Bragantino 3 x 2 Juventude - Duas viradas, estreia e reabilitação

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 22 (AFI) - O Bragantino encerrou a série de três derrotas consecutivas ao bater o Juventude por 3 a 2, nesta terça-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela abertura da 26ª rodada da Série B. O jogo, morno no primeiro tempo, ganhou um tempero especial nos minutos finais.
A vitória deu esperança ao time do Bragantino, que chegou aos 36 pontos e subiu para o oitavo lugar na tabela de classificação, ainda longe do G4 (o Ceará é o quarto, com 43). Enquanto isso, o Juventude acumulou sua quarta partida sem vitória fora de casa e, com 31 pontos, fica perto da zona de rebaixamento.

Quem não faz, toma!Reclamação!
O time do Bragantino reclamou de uma possível irregularidade no segundo gol do Juventude. Autor do lançamento para Diego Rosa, Mendes estava no campo do Bragantino quando a bola saiu no meio-campo, o que tornaria o lance inválido.

O primeiro tempo entre Bragantino e Juventude não foi dos melhores em termos de qualidade de futebol. Os times demonstraram suas fragilidades, principalmente nos erros de passe e finalização. O Juventude criou mais, mas perdeu todas as oportunidades. Melhor para o time paulista, que marcou um gol em sua única chegada.
A estreia de Frontini foi a novidade do Bragantino. Ainda sem ritmo de jogo, o argentino não trouxe tanta qualidade aos chutes. Melhor para o Juventude, que criou as primeiras chances. Mendes tentou duas vezes, mas jogou ambas as chances para a linha de fundo.
Os gaúchos tiveram a melhor chance aos 30 minutos. Douglas aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou forte, para grande defesa de Gilvan. Dois minutos depois, Tiago Renz pegou sobra na entrada da área e forçou nova boa defesa de Gilvan.
Mendes ainda teve uma terceira oportunidade aos 36 minutos, quando chutou por cima do travessão. A bola passou perto do ângulo de Gilvan. Mas, depois de tanto desperdiçar as chances, o Juventude foi castigado. Aos 40 minutos, Diego Macedo arriscou chute de longe e surpreendeu Juninho, acertando o canto direito.
Pressão inútil!
Ao contrário da primeira etapa, Bragantino e Juventude se soltaram mais no segundo tempo. Tanto que, nos primeiros dez minutos, os dois chegaram com perigo. Os gaúchos aumentaram o poder ofensivo com a entrada do atacante Diego Rosa na vaga do volante Lauro.
O primeiro a arriscar foi o time gaúcho. Aos sete minutos, o mesmo Diego Rosa cabeceou livre, mas Gilvan defendeu no canto esquerdo. Como resposta, Frontini arriscou chute da entrada da área e forçou Juninho a grande defesa no canto direito. O Braga criou outra boa oportunidade aos 13 minutos, quando Juninho foi obrigado a realizar grande defesa. Diego Macedo invadiu a área e chutou forte, em cima do camisa 1.
Mesmo comandando as principais chances de ataque, o Bragantino decidiu esquecer os gols e controlar a vitória parcial. Por isso, Marcelo Veiga pôs os volantes Juninho e Mário em campo. No Juventude, Ivo Wortmann tentou melhorar o toque de bola com a entrada de Gustavo.
Virou festa!
A emoção que não teve em 60 minutos aconteceu em cinco. Em dois lances de sorte, o Juventude virou a partida. Aos 31, Mendes aproveitou grande confusão dentro da área e colocou a bola para dentro, de perna direita. No lance seguinte, Diego Rosa invadiu a área e foi derrubado por Gilvan. Na cobrança do pênalti, Mendes deu paradinha e chutou rasteiro, no canto direito do goleiro.

Mas o Bragantino não demorou a empatar o jogo. Aos 36 minutos, Frontini foi agarrado por Da Silva dentro da área. O árbitro, atento, assinalou um novo pênalti. O estreante foi para a cobrança de bateu no canto direito. Juninho resvalou na bola, mas não a defendeu.
A partida ainda não tinha terminado. Pressionado por sua torcida, o Bragantino tirou forças para virar a partida novamente. Aos 43 minutos, Juninho recebeu passe dentro da área e chutou na saída de Juninho, fechando o placar. Danilo Bueno ainda teve um gol anulado no fim, em cobrança de falta.
Próximos Jogos
Os dois times jogam novamente pela Série B na terça-feira, dia de rodada cheia. O Bragantino faz o "clássico paulista" contra a Portuguesa, provavelmente na Arena Barueri, às 19h30. Também fora de casa, o Juventude enfrenta o Vila Nova, no Serra Dourada, em duelo direto contra o rebaixamento.
Ficha Técnica
Bragantino 3 x 2 Juventude
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP
Renda: R$ 4.757,00Árbitro: Francisco Carlos Nascimento-AL
Público: 483 pagantes

Cartões Amarelos: Paulinho, Gilvan, Juninho e Mário (Bragantino); Leanderson, Da Silva, Douglas e Mendes (Juventude)
Cartão Vermelho: Da Silva (Juventude)
Gols: Diego Macedo aos 40’/1T, Frontini, de pênalti, aos 36’/2T e Juninho aos 43’/2T (Bragantino); Mendes aos 31’/2T e, de pênalti, aos 34’/2T (Juventude)
Bragantino
Gilvan; Kadu, Carlinhos e Robson; Tiago Almeida (Mário), Adãozinho (Danilo Bueno), Paulinho, Lúcio (Juninho) e Diego Macedo; Léo Jaime e Frontini.
Técnico: Marcelo Veiga.
Juventude
Juninho; Jackson, Douglas e Da Silva; Bruno, Leanderson (Gustavo), Lauro (Diego Rosa), Tiago Renz e Ivo; Léo Dias (Zezinho) e Mendes.
Técnico: Ivo Wortmann.