Vasco 1 x 0 Santos – Vasco encerra jejum de vitórias, mas segue no Z4

Único gol da partida foi marcado por Carlinhos, que apareceu como elemento surpresa na área santista

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 20 (AFI) – Após cinco jogos, o Vasco voltou a vencer no Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo, quando recebeu o Santos e venceu por 1 a 0, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 26ª rodada da competição. O único gol da partida foi marcado por Carlinhos, no início do primeiro tempo.

A vitória é importante para que o Vasco ainda siga na cola dos times que estão fora da zona de rebaixamento. Apesar dos três pontos, o time carioca segue na 17ª posição, mas agora com 28 pontos – mesma pontuação que o Bahia, 16º na classificação.

Já o Santos vai ficando cada vez mais distante da briga pelas primeiras posições. O time da Vila Belmiro ficou com os mesmos 38 pontos e em oitavo lugar.

VEJA O GOL E MELHORES MOMENTOS

VASCO ABRE O PLACAR
Precisando vencer, o Vasco entrou em campo com postura ofensiva e abriu o placar em menos de 10 minutos. Aos oito, em contra-ataque, Léo Matos desceu em velocidade pelo lado direito, cruzou na área e Carlinhos, livre de marcação na segunda trave, só teve o trabalho de completar para as redes.

A desvantagem logo cedo forçou o Santos a sair mais para o jogo. Aos poucos o Santos passou a ter maior posse de bola e consequentemente frequentou mais a área defensiva do Vasco. Aos 13, Madson recebeu lançamento e tocou para Felipe Jonatan, que chutou cruzado e quase acertou o canto esquerdo de Fernando Miguel.

RITMO MENOR
O Vasco diminuiu o ritmo e passou a ter dificuldades em campo, embora tenha criado chances de ampliar o placar. Aos 20, Juninho fez fila, passou pela marcação e na hora de finalizar acabou desarmado pelo adversário.

Mas o Santos queria o empate e quase deixou tudo igual aos 32 minutos, quando Alex aproveitou cobrança de falta e cabeceou forte para a defesa de Fernando Miguel. No bote, Madson finalizou, mas Léo Matos travou o chute, evitando que a bola fosse parar no fundo das redes.

Antes do intervalo, aos 47, Cano puxou contra-ataque, invadiu a área e tocou para Carlinhos, que não conseguiu dominar e perdeu ótima chance de fazer o segundo gol carioca em São Januário.

Carlinhos comemora gol pelo Vasco neste domingo à tarde - Celso Pupo/Fotoarena/Fotoarena/Estadão C
Carlinhos comemora gol pelo Vasco neste domingo à tarde

SÓ DEU SANTOS, MAS...
O início do segundo tempo foi marcado por uma “blitz” do Santos em cima do Vasco. Aos oito minutos, Bruninho ganhou dividida na entrada da área e finalizou forte com a perna esquerda para defesa de Fernando Miguel. Aos 14 foi a vez de Felipe Jonatan receber lançamento, invadir a área e chutou em cima do goleiro vascaíno.

O Vasco cansou fisicamente e ficou refém do Santos, que frequentou por mais tempo a área do Vasco, mas não conseguiu concluir com êxito em gol. Aos 32 minutos Marinho cobrou falta com perigo à esquerda de Fernando Miguel. Aos 39, Marcos Leonardo caiu na área em dividida e pediu pênalti. O árbitro nada marcou.

CUCA ANALISA DERROTA EM SÃO JANUÁRIO

O Vasco segurou como pôde a vitória até os 54 minutos de jogo, para alívio de elenco e principalmente do técnico Sá Pinto, pressionado pelos maus resultados na temporada.

PRÓXIMOS JOGOS
O Vasco volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Athletico-PR, às 18h15, na Arena da Baixada, em Curitiba. Já o Santos, no mesmo dia e horário receberá o Ceará, na Vila Belmiro, em Santos.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
20/12/2020
Horário
16h00
Local
São Januário - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes
Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Guilherme Dias Camilo (MG)

Cartões Amarelos
Vasco da Gama-RJ: Jadson, Henrique

Gols
Vasco da Gama-RJ: Carlinhos 8' 1T
Vasco da Gama-RJ
Fernando Miguel;
Léo Matos, Jadson, Leandro Castán e Henrique;
Andrey, Marcos Júnior (Bruno Gomes), Juninho (Marcelo Alves) e Carlinhos (Yago Pikachu);
Vinicius (Gustavo Torres) e Cano (Tiago Reis).
Técnico: Ricardo Sá Pinto
Santos-SP
John Victor;
Fernando (Bruninho), Luiz Felipe (Soteldo), Alex e Felipe Jonatan;
Alison, Sandry (Lucas Lourenço) e Diego Pituca;
Madson (Marinho), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Lucas Braga.
Técnico: Cuca