Brasiliense 3 x 2 Portuguesa - Lusa tem noite de "Domingos"

por Agência Futebol Interior

Taguatinga, DF, 25 (AFI) - A Portuguesa teve uma noite de "Domingos" e perdeu uma grande oportunidade de encostar na zona de acesso do Campeonato Brasileiro da Série B. Após ficar duas vezes à frente no placar, a Lusa não resistiu ao Brasiliense e perdeu, por 3 a 2, de virada, na noite desta sexta-feira, na Boca do Jacaré, em Taguatinga. O duelo foi válido pela 26.ª rodada.Esta foi a segunda derrota seguida do time paulista, que continua na sétima colocação, com 38 pontos. Seis a menos que o quarto colocado, o Ceará. Por outro lado, o time do Distrito Federal venceu a segunda consecutiva e assumiu o oitavo lugar, com 37 pontos.


Pênalti mandrake e vitória merecida
Apesar de jogar fora de casa, a Portuguesa foi quem começou melhor a partida. Logo a um minuto, o meia Fellype Gabriel desperdiçou uma
Embora tenha dominado a maior parte do jogo, a Portuguesa não mostrou eficiência no último passe. Curiosamente na estreia do brucutu Domingos, a Lusa abusou das jogadas violentas, terminando com quase 40 faltas, sete cartões amarelos e um vermelho.

grande chance de abrir o placar. O jogador recebeu um lançamento nas costas da zaga e bateu por cobertura, sobre o goleiro Guto, mas a bola saiu caprichosamente raspando a trave esquerda.

Nos minutos seguintes, a Lusa continuou com o controle do jogo, embora não tenha criado muito. Até que aos 17, Fellype Gabriel foi noavamente lançado com liberdade, invadiu a área, fintou o lateral Júlio César e cavou um pênalti. O árbitro Renato Cardoso da Conceição caiu na dele e acabou assinalando a penalidade. Na cobrança, um minuto depois, Zé Carlos bateu firme no canto esquerdo, sem chances para o goleiro.Depois do gol, o jogo ficou muito truncado por alguns minutos. Percebendo a dificuldade de sua equipe em sair de trás, o técnico Reinaldo Gueldini

fez a primeira troca logo aos 30 minutos. Saiu o volante César Gaúcho para a entrada do meia Thiaguinho. A alteração não mudou o panorama do jogo, que seguiu equilibrado.

O empate do Jacaré saiu somente em uma jogada de bola parada, aos 38. O meia Iranildo cobrou falta na área, o goleiro Muriel saiu muito mal do gol e o zagueiro Moacri ficou com a sobra, para cabecear para o gol livre. A torcida, porém, teve pouco tempo para comemorar. Fellype Gabriel aproveitou uma bola espirrada no travessão e fez o segundo.Virada inesperada
Na segunda etapa, a Portuguesa voltou melhor e, assim como no início do primeiro, assumiu as rédeas da partida. O time paulista até chegou ao

ataque, por auma três oportunidades, mas não conseguiu concluir bem. Na primeira descida do Brasiliense, contudo, saiu o empate. Aos 12 minutos, o volante Flávio cobrou escanteio na área e o atacante Gustavo completou de carrinho.

O gol mudou o desenho do jogo. Mais ofensivo, o Jacaré saiu para o ataque e começou a pressionar a Lusa. Apesar disso, o time da casa chegou à virada somente em um pênalti mandrake, que o juiz deui mais para compensar o que foi dado aos paulistas. Thiaguinho caiu na área, o árbitro assinalou pênalti e ainda expulsou o volante Ygor. Após muita confusão, Júlio César balançou as redes, aos 36.No final, a Lusa adotou uma tática suicida e se lançou com tudo ao ataque. E o empate quase saiu, de novo, aos 47 minutos. O atacante Kempes cruzou rasteiro para a área, a bola passou entre dois jogadores lusitano e fica com a defesa do Brasiliense.



Próximps JogosPortuguesa joga contra o Bragantino, no mesmo dia e horário, no Estádio Papa João Paulo II, em Mogi Mirim.


Na próxima terça-feira, às 19h30, o Brasiliense volta a campo para enfrentar o Paraná, na Boca do Jacaré, em Taguatinga. Enquanto isso, a Ficha Técnica

Brasiliense 3 x 2 Portuguesa

Local: Estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga – DFBrasiliense
Guto; Julio Cesar, Padovani, Moacri e Edinho; César Gaúcho (Thiaguinho), Flávio, Juninho e Iranildo; Lúcio Flávio (Ricardinho) e Abuda (Gustavo).
Técnico: Reinaldo Gueldini.


Árbitro: Renato Cardoso da Conceição - MG
Cartões Amarelos: Júlio César, Flávio, Iranildo, Edinho e Thiaguinho (Brasiliense); César Prates, Fellype Gabriel, Anderson Paim, Bruno Rodrigo, Domingos, Ygor e Marco Antônio (Portuguesa)
Cartão Vermelho: Ygor (Portuguesa)
Gols: Moacri apos 38'/1T, Gustavo aos 12'/2T e Júlio César aos 36'/2T (Brasiliense); Zé Carlos aos 19'/1T e Fellype Gabriel aos 40'/1T (Portuguesa)

Portuguesa
Carlos (Héverton).
Técnico: Vagner Benazzi.Muriel; Bruno Rodrigo, Preto Costa e Domingos; César Prates, Ygor, Marco Antônio, Preto e Anderson Paim (Tatá); Fellype Gabriel (Kempes) e Zé