Flamengo x Palmeiras - Quem permanece forte na briga pelo título?

Na luta pelo título brasileiro, cariocas e paulistas se enfrentam na próxima quinta-feira, no estádio Mané Garrincha

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 20 (AFI) - Na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, Flamengo e Palmeiras se enfrentam na próxima quinta-feira (21), no estádio Mané Garrincha. O chamado "jogo de seis pontos" será fundamental para manter um dos times mais forte e com mais chances de triunfar na competição nacional.

Além disso, outros ingredientes prometem apimentar o clássico, já que a rivalidade entre os dois nos últimos anos tem sido bem acirrada. Vale ressaltar, ainda, que Flamengo e Palmeiras têm um jogo a menos no Brasileirão, algo que poderá fazer a diferença na saga pelo título.

A VOLTA POR CIMA?

Após acumular duas derrotas seguidas e três jogos sem vencer, o Mengão voltou a triunfar na última rodada, por 3 a 0, diante do Goiás, no estádio da Serrinha. Com uma atuação convincente, o Fla não deu brechas para o Esmeraldino, conquistando os três pontos com facilidade.

Gerson retorna ao time principal do Flamengo contra o Palmeiras. Foto: Twitter/Divulgação
Gerson retorna ao time principal do Flamengo contra o Palmeiras. Foto: Twitter/Divulgação

Para alcançar a segunda vitória seguida e embalar de vez no campeonato, o Rubro-negro terá a volta de Gerson e do goleiro Diego Alves, que não atuaram contra o time goiano. Entretanto, para conseguir o feito, a equipe da Gávea, que está na quarta posição, com 52 pontos, precisará fazer algo inédito nesta edição: vencer um time presente no G-6.

Contra São Paulo, Internacional, Atlético Mineiro, Palmeiras e Grêmio, o Fla perdeu quatro jogos e empatou três, somando sete jogos pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil. Diante do Alviverde, o time sub-20 conseguiu ficar no 1 a 1 no Allianz Parque, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

QUER A TRÍPLICE COROA?

Após a chegada do técnico Abel Ferreira, o Palmeiras, além de não parar de vencer, não parou também de sonhar. Com a presença garantida nas finais da Copa do Brasil e da Taça Libertadores, o time, que ocupa a quinta posição, com 51 pontos, agora almeja o título do Brasileirão.

Abel Ferreira, técnico do Palmeiras. Foto: Divulgação
Abel Ferreira, técnico do Palmeiras. Foto: Divulgação

Para o duelo diante do Flamengo, porém, o português terá que manter o equilíbrio para não desgastar seus jogadores nesta reta final de temporada. O volante Patrick de Paula, peça importante no meio de campo palmeirense, é dúvida para o duelo, já que sentiu um desconforto muscular.

Além disso, Gustavo Gómez, com uma lesão na virilha, segue de fora do time. Mas se tem uma notícia boa para o torcedor palestrino, essa é a volta de Marcos Rocha, que cumpriu suspensão automática e não jogou contra o Corinthians, na goleada por 4 a 0, na última rodada.

QUEM LEVA?

Quem sair vencedor deste duelo certamente abrirá uma grande vantagem na briga pelo título. O Flamengo, atualmente na frente na tabela, com um ponto a mais que o rival, terá a desvantagem de não mandar o jogo no Maracanã, que está nas mãos da Conmebol para a final da Libertadores.

O Palmeiras, por sua vez, conta com o fato de ser o quarto melhor mandante da competição para tentar vencer os cariocas. A partida, válida pela 31° rodada do Campeonato Brasileiro, acontecerá na próxima quinta-feira (21), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, às 19 horas.,

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
31ª rodada
Data
21/01/2021
Horário
19h00
Local
Mané Garrincha - Brasília (DF)
Árbitro
Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes
Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)

Público
Portões fechados
Cartões Amarelos
Flamengo-RJ: Bruno Henrique, Renê
Palmeiras-SP: Luan, Raphael Veiga

Gols
Flamengo-RJ: Luan 45' 1T (contra), Pepê 37' 2T
Flamengo-RJ
Hugo;
Isla, Rodrigo Caio (Gustavo Henrique), Willian Arão e Filipe Luis;
Gerson (Vitinho), Diego (Pepê), Arrascaeta (João Gomes) e Everton Ribeiro;
Bruno Henrique e Gabi (Pedro)
Técnico: Rogério Ceni
Palmeiras-SP
Weverton;
Marcos Rocha, Luan, Kuscevic e Viña (Gustavo Scarpa);
Danilo (Gabriel Silva), Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Pedro Acácio);
Willian (Lucas Lima) e Luiz Adriano (Breno Lopes).
Técnico: Abel Ferreira