-1, só esperava pela chance no contragolpe.

O ABC, com justiça, abriu o placar aos 26 minutos. Depois que Ricardinho dividiu a bola com dois defensores dentro da área, a bola sobrou para o toque de bico, com a perna direita, do zagueiro Rafael Pedro. Mas a festa não durou mais do que dez minutos, porque o empate saiu aos 36 minutos. Davi cobrou a falta em direção ao gol e o atacante Marcelo Toscano apareceu para desviar de cabeça, mesmo de costas para o gol.

Aos 46 minutos, porém, João Paulo cometeu falta por trás sobre Zé Eduardo e acabou expulso, porque antes tinha recebido o cartão amarelo. Com um a menos, o Paraná voltou mais recuado no segundo tempo, e com Raí no lugar do volante Adoniran, que já tinha o cartão amarelo.

Mais pressão
Precisando da vitória, o ABC se atirou ao ataque e criou inúmeras chances para desempatar. Mas o goleiro Zé Carlos se transformou no melhor jogador em campo, fazendo grandes defesas e mostrando muita segurança.

Aos 31 minutos, Augusto Recife, do ABC, cometeu nova falta sobre Davi e acabou expulso deixando os dois times com 10 jogadores cada. O time paranista respirou aliviado e tratou de segurar o resultado. Voltar para Curitiba com um ponto acabou sendo bom negócio.

Próximos Jogos
O ABC já abre a 34.ª rodada, teça-feira, diante da Portuguesa, em São Paulo. A Lusa goleou o Guarani, por 3 a 0, neste sábado, em Campinas. O Paraná volta a campo no próximo sábado, dia 7, em casa, onde vai receber o Duque de Caxias, que sexta-feira, surpreendeu ao golear o Atlético-GO, por 5 a 1, em Volta Redonda.

Ficha Técnica

ABC 1 x 1 Paraná


Local: Estádio Frasqueirão, em Natal-RN
Renda: R$ 41.980,00
Público: 6.068 pagantes

Árbitro: Rogério Lima da Rocha-SE
Cartões amarelos: Adoniran, João Paulo, Rafinha, Raí e Zé Carlos (Paraná). Alexandre Oliveira e Augusto Recife (ABC).
Cartões vermelhos: João Paulo (Paraná) e Augusto Recife (ABC).
Gols: Rafael Pedro, aos 26'/1T (ABC). Marcelo Toscano, cabeça, aos 36'/1T (Paraná)
ABC
Tiago Cardoso; Bosco, Gaúcho, Rafael Pedro e Bruno Barros; Alexandre Oliveira (João Paulo), Augusto Recife, Sandro e Zé Eduardo (Selmir); Ricardinho e Júnior Negão.
Técnico: Didi Duarte.

Paraná
Zé Carlos; Elton, Leandro e Montoya; Murilo, Adoniran (Rai), João Paulo, Davi (Adriano), Rafinha e Fabinho; Marcelo Toscano.
Técnico: Roberto Cavalo.