Palmeiras 0 x 2 São Paulo - Tricolor vence e encerra jejum de vitórias no Allianz

Antes de vencer o Palmeiras neste sábado, o São Paulo tinha perdido 8 vezes e empatado 1 no Allianz Parque

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 10 (AFI) - Demorou, mas o São Paulo enfim conseguiu vencer o Palmeiras atuando no Allianz Parque, casa alviverde. Neste sábado a noite, o time do Morumbi venceu por 2 a 0, pela décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols da partida foram marcados por Reinaldo e Vitor Bueno.

O retrospecto entre Palmeiras e São Paulo no Allianz Parque era extremamente positivo para o lado verde no clássico. Em nove jogos, o time alviverde havia vencido oito vezes. Houve um empate, quando a equipe tricolor eliminou o rival nos pênaltis no Paulistão do ano passado.

Com o resultado negativo, o Palmeiras ficou com os mesmos 22 pontos e aparece na quinta colocação. Em compensação, o São Paulo, com a excelente vitória fora de casa, chegou aos 26 pontos e pulou para o terceiro lugar – tem um ponto a menos que Atlético-MG e Flamengo.

VEJA OS GOLS DA VITÓRIA DO TRICOLOR

BASTANTE EQUILIBRADO

O primeiro tempo foi bastante equilibrado e com os dois times criando oportunidades de gol. Fora de casa, o São Paulo assustou o goleiro Jaílson logo aos oito minutos, quando Brenner aproveitou falha de Zé Rafael e finalizou por cima do gol.

O Palmeiras tentou ficar com a bola nos pés e por alguns minutos pressionou o São Paulo. Aos dez minutos, Raphael Veiga roubou bola no meio-campo e encontrou Lucas Lima. O meia cruzou na área para Wesley finalizar, mas o atacante estava em posição irregular, bem marcada pelo auxiliar.

São Paulo foi melhor e mereceu a vitória fora de casa
São Paulo foi melhor e mereceu a vitória fora de casa

TRICOLOR MAIS LEVE
Com um time mais leve, o São Paulo não se intimidou em campo. Aos 21 minutos, Reinaldo recebeu pelo lado esquerdo e cruzou na medida para Igor Gomes, que cabeceou com muito perigo ao lado direito de Jaílson.

A resposta do Palmeiras aconteceu aos 23 minutos, quando Raphael Veiga desceu em velocidade e tocou para o jovem Wesley. Ele dominou, saiu da marcação e finalizou muito forte, quase acertando a trave de Tiago Volpi.

TRICOLOR DESENCANTA
No segundo tempo o São Paulo seguiu bem em campo e logo aos 10 minutos abriu o placar. Daniel Alves deu ótimo passe para Igor Vinicius, que foi derrubado por Esteves dentro da área. Pênalti marcado e Reinaldo foi para a cobrança para estufar as redes.

Em vantagem no placar, o São Paulo acabou recuando e chamou o Palmeiras para o seu campo defensivo. Porém, aos 26 minutos o zagueiro Luan sentiu lesão muscular e não conseguiu deixar o campo, pois Luxemburgo já havia feito todas as substituições. O fato mudou toda a tático do time alviverde, que se complicou em campo.

Quando a partida caminhava para o final, o São Paulo envolveu o Palmeiras e chegou ao segundo gol. Aos 47, Igor Vinicius recebeu passe de Reinaldo e encontrou Vitor Bueno, que só teve o trabalho de completar para o fundo do gol, dando números finais ao clássico.

Sistema defensivo do Palmeiras apresentou falhas durante o jogo
Sistema defensivo do Palmeiras apresentou falhas durante o jogo
PRÓXIMOS JOGOS

O Palmeiras voltará a campo pelo Brasileirão já na próxima quarta-feira, quando enfrentará o Coritiba, às 18 horas, no Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Já o São Paulo, no mesmo dia terá pela frente o Fortaleza, às 19h15, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o próximo duelo será no sábado, contra o Grêmio, às 21 horas, no Morumbi, em São Paulo (SP).

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
15ª rodada
Data
10/10/2020
Horário
19h00
Local
Allianz Parque - São Paulo (SP)
Árbitro
Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes
Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)

Cartões Amarelos
Palmeiras-SP: Patrick de Paula, Esteves
São Paulo-SP: Igor Vinícius

Gols
São Paulo-SP: Reinaldo 10' 2T, Vitor Bueno 47' 2T
Palmeiras-SP
Jailson;
Marcos Rocha, Felipe Melo, Luan e Esteves (Danilo);
Patrcik de Paula, Zé Rafael (Ramires), Raphael Veiga (Gabriel Veron) e Lucas Lima;
William (Luiz Adriano) e Wesley (Gustavo Scarpa).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
São Paulo-SP
Tiago Volpi;
Igor Vinicius, Diego, Bruno Alves e Reinaldo;
Luan, Tchê Tchê (Léo), Daniel Alves e Igor Gomes (Vitor Bueno);
Brenner (Pablo) e Luciano (Toró).
Técnico: Fernando Diniz