Atlético-GO 2 x 1 Vila Nova - Elite mais perto e tabu é mantido!

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 26 (AFI) – O Atlético-GO segue caminhando rumo ao acesso à elite de 2010. Na tarde deste sábado, o Dragão venceu o rival Vila Nova, por 2 a 1, no Estádio Serra Dourada, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O goleiro Márcio, em cobrança de falta no primeiro tempo, e o zagueiro Antônio Carlos, na etapa final, fizeram os gols do Atlético. Dida descontou para o Tigre.

Com mais uma vitória no clássico, o Dragão mantém o tabu de seis anos sem derrotas para o Vila Nova. Neste período, foram 12 jogos, sendo seis vitórias e seis empates. O último sucesso do Vila sobre o rival foi no longínquo ano de 2003, quando venceu, por 1 a 0, com gol de Joel. Agora, o Atlético diminuiu a vantagem na história, pois eles se enfrentaram 259 vezes, sendo 86 vitórias do Vila, 84 vitórias do Dragão, além de 89 empates.

Se na história o Vila Nova está em vantagem, na Série B a situação é bem diferente. O Atlético segue na briga por um lugar no Brasileirão 2010, pois soma 47 pontos, na terceira colocação. Por outro lado, o Vila Nova está em situação complicada, pois, com 32 pontos, está na ameaçadora 13ª colocação.

Goleiro artilheiro!
O clássico começou movimentado e com os times buscando o campo de ataque. A primeira boa chance foi do Atlético. Aos quatro minutos, Anaílson tentou o arremate, mas o goleiro Juninho ficou com a bola. A resposta do Vila aconteceu três minutos mais tarde, mas o goleiro Márcio fez uma defesa sensacional ao impedir gol de Leonardo de frente para a meta.

Depois de chances lá e cá, o Dragão equilibrou a partida e mostrou o porquê está em melhor colocação que o rival. Após falta na entrada da área, o goleiro Márcio ajeitou a bola com carinho e cobrou com categoria. A bola foi no ângulo direito de Juninho, que pulou, mas não a tempo de impedir o gol.

O gol desmontou o ímpeto do Vila Nova, que morreu em campo e não conseguiu encontrar espaços para chegar ao campo de ataque. Já o Dragão, o êxito era na posse de bola, pois o time tocava bastante e segurava o Vila Nova sob controle. Em desvantagem, o Tigre tentava em lances de bolas altas na área, como na cabeçada de Edson Borges, aos 26, que levou perigo ao goleiro Márcio.

O elenco do Vila Nova sabia que a derrota não era o melhor resultado, devido a colocação na classificação. Assim, o Tigre poderia ter empatado a partida ainda na etapa inicial. Aos 38, Willian recebe pelo meio da grande área, dominou e chutou forte, mas o goleiro Márcio operou um milagre e garantiu a vitória do Atlético no primeiro tempo.

Emoção goiana!
Os times retornaram ao segundo tempo com pouco ímpeto e demoraram para entrar no ritmo do jogo. O Atlético estava feliz com o resultado e pouco se arriscou. Já o Vila necessitava de um placar melhor e começou a pressionar o Dragão. Aos 15 minutos, Willian chutou forte e o goleiro Márcio fez a defesa para garantir o Atlético em vantagem.

O Vila vinha tentando, mas sofreu o golpe de misericórdia aos 20, quando o Atlético chegou ao segundo gol. Após cobrança de escanteio de Rafael Cruz, o zagueiro Antônio Carlos ficou com a sobra dentro da pequena área e tocou para o gol com a perna esquerda. Com dois de vantagem, o Atlético ficou ainda mais tranquilo, mas essa calmaria iria se transformar em desespero.

Quando a partida se encaminhava para a vitória tranqüila do Atlético, o rival resolveu entrar de vez no duelo e chegou ao primeiro gol aos 34. Rai invadiu a área pelo lado esquerda e foi derrubado por Pituca. O árbitro assinalou penalidade. Dida chutou no canto direito alto de Márcio, que pulou na esquerda.

Após marcar o primeiro gol, o Vila foi atrás do empate e teve inúmeras oportunidades para chegar à igualdade. Dois minutos após fazer o gol, o Vila Nova mandou uma bola no travessão de Márcio. O atacante Nena, que fazia sua estreia com a camisa do Vila, teve grande chance e carimbou o travessão do Dragão. O Atlético se segurou como pode e conseguiu a vitória no clássico.

Próximos Jogos!
A 27ª rodada da Série B terá os dez jogos na próxima terça-feira. O Atlético encara o ABC, fora de casa, às 231h50, no Estádio Frasqueirão, em Natal. Por outro lado, o Vila Nova recebe no mesmo horário o Juventude, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Ficha Técnica

Atlético-GO 2 x 1 Vila Nova

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia – GO
Árbitro: Nielson Nogueira Dias - PE
Renda: R$ 169.585,00
Público: 10.164 pagantes
Cartões amarelos: Pituca (Atlético-GO); Otacílio, Leonardo, Ricardinho, Alisson e Claudinho Baiano (Vila Nova)
Gols: Márcio 11’/1T e Antônio Carlos 20’/2T (Atlético-GO); Dida 34'/2T (Vila Nova)

Atlético-GO
Márcio; Rafael Cruz, Leandro Amaro, Antônio Carlos e Alysson; Agenor, Leandro Carvalho, Pituca (Wesley) e Anaílson (Elias); Juninho e Marcão (Zulu).
Técnico: Mauro Fernandes.

Vila Nova
Juninho; Dida, Edson Borges, Leonardo e Osmar (Zé Rodolfo); Otacílio, Claudinho Baiano, Alisson e Ricardinho (Nena); William (Rai) e Alex Dias.
Técnico: Zé Roberto.