São Caetano 0 x 0 Ceará - Vozão comemora em noite das defesas

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 25 (AFI) - Duas das melhores defesas da Série B, São Caetano e Ceará comprovaram a força de suas retaguardas ao empatarem sem gols nesta sexta-feira, no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pela continuação da 26ª rodada. O resultado foi melhor para os cearenses.
Com 44 pontos, o alvinegro manteve a quarta posição e segue mais próximo da elite do Campeonato Brasileiro. Ao contrário, o São Caetano é o quinto colocado, com 41 pontos, e perdeu a chance de entrar de vez no G4.
Só deu Azulão!
A disputa pelo G4 deixou os times nervosos em campo. Basta ver os erros de passe e finalização. Fora de casa, o Ceará sequer chutou ao gol de Luiz, graças aos inúmeros erros de passe. Já o São Caetano, mais presente no campo ofensivo, cansou de perder oportunidades.
A primeira boa chance de gol surgiu aos 16 minutos. O ex-corintiano Eduardo Ramos avançou pelo lado esquerdo, invadiu a área e chutou cruzado. No entanto, Lopes se antecipou ao chute e fez a defesa, salvando o Ceará.
O camisa 10 voltou a criar no São Caetano aos 29 minutos. Em repetição do lance anterior, Ramos tabelou com Xuxa e saiu de frente para o gol de Lopes. O chute saiu fraco e à esquerda do gol. O camisa 1 dos cearenses sequer se mexeu, enquanto os atacantes do Azulão chegaram atrasados, na melhor chance do primeiro tempo.
O Ceará abdicou do ataque, o que fez o São Caetano pressionar ainda mais no final. Aos 33, Roger fez fila na entrada da área, invadiu, mas chutou em cima Lopes. Nos minutos finais, Xuxa teve grande oportunidade de cabeça, mas finalizou em cima do goleiro, que fez a defesa no canto esquerdo.
Frio demais!
Após ser dominado no primeiro tempo, o Ceará foi quem começou assustando na etapa final. Logo a um minuto, Geraldo fez boa jogada pela esquerda e rolou para trás, em direção a Mota. O artilheiro bateu forte no ângulo direito, mas parou na defesa de Luiz.
O que parecia um início quente, virou um segundo tempo frio. Acuados, os dois times pouco atacaram e criaram na etapa final. O São Caetano, mais pressionado pela posição na tabela, tentou de todos os jeitos assustar o adversário, mas sequer conseguiu levar perigo.
Antonio Carlos fez de tudo no time. Tirou Washington e pôs Hugo. Sacou Nego e colocou outro atacante, Wendell. Até o argentino Damián Luna foi chamado para intervir, mas não teve jeito. O Ceará foi quem estabeleceu o ritmo de jogo, sempre nos passos de Geraldo.
Tranqüilo com o resultado, o Vozão preferiu garantir o empate conquistado fora do que se arriscar e sofrer um gol no final. O São Caetano tentou vencer o bom sistema defensivo, mas não teve sucesso.
Próximos Jogos
As duas equipes voltam a jogar pela Série B na próxima terça-feira. Novamente em casa, o São Caetano enfrenta o Guarani, no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, às 21 horas. Já o Ceará visita o Campinense, no Amigão, em Campina Grande, às 19h30.
Ficha Técnica
São Caetano 0 x 0 Ceará
Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul–SP
Árbitro: Luis Antônio Silva dos Santos-RJ
Público: 2.327 pagantes
Renda: R$ 16.771,00
Cartões Amarelos: Roger (São Caetano); Fábio Vidal (Ceará)
São Caetano
Luiz; Nego (Wendell), Douglas, Marcelo Batatais e Bruno Recife; Diogo Orlando, Jairo, Roger e Eduardo Ramos (Damián Luna); Xuxa e Washington (Hugo).
Técnico: Antônio Carlos.
Ceará
Lopes; Boiadeiro, Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal; Michel (Careca), João Marcos, Heleno e Geraldo; Wellington Amorim (Misael) e Mota (Rômulo).
Técnico: Paulo César Gusmão.