Coritiba x Athletico - Clássico para Coxa buscar arrancada ou fechar o caixão

O Furacão tem a faca e o queijo na mão para afundar o rival de vez na tabela

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 08 (AFI) - É a hora da verdade. O Coritiba vai defender sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro no clássico contra o Athletico. Em situação delicadíssima no campeonato, o Coxa precisa da vitória para seguir sonhando e a arrancada poderá partir diante de seu maior rival, ou se afundar de vez. O duelo será neste sábado, às 19h, no Couto Pereira, pela 29ª rodada.

A crise está instalada no Coritiba.O time paranaense vem de quatro derrotas consecutivas e está na lanterna do Brasileirão, com meros 21 pontos, em 28 jogos disputados. Na última rodada, perdeu o duelo direto diante do Goiás, em casa, por 2 a 1.

PAULO AUTUORI DESTACA META MAIS PRÓXIMA

O Athletico, por outro lado, vive um grande momento. São três vitórias seguidas que levaram o clube para a décima posição, com 37 pontos. O objetivo hoje é garantir uma vaga na Sul-Americana. Na última rodada, bateu o Botafogo por 2 a 0.

O clássico Atletiba foi realizado em 383 oportunidades, com 122 vitórias do Furacão e 147 do Coxa. No último confronto, o Athletico levou a melhor, na Arena da Baixada, por 1 a 0.

COMO VEM O FURACÃO?
Podendo afundar o rival Coritiba na lanterna, o Athletico irá para o duelo desfalcado do seu setor ofensivo. Nikão e Renato Kayzer estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o técnico Paulo Autuori poderá contar com o retorno de Walter. O treinador explicou a ausência de seu jogador na vitória por 2 a 0 frente ao Botafogo.

Coritiba e Athletico se enfrentam neste sábado. Foto: Divulgação/Athletico Paranaense
Coritiba e Athletico se enfrentam neste sábado. Foto: Divulgação/Athletico Paranaense

“Ele precisa de treinos específicos, que são necessários serem feitos. E quando você tem esses treinos não tem como jogar. Então, ele vai estar pronto para o jogo contra o Coritiba, volta normalmente à lista, apenas isso", disse o treinador.

Além de Walter, quem também retorna é o zagueiro Zé Ivaldo. No entanto, a tendência é que o treinador siga com Pedro Henrique e Thiago Heleno no sistema defensivo. Já o companheiro de Walter, tudo leva a crer que será Bissoli. O meia Jadson seguirá como opção no banco de reservas.

"Estamos a apenas um jogo para alcançar a meta que havíamos proposto, de ganhar esses quatro jogos, somar os 12 pontos e chegar aos 40. Mas é um clássico. E clássico não tem momento bom de um e ruim de outro. Clássico sempre se iguala", analisou o comandante.

E O COXA?
Visando encerrar uma série de quatro derrotas consecutivas, o Coritiba vai para o clássico pressionar a conquistar um resultado positivo para não deixar a situação ainda mais difícil dentro do clube. Por isso, só a vitória interessa na estreia do técnico Gustavo Morínigo.

Logo em seu primeiro desafio, o treinador dificilmente poderá contar com Rafinha. O meia está com dores no adutor da coxa e passará por exames para saber se terá condições de atuar. A tendência é que faça um último teste no sábado para analisar sua real situação.

NOVO TÉCNICO PROJETO SUA ESTREIA BEM NUM ATLETIBA

Espaço incorporado por HTML (embed)

MUITAS BAIXAS
Além de Rafinha, o treinador não poderá contar com os lesionados Matheus Sales, Matheus Galdezani e Mattehus Oliveira. O primeiro, inclusive, está sem contrato, pois tinha vínculo com o clube até o dia 31 de dezembro. Com isso, a principal novidade no time titular deverá ser o veterano Ricardo Oliveira.

“Teremos um clássico, sabemos da importância de ganhar essa partida. O principal é que os jogadores estejam motivados para ganhar esse jogo. O clássico é um jogo especial, independente da posição em que o time esteja na tabela, e é claro que queremos vencer”, disse o treinador.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
29ª rodada
Data
09/01/2021
Horário
19h00
Local
Couto Pereira - Curitiba (PR)
Árbitro
Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes
Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)

Cartões Amarelos
Coritiba-PR: Robson, Guilherme Biro
Athletico-PR: Léo Cittadini

Coritiba-PR
Wilson;
Maílton, Rhodolfo, Sabino e Guilherme Biro (Natanael);
Hugo Moura (Ramon Martínez), Nathan Silva e Sarrafiore (Neílton);
Cerutti, Ricardo Oliveira (Pablo Thomaz) e Robson
Técnico: Gustavo Morínigo
Athletico-PR
Santos;
Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner Vinícius;
Richard, Lucho González (Christian), Léo Cidtadini e Fernando Canesin (Bruno Leite);
Carlos Eduardo (Jadson) e Bissoli (Walter)
Técnico: Paulo Autuori