Bahia x Athletico-PR - Duelo de sequências opostas em Salvador

O Tricolor Baiano vem de sequência negativa de oito jogos sem vitórias, enquanto o Furacão está há cinco sem perder

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 19 (AFI) - Em momentos distintos, Bahia e Athletico-PR se enfrentam neta quarta-feira, às 18h, na Arena Fonte Nova, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor Baiano vem de sequência negativa de oito jogos sem vitórias, lutando contra o rebaixamento. O Furacão, apesar de não vencer há duas rodadas, está há cinco sem perder, sofrendo apenas um gol nesta sequência.

SITUAÇÕES NA TABELA

A última vitória do Bahia foi em 16 de novembro, quando fez 2 a 1 no Coritiba, fora de casa, pela 21ª rodada. Em casa, não vence desde 8 de novembro, quando bateu o Botafogo por 2 a 1, pela 20ª rodada. São sete derrotas e um empate, além de eliminação na Copa Sul-Americana. Com isso, o time abre a zona de rebaixamento, em 17º, com 29 pontos, três a menos do que o Fortaleza. O Bahia, que tem um jogo a menos, sairá do Z4 com uma vitória.

Antes do empate com o São Paulo, o Athletico superou o Bragantino, por 1 a 0, Vasco, por 3 a 0, Botafogo, por 2 a 0 e empatou sem gols com o Coritiba. Isso deixou o time com 39 pontos em décimo lugar, dentro da zona de classificação à Copa Sul-Americana.

BAHIA

Dado Cavalcanti conta com retornos, mas não terá todo o elenco à disposição. O treinador terá a volta do zagueiro Lucas Fonseca, que se recuperou de lesão e não joga desde novembro. Por conta disso, o jogador será opção no banco de reservas, enquanto Ernando e Juninho devem formar a zaga.

Os meias Patrick e Rodriguinho, recuperados de covid-19, participaram de trabalhos no campo e também podem ser opções. O lateral-direito João Pedro, o volante Elton e o atacante Edilson, em fase de transição, fizeram trabalho separado e devem seguir como desfalques. Além disso, um jogador, que não teve o nome revelado, está com covid-19 e cumpre isolamento social.

"Sobre repetição de escalação, não tive todos os jogadores à disposição em nenhum momento. E nesse jogo, novamente, não terei. Não estou reclamando, é uma realidade. Vamos pensar exclusivamente no próximo jogo. Às vezes, fazemos contas, planos, contamos com a ajuda do adversário, mas não fazemos nossa parte. Então, é excluir qualquer tipo de fator externo", analisou o comandante.

SÉRIE A: Gols de Athletico-PR 1 x 1 São Paulo:

ATHLETICO-PR

Paulo Autuori terá sete desfalques para escalar o Athletico-PR, sendo três titulares no empate por 1 a 1 com o São Paulo na rodada passada. O lateral-esquerdo Abner e o meia-atacante Nikão, com problemas na coxa, e o meia Fernando Canesin, que cumprirá suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo. As outras baixas já eram conhecidas: o lateral-esquerdo Márcio Azevedo, o volante Erick e os meias Lucho González e Léo Cittadini, todos se recuperando de lesões.

Com isso, Paulo Autuori não tem um lateral-esquerdo de origem e precisará improvisar Felipe Aguilar, Khellven ou Zé Ivaldo. No meio, Jaimr Alvarado, Bruno Leite e Jadson brigam pela titularidade. Reinaldo e Vitinho são os nomes para a vaga Nikão, mais avançado. Na partida passada, ambos entraram no segundo tempo.

"Sofremos apenas um gol nas últimas cinco partidas e um gol que a bola desviou. É uma evolução muito clara e precisamos manter isso não só neste final de temporada, mas também na próxima. A tendência é termos um ano bem diferente em termos de produtividade e resultados", avaliou Autuori.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
31ª rodada
Data
20/01/2021
Horário
18h00
Local
Arena Fonte Nova - Salvador (BA)
Árbitro
Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Assistentes
Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Cartões Amarelos
Bahia-BA: Ramon

Gols
Bahia-BA: Thiago Andrade 19' 2T
Bahia-BA
Douglas;
Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Matheus Bahia;
Gregore, Ramon (Ronaldo) e Fessin (Rossi);
Juan Ramírez (Edson), Gabriel Novaes (Rodriguinho) e Thiago Andrade (Alesson)
Técnico: Dado Cavalcanti
Athletico-PR
Santos;
Jonathan (Zé Ivaldo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Khellven;
Alvarado (Bruno Leite), Christian e Jadson;
Vitinho (Reinaldo), Renato Kayzer (Bissoli) e Carlos Eduardo (Walter)
Técnico: Paulo Autuori