ABC 2 x 1 Ponte Preta - Batalha aérea perdida e G4 distante

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 25 (AFI) – Depois de quatro rodadas, o ABC finalmente voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Em um jogo com três gols de cabeça, o time potiguar errou menos e venceu a Ponte Preta, por 2 a 1, na noite desta terça-feira, no Estádio Frasqueirão, em Natal, pela 20ª rodada da competição.O resultado dá uma sobrevida ao Alvinegro, que continua na vice-lanterna, com 18 pontos, dentro da zona de rebaixamento. O time vinha de um empate e três derrotas e está a cinco pontos do primeiro clube fora da degola: o Juventude.



Por outro lado, a Macaca segue há mais de dois meses sem vencer fora de casa e vê, novamente, o G4 se distanciar, no sétimo lugar com 30 pontos. A última vitória pontepretana aconteceunodia 23 de junho, quando bateu o América-RN, por 2 a 1, em Natal, pela oitava rodada. Desde então, foram seis jogos, com três empates e três derrotas. O jeito foi se adaptar!
O gramado castigado pelas fortes chuvas que caíam em Natal prejudicou o jogo. Principalmente a Ponte Preta, que entrou com um ataque leve: formado por Evando e Lins. Com

dificuldades para se manter em pé sobre o gramado, a Macaca quase sofreu dois gols logo de cara. Em um deles, aos oito minutos, o atacante Selmir só não estufou as redes, pois uma poça de água parou a bola.

Mesmo sob muita chuva, os dois times foram se adaptando ao campo escorregadio e tentaram levar vantagem sobre a situação. Aos dez, por exemplo, o atacante Lins invadiu a área e chutou para defesa de Raniere. No rebote, o meia Jean Carioca mandou por cima do gol. Apesar de boa parte pressionada, a Ponte foi quem desperdiçou as melhores oportunidades. O Alvinegro potiguar chegou com perigo, basicamente em chutes de longa distância, muito bem interceptados pelo goleiro Giovanni. Quando não arriscou de fora da área, os

donos da casa apostaram no chuveirinho, mas sem muito efeito. Ao contrário, a Macaca teve outras duas grandes chances até o final do intervalo. Aos 30, o lateral Dede descolou um belo lançamento para Evando, que na cara do gol, tentou

bater "de cavadinha" e acertou a rede por fora. No final, aos 44, saiu a melhor chance. Dede cruzou da direita, Pirão dividiu com dois zagueiros e a bola sobrou limpa para o Jean bater. O defensor soltou o pé, mas a bola desviou na zaga e saiu com perigo pela linha de fundo.

Batalha aéreamarcação adversária. Explorando bem as jogadas de velocidade, a Ponte parecia mais perto do gol. Aos 16 minutos, Lins faz bela jogada pela direita e chuta forte. Raniere se
Na segunda etapa, a chuva cessou e os dois times conseguiram tocar mais. Embora tivesse maior posse de bola, o ABC encontrou muitas dificuldades para superar a forte esticou todo para mandar para escanteio.Aos 18, o clube potiguar aproveitou uma grande bobeada da defesa pontepretana para abrir o placar. O volante Gedeon cruzou pela direita, a zaga parou e o atacante Júnior

Negão, que acabara substituir Selmir, deu um toque de cobertura sobre o goleiro e completou de cabeça. O gol obrigou os campineiros saírem para o ataque, e foi isso que aconteceu.

Até que aos 27 minutos, a estrela do técnico Pintado brilhou. Os visitantes empataram com um gol, que contou com a participação de três jogadores que entraram no segundo tempo. Danilo Neco sofreu uma falta na lateral da grande área. Na cobrança de falta, Fabiano Gadelha levantou na área e o volante Willian subiu alto, para cabecear no canto direito de Raniere.Os beques paulista, no entanto, não estavam em uma grande noite. Aos 32, o clube abcedista voltou a retomar a dianteira no placar. Bosco cobrou falta pelo lado direito, ninguém

subiu e, na segunda trave, o zagueiro Audálio completou de cabeça. Fabiano ainda tentou confirmar de cabeça, mas não chegou a tocar a bola. No final, a Ponte tentou pressionar, mas não teve sucesso.

Próximos JogosParaná, no sábado, às 16h10, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.


Na próxima sexta-feira, às 21 horas, o ABC tem a difícil missão de enfrentar o Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Enquanto isso, a Ponte Preta recebe o Ficha Técnica

ABC 2 x 1 Ponte Preta

Local: Estádio Frasqueirão, em Natal-RNABC
Ranieri; Audálio, Gaúcho e Fabiano; Bosco, Rogério (Marquinhos), Gedeon, Augusto Recife e Rogerinho; Ricardinho (Ivan) e Selmir (Júnior Negão).
Técnico: Flávio Lopes.


Árbitro: Antonio Santos Nunes-PI
Cartões Amarelos: Rogério, Bosco, Ricardinho, Gaúcho e Raniere (ABC); Guilherme, Pirão e Vicente (Ponte Preta)Renda: 12.501,00
Público: 991 pagantes

Gols: Júnior Negão aos 18'/2T e Audálio aos 32'/2T (ABC); Willians aos 27'/2T (Ponte Preta)

Ponte Preta
Giovanni; Dede, Jean, Dezinho e Vicente; Deda, Pirão, Guilherme (Willian) e Jean Carioca (Fabiano Gadelha); Evando (Danilo Neco) e Lins.
Técnico: Pintado.