Internacional 1 x 2 Fluminense - Colorado vê liderança distante e crise aumentar

O time gaúcho perdeu a terceira partida em quatro jogos desde a saída de Eduardo Coudet

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 22 (AFI) - O Internacional segue sua derrocada desde a saída de Eduardo Coudet. Na noite deste domingo, o time gaúcho saiu na frente, mas acabou perdendo de virada para o Fluminense, por 2 a 1, em pleno Beira-Rio, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sob o comando de Abel Braga, o Internacional tem três derrotas e uma vitória - inútil, pois resultou na eliminação na Copa do Brasil, para o América-MG. No Brasileirão, o time estacionou nos 36 pontos e perdeu a chance de encostar nos líderes aparecendo em quarto lugar.

Já o Fluminense encerrou uma sequência de duas derrotas e se aproximou dos líderes. O time comandado por Odair Hellmann chegou aos 35 e subiu para o quinto lugar, entrando na zona de classificação à Copa Libertadores.

VEJA OS GOLS DA VIRADA DO FLUMINENSE

COLORADO NA FRENTE
A partida começou equilibrada, mas o Internacional aproveitou a sua primeira oportunidade. Aos 14 minutos, Maurício chutou rasteiro e Muriel rebateu mal nos pés do meia, que não perdeu desperdiçou a segunda tentativa.

A preocupação tomou conta dos colorados após dividida de Rodrigo Dourado com Danilo Barcelos. O volante, que voltou recentemente de cirurgias no joelho, ficou caído no gramado, mas depois se recuperou. Aos poucos, o Fluminense foi ameaçando a vantagem do Internacional.

O time gaúcho chegou a ampliar aos 37 com Thiago Galhardo, mas o gol foi anulado pelo VAR porque a bola tocou no braço do atacante colorado após chute de Danilo Barcelos. Nos acréscimos, o Fluminense reclamou de pênalti não marcado de Victor Cuesta em Lucca após dividida.

Caio Paulista chuta para fazer o gol da vitória (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)
Caio Paulista chuta para fazer o gol da vitória (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)

DE VIRADA
O empate tricolor veio aos 11 minutos do segundo tempo. Lucca cobrou escanteio fechado, Digão não desviou e enganou Marcelo Lomba.

A bola acabou entrando direto. Na sequência, Thiago Galhardo teve mais um gol anulado ao aproveitar passe de Maurício. O atacante, porém, estava impedido.

MAIS PRESSÃO
Em busca da vitória, o Internacional passou a pressionar o Fluminense. Caio desviou a bola para o meio da área e ninguém apareceu para completar. Aos 28, Caio aproveitou cruzamento e cabeceou. A bola tinha a direção do gol, mas acabou acertando Maurício.

Quando parecia que o Internacional estava mais perto do gol, o Fluminense virou. Aos 35, Caio Paulista recebeu passe, dominou e bateu na saída de Marcelo Lomba. Nos minutos finais, o time gaúcho partiu todo em busca do empate, mas não conseguiu furar o bloqueio tricolor. E quase sofreu o terceiro em chute cruzado de Felippe Cardoso.

PRÓXIMOS JOGOS

Pela 23ª rodada do Brasileirão, o Internacional enfrenta o Atlético-GO, às 21 horas do próximo sábado, no Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia. Antes, o time recebe o Boca Juniors-ARG, na quarta-feira, no Beira-Rio, pelas oitavas de final da Libertadores.

Já o Fluminense volta a campo só na segunda-feira da semana que vem, contra o Red Bull Bragantino, às 20 horas, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
22ª rodada
Data
22/11/2020
Horário
18h15
Local
Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
Árbitro
Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Assistentes
Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

Cartões Amarelos
Internacional-RS: Uendel
Fluminense-RJ: Yago Felipe, Digão, Danilo Barcelos, Yago Felipe

Gols
Internacional-RS: Maurício 14' 1T
Fluminense-RJ: Lucca 12' 2T, Caio Paulista 35' 2T
Internacional-RS
Marcelo Lomba;
Rodinei, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Uendel;
Edenílson, Rodrigo Dourado (Johnny), Nonato (Marcos Guilherme), Maurício (D'Alessandro) e Thiago Galhardo;
Caio (Yuri Alberto).
Técnico: Leomir.
Fluminense-RJ
Muriel;
Calegari, Digão, Luccas Claro e Danilo Barcelos;
Yuri Lima, Yago Felipe (André) e Nenê (Caio Paulista);
Lucca (Luiz Henrique), Wellington Silva (Felippe Cardoso) e Marcos Paulo.
Técnico: Odair Hellmann