Desfalcado, Atlético-MG tenta apagar má impressão da estreia em visita ao Sport

Dos quatro titulares da defesa, por exemplo, o treinador só terá Igor Rabello

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 06 - Cuca terá de montar um verdadeiro quebra cabeças para escalar o Atlético-MG diante do Sport, neste domingo, pelo Brasileirão, tantos são seus desfalques. Precisando apagar a péssima impressão deixada na estreia, com virada sofrida diante do Fortaleza, em casa, os mineiros terão muitas baixas na Ilha do Retiro, às 16 horas, no Recife.

Dos quatro titulares da defesa, por exemplo, o treinador só terá Igor Rabello. Guga e Guilherme Arana servem a seleção olímpica, enquanto Júnior Alonso está com o Paraguai nas Eliminatórias. Franco, Savarino e Vargas também defendem seus países em busca da vaga na Copa.

E os problemas não param por aí. As lesões também fizeram estragos no grupo mineiro, apontado entre os favoritos para brigar pela taça. Keno, destaque de 2020, está machucado. E ganhou a companhia de Tchê Tchê e Hyoran. Superação será a palavra de ordem na capital pernambucana.

Cuca disse, após derrota para o Fortaleza com gol no último lance, em Belo Horizonte, que o time precisa tirar lições daquele revés. "Não foi nosso dia, mas domingo que vem será diferente", apostou, já erguendo o moral do elenco.

O treinador sabe que não há tempo para lamentações e, mesmo não tendo o jogo adiado pelo tanto de desfalques pelas seleções como o Flamengo, quer reação imediata. Deste maneira, promete ser ofensivo na Ilha do Retiro.

A aposta segue na boa parceria entre o argentino Nacho Fernández e o atacante Hulk. A dupla se destacou na conquista do Mineirão e volta a carregar a esperança do time. Cuca acredita que, inspirados, seus jogadores buscarão um bom resultado longe de casa.

Réver volta à defesa após perder posição de titular e Mariano e Dodô entram nas laterais. Caso Tchê Tchê não se recupere, Allan deve formar dupla com Zaracho. Eduardo Sasha joga no ataque.

Atlético-MG vai desfalcado para buscar a reabilitação na Série A
Atlético-MG vai desfalcado para buscar a reabilitação na Série A
COMO VEM O LEÃO?
Embora ainda na segunda rodada do Campeonato Brasileiro a Série A, o técnico Umberto Louzer ainda não encontrou o time ideal do Sport na competição. Neste domingo, diante do poderoso Atlético-MG, o treinador espera encontrar um padrão para se manter na elite. O duelo começa às 20h30, na Ilha do Retiro, no Recife.

Para esta partida, o treinador deve ter um importante reforço: o atacante Neilton. Ele machucou o tornozelo direito na final do Campeonato Pernambucano e ficou de fora da estreia no Brasileiro, no movimentado empate por 2 a 2 com o Internacional.

A previsão dos médicos era que ele ficasse 15 dias fora dos treinos, mas em uma semana, Neilton já estava de volta. "Não quis antecipar nada, mas minha vontade é de estar lá dentro de campo. Estou pronto para ajudar o time", garantiu ele, que já disputou o Brasileirão por sete clubes diferentes. Neilton entraria no lugar de Paulinho Moccelin.

O atacante André continua no banco de reservas. "André é um atleta experiente, conhece o corpo e ouvindo sempre o atleta, ele nos indicou que ainda não está se sentindo muito a vontade para iniciar uma partida. Então para esse jogo contra o Atlético-MG a ideia é que ele venha entrar também no decorrer da partida", explicou Umberto Louzer.