Dois clubes da elite do Brasileirão não têm treinador. Saiba quem são!

Atlético-GO e Cuiabá ainda não definiram seus treinadores para a temporada 2021

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 23 (AFI) - Faltando pouco mais de dois meses para o início do Campeonato Brasileiro - dia 30 de maio foi a data planejada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) - apenas dois clubes ainda não têm treinador.

Um deles é justamente o Cuiabá, que vai disputar a elite nacional pela primeira vez em sua história. Neste início de temporada, o Dourado vem sendo comandado interinamente pelo auxiliar Luiz Fernando Iubel.

Hernán Crespo no São Paulo é uma das novidades para essa temporada (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)
Hernán Crespo no São Paulo é uma das novidades para essa temporada (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

EM ANÁLISE
Desde que decidiu não renovar com Allan Aal, hoje no Guarani, após a última rodada da Série B do Brasileiro de 2020, a diretoria do Cuiabá vem analisando o mercado e chegou a conversar com alguns treinadores. Mas nada foi concretizado.

O mesmo vale para o Atlético-GO. Depois de realizar um Brasileirão seguro, o Dragão viu Marcelo Cabo sair ao receber uma proposta para comandar o Vasco da Gama, que vai disputar a Série B em 2021.

Neste início de temporada, o Atlético-GO vem sendo comandado interinamente pelo auxiliar João Paulo Sanches. Na saída de Marcelo Cabo, a diretoria disse que iria atrás de um treinador experiente.

CONFIRA ABAIXO OS TREINADORES DO TIME DA SÉRIE A DO BRASILEIRÃO

AMÉRICA-MG - Lisca
ATHLETICO-PR - António Oliveira
ATLÉTICO-GO - Sem treinador
ATLÉTICO-MG - Cuca
BAHIA - Dado Cavalcanti
CEARÁ - Guto Ferreira
CHAPECOENSE - Umberto Louzer
CORINTHIANS - Vagner Mancini
CUIABÁ - Sem treinador
FLAMENGO - Rogério Ceni
FLUMINENSE - Roger Machado
FORTALEZA - Enderson Moreira
GRÊMIO - Renato Gaúcho
INTERNACIONAL - Miguel Ángel Ramírez
JUVENTUDE - Marquinhos Santos
PALMEIRAS - Abel Ferreira
RED BULL BRAGANTINO - Maurício Barbieri
SANTOS - Ariel Holan
SÃO PAULO - Hernán Crespo
SPORT - Jair Ventura

CARIOCA - ROGER MACHADO ANALISA VITÓRIA DO FLUZÃO