Duque de Caxias 0 x 1 Vasco da Gama - Acesso cada vez mais perto

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 26 (AFI) - O acesso do Vasco no Campeonato Brasileiro da Série B é questão de tempo. Neste sábado, o clube cruzmaltino venceu o Duque de Caxias, por 1 a 0, no Maracanã, pela 26ª rodada da competição, e disparou ainda mais na liderança da competição. Agora, o Gigante da Colina soma 55 pontos e caminha a passos largos para o acesso. O gol da vitória foi marcado pelo meia Carlos Alberto, no começo do segundo tempo.

Veja também:
Série B: Vasco, Guarani e Atlético-GO vencem clássicos estaduais

O time da Baixada Fluminense, por sua vez, é o 16º colocado, com 30 pontos, e pode entrar na zona de rebaixamento dependendo do resultado do jogo do América-RN contra o ABC, às 21 horas.

Vasco domina, mas se não chutar...
Empurrado pela torcida que mais uma vez compareceu em excelente número, o Vasco começou o jogo sufocando o Duque de Caxias, exercendo forte marcação, começando no campo de defesa do time da Baixada Fluminense. A primeira chegada com perigo foi aos quatro minutos, quando Robinho fez boa jogada pela direita e cruzou no segundo pau. Elton tentou pegar de primeira e a bola foi para fora.

O Vasco tinha domínio total da posse de bola, enquanto o Duque só chegava em esporádicos contra-ataques. Num deles, Mancuso cobrou falta na área e Toni cabeceou por cima do gol, aos seis minutos. Meelhor em campo, o time cruzmaltino quase abriu o placar aos 17 minutos. Paulo Sérgio fez o cruzamento pela direita e Carlos Alberto cabeceou com perigo, raspando a trave esquerda do time fluminense.

O goleiro Fernando Prass, que até então era um mero espectador, teve que trabalhar aos 25, fazendo grande defesa em chute de Leandro Chaves. O Vasco tinha grande domínio e tocava bem a bola, mas finalizava pouco contra o gol de Vinicius. Aos 33 minutos, Élton tocou para Robinho na área, o atacante ajeitou e chutou para boa defesa do goleiro do Duque de Caxias. Carlos Alberto pegou o rebote, mas bateu para fora.

Com o tempo passando e nada da Vasco fazer gol, a torcida começou a ficar impaciente. Com uma forte marcação e todo recuado, o Tricolor da Baixada segurou o zero a zero no primeiro tempo. "O time está com coragem e temos que continuar acreditando que o gol vai sair", declarou o meia Carlos Alberto aos microfones da Rádio Globo na saída para o intervalo.

Meia tinha razão!
As palavras de Carlos Alberto pareciam prever o que viria pela frente e o Vasco precisou de quatro minutos da etapa final para tirar o grito de gol da garganta do torcedor. Robinho fez boa jogada e tocou para Ramón, que bateu cruzado. O goleiro Vinicius rebateu e Carlos Alberto tocou para o fundo do gol.

Atrás no placar, o Duque de Caxias precisou sair para o jogo e quase empatou aos nove minutos. Leandro Chaves deixou Thiaguinho na cara do gol e o meia bateu com muito perigo ao gol de Fernando Prass. Após o gol vascaíno o panorama da partida se inverteu e o Gigante da Colina era quem jogava nos contra-ataques.

Aos 14 minutos, Carlos Alberto fez boa jogada e cruzou da esquerda. O lateral-esquerdo Marquinhos tentou cortar e jogou contra o próprio gol, obrigando o goleiro Vinícius a se esticar todo e fazer bela defesa. Depois, o Tricolor da Baixada dominou o jogo e poderia ter empatado, mas o Vasco se segurou e conquistou mais uma vitória.

Próximos jogos
Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, pela 27ª rodada das Série B. O Vasco joga contra o Figueirense, novamente no Maracanã, às 21 horas, enquanto o Duque de Caxias enfrenta o Bahia, em Salvador, às 21h50.

Ficha Técnica

Duque de Caxias 0 x 1 Vasco da Gama

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro – RJ
Árbitro: Pablo dos Santos Alves - RJPúblico: 27.622 presentes (25.554 pagantes)
Renda: R$ 361.391,00

Cartões amarelos: Gustavo, Santiago, Oziel, Leandro Chaves e Juninho (Duque de Caxias); Paulo Sérgio, Allan, Mateus e Fernando Prass (Vasco)
Gols: Carlos Alberto, aos 4'/2T (Vasco)

Duque de Caxias
Vinícius; Oziel, Gustavo, Santiago e Marquinho (Paulo Rodrigues); Mancuso, Leandro Teixeira (Juninho), Leandro Chaves e Thiaguinho; Gilcimar (Leandro Cruz) e Tony.
Técnico: Gilson Kleina.

Vasco da Gama
Fernando Prass; Paulo Sérgio (Fágner), Vilson, Gian e Ramon; Nilton, Mateus, Allan e Carlos Alberto; Robinho (Adriano) e Elton (Phillipe Coutinho).
Técnico: Dorival Junior.