Duque de Caxias 1 x 2 Ceará - Vovô mostra sua força no G4

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 24 (AFI) - O Ceará conseguiu a sua quarta vitória consecutiva dentro do Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer o Duque de Caxias, por 2 a 1, nesta sexta-feira à noite, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, no Rio de Janeiro.
Duque de Caxias
Vinícius; Oziel, Gustavo Santiago e Paulo Rodrigues; Silva (Juninho), Thiaguinho (Marlon), Leandro Chaves e Mancuso; Thiago Santos (Leandro Cruz) e Edivaldo.
Técnico: Rodney Gonçalves.

Ceará
Lopes; Boiadeiro (Arlindo Maracanã), Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal; Michel, Heleno, Careca (Jorge Henrique) e Geraldo; Wellington Amorim (Misael) e Preto.
Técnico: Paulo César Gusmão.

Com 22 pontos, os cearenses entram, mesmo que provisoriamente, na zona de acesso, em quarto lugar. O time fluminense, há sete jogos sem vencer, continua com 14 pontos, em 16.º lugar.

Duque na frente, Ceará eficiente
Disposto a quebrar jejum de seis jogos sem vencer, o time da casa tomou as iniciativas ofensivas, mas encontrou um visitante bem armado no sistema defensivo.

E o Ceará mostrou muita eficiência no ataque, porque fez seu gol na primeira chance que apareceu. O lateral-esquerdo Paulo Rodrigues perdeu a bola e os cearenses armaram o contragolpe pela esquerda. O meia Geraldo fez o cruzamento, a bola desviou num zagueiro e subiu. Do outro lado, Preto apareceu livre para cabecear e abrir o placar, aos 26 minutos.

Aos 40 minutos, quase o Ceará ampliou com Wellington Amorim. Ele cabeceou no alto e o goleiro Vinícius fez grande defesa, mandando a bola para escanteio.

Chuva e vaias
O time do Duque de Caxias desceu para os vestiários molhado, por causa da chuva, e debaixo de vaias de sua pequena torcida.

No segundo tempo, o técnico Rodney Gonçalves fez uma mudança importante, aos cinco minutos, quando colocou o meia Juninho na vaga do volante Silva. Recebeu vaias, mas acertou em cheio.

O time ganhou mais qualidade no passe, além de contar com os avanços dos dois laterais. O empate saiu aos 11 minutos. Paulo Rodrigues cobrou falta para o meio da área, onde Edivaldo desviou de cabeça.

Este gol de Edivaldo foi o nono dele na Série B, igualando-se na ponta da artilharia com Rafael Coelho, do Figueirense. Fazia seis jogos que o atacante não balançava as redes. Por outro lado, há mais de cinco jogos Lopes não sofria um gol.

Pênalti no final
Depois do empate, os dois times ainda correram bastante, e quando o empate parecia ser o resultado final, aconteceu o inesperado. Num lance rápido, Misael foi lançado em velocidade e entrou na área, sendo derrubado pelo goleiro Vinícius: pênalti e expulsão do goleiro.

Na cobrança, com paradinha, Geraldo mandou no canto esquerdo de Santiago, zagueiro que foi improvisado no gol porque o time da casa já tinha feito suas três trocas.

Próximos Jogos
Toda a 14.ª rodada será realizada na próxima terça-feira. O Duque de Caxias vai enfrentar o Atlético-GO, em Goiânia, às 21h50, enquanto o Ceará, no mesmo horário, vai receber o Ipatinga.

Ficha Técnica

Duque de Caxias 1 x 2 Ceará

Local: Estádio Giulitte Coutinho, em Mesquita (RJ)
Renda: R$ 3.190,00
Público: 284 pagantes
Árbitro: Devarly Lira do Rosário (ES)
Cartões amarelos: Paulo Rodrigues (Duque) e Heleno (Ceará)
Cartão vermelho: Vinícius (Duque).
Gols: Preto aos 26'/1T e Geraldo, pênalti, aos 40'/2T (Ceará). Edivaldo, aos 11'/2T (Duque).