Vila Nova 2 x 1 Campinense - De virada é mais gostoso

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 25 (AFI) – O Vila Nova conquistou uma importante vitória neste sábado. A equipe venceu de virada o Campinense, por 2 a 1, no Estádio Serra Dourada, com dois gols do meia Willian. A partida foi válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Confira:
Série B: Portuguesa assume vice-liderança e Ponte deixa o G4

Com essa vitória, o Vila Nova quebrou uma sequência de sete jogos sem vitória e chegou aos 15 pontos. A equipe deixou a zona de rebaixamento, subindo para a 15ª colocação. Já o Campinense permanece na lanterna da Série B, com apenas seis pontos conquistados.

Visitante surpreende
O jogo começou movimentado e as duas equipes perderam chances de gol nos dez primeiros minutos. Aos quatro, Washington cobrou escanteio e Fabio Santana cabeceou para boa defesa do goleiro Max, que espalmou para a linha de fundo. Depois foi a vez do Vila Nova assustar. Rafinha deixou dois marcadores para trás e cruzou para dentro da área, mas ninguém apareceu para completar.

Aos 17 minutos, Rodrigo Broa invadiu a área e chutou fraco para a defesa em dois tempos de Max. Mas aos 18 não teve jeito. Charles Wagner cobrou falta e o goleiro tocou na bola antes dela acertar o travessão. No rebote, Giuliano apareceu livre e de cabeça abriu o placar. Três minutos depois, o lateral-esquerdo Buick avançou livre e chutou de longa distância, acertando a trave do Vila Nova.

O time da casa não conseguia atacar e o Campinense era melhor na partida. Aos 26 minutos, Giuliano deu belo passe para Rodrigo Broa, que chutou para linda defesa de Max. O Vila voltou a assustar aos 35 minutos. Pachola arriscou de fora da área e a bola passou raspando a trave do goleiro adversário. Na sequência, Júlio Madureira recebeu dentro da área e chutou, mas pegou fraco e facilitou a defesa de Fabiano.

Willian é o cara!
Mesmo precisando do resultado, o Vila Nova não conseguiu assustar no começo da segunda etapa. A primeira chance de perigo foi do Campinense. Aos nove minutos, Giuliano avançou com perigo, driblou o zagueiro, mas chutou fraco e facilitou a defesa do goleiro Max. Aos 12 minutos, Gil fez grande jogada, invadiu a área e chutou para a linda defesa de Fabiano.

O gol de empate saiu aos 13 minutos. Gil fez grande jogada e cruzou para dentro da área. Willian dominou a bola, girou em cima do zagueiro e chutou sem chances para Fernando. Depois do gol, a equipe de casa buscou o gol, mas não conseguia chegar com perigo.

Aos 27 minutos, a equipe de Goiânia chegou a virada. Osmar cruzou para dentro da área e Willian chegou de trás e apenas desviou para o fundo do gol. Na sequência, Willian fez boa jogada e tocou para Vanderlei, mas Gil entrou na frente do atacante e chutou para o gol, porém o árbitro assinalou impedimento.

O Campinense esboçou uma reação mais foi prejudicado com a expulsão do meia Giuliano após uma falta no meio-campo. O Vila ainda criou duas boas oportunidades no final, com Gil e Pachola, que arriscou de fora da área e o goleiro Fabiano fez grande defesa.

Próximos jogos
As duas equipes voltam a campo na próxima terça-feira. O Vila Nova enfrenta a Ponte Preta, às 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Campinense vai até São Caetano do Sul, enfrentar o São Caetano, às 16 horas, no Estádio Anacleto Campanella.

Ficha Técnica

Vila Nova 2 x 1 Campinense

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia – GO
Público: 3.332 torcedores
Renda: R$ 32.360,00
Árbitro: Carlos Ronne Casas de Paiva – AC
Cartões Amarelos: Mateus, Dida e Vanderlei (Vila Nova); Charles Wagner, Buick, Henrique e Giuliano (Campinense)
Cartão Vermelho: Giuliano (Campinense)
Gols: Willian aos 13’/2T e aos 27’/2T (Vila Nova); Giuliano aos 18’/1T (Campinense)

Vila Nova
Max; Osmar, Mateus, Leonardo e Nill (Dida); Bilica (Gil), Alisson, Pachola e Rafinha; Willian e Júlio Madureira (Vanderlei).
Técnico: Vagner Benazzi.

Campinense
Fabiano; Fábio Santana, Nino, Kléber (Emerson) e Buick (Tiago Saletti); Henrique, Charles Wagner, Giuliano e Washington (Almir); Anderson e Rodrigo Broa.
Técnico: Freitas Nascimento.