Fluminense 1 x 0 Bahia - Vitória com pênalti contestado e Mano chama juiz de vagabundo

José Mendonça da Silva Jr, do Paraná, teve uma arbitragem confusa e acabou comprometendo o resultado

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 11 (AFI) – Com um pênalti duvidoso e muito reclamado, o Fluminense venceu o Bahia por 1 a 0, nesta tarde no Maracanã, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória, de pênalti, foi marcado pelo veterano nenê aos 26 minutos do segundo tempo.

Mesmo contestada pelos baianos, a vitória foi muito importante para o time carioca. Agora ele aparece em quinto lugar com 24 pontos e na briga pelas quatro primeiras posições, que dão vaga à Copa Libertadores de 2021.

O Bahia, em campanha de recuperação, continua com 15 pontos, na 13.ª posição e ainda com medo dos últimos colocados.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS E O PÊNALTI

JOGO FRACO E VAGABUNDO
O jogo em si foi muito fraco tecnicamente, com os dois times mostrando dificuldades para a criação de jogadas ofensivas. O Bahia ficou na defesa, como veio armado pelo técnico Mano Menezes. Só saiu para o jogo após sofrer o gol na última parte do segundo tempo. O empate sem gols parecia ser o resultado mais justo.

Ao final do jogo, Mano Menezes reclamou muito da arbitragem e sua voz foi ouvida pelos microfones ambientes.

"Não quero ninguém falando com este vagabundo" - gritava ele para seus jogadores, inconformados com a derrota.

Nenê cobrou pênalti com categoria
Nenê cobrou pênalti com categoria

MESMA FORMAÇÃO
Por justiça, o técnico Odair Hellmann optou pela manutenção dos jogadores que atuaram nas últimas rodadas. Os recuperados da covid-19 ficaram todos na reserva, entre eles os ex-titulares Calegari, Luccas Claro e Luiz Fernando.

Igor Julião, Digão e Fred foram mantidos, também, por contribuírem bastante na soma dos sete de nove pontos disputados nesta fase na qual o Fluminense encarou o surto da covid-19. Foram dez infectados.

APOSTA NOS VOVÔS
A aposta de Hellmann era nos experientes Nenê e Fred. E a primeira grande chance do Fluminense surgiu aos 28 minutos, justamente com a dupla. O atacante escorou e o meia bateu forte. Douglas espalmou. Do lado baiano, o chute de Gilberto raspando a trave foi o lance mais perigoso dos visitantes. O primeiro tempo teve muito estudo, equilíbrio e raras chances de gol.

A etapa final começou com o Fluminense quase abrindo o placar. Fernando Pacheco ganhou na velocidade e bateu na trave. A bola voltou nos braços do goleiro Douglas pare sorte do Bahia. Fred estava na área esperando a sobra.

Dono do segundo melhor ataque do Brasileirão, o Fluminense só chegou novamente aos 21. Bola enfiada para Nenê que foi empurrado pelas costas na área. Depois de quase quatro minutos de análise no VAR, o árbitro marcou o pênalti. E o meia cobrou com categoria: 1 a 0.

Nenê sofreu pênalti e converteu com categoria
Nenê sofreu pênalti e converteu com categoria

MANO PEITA E XINGA
Mano Menezes levou amarelo por reclamação e ainda bateu boca com Hellmann. Justificou que foi "ombro a ombro". O treinador do Fluminense respondeu que "ombro não é nas costas".

Se o Bahia pouco produziu no Maracanã, seu técnico deu um show. Mano passou o jogo inteiro gritando, gesticulando, reclamando de tudo. Se irritou com jogador que ficou esperando bola no pé, deu bronca em cobrança de falta longe do alvo e ainda decretou ao árbitro:

"Você não apita mais".

Mano Menezes: desequilíbrio
Mano Menezes: desequilíbrio

A bronca era pelo pênalti marcado. No fim ainda chamou José Mendonça da Silva Júnior de "vagabundo".

Não tendo nada a ver com o desequilíbrio do ex-treinador da seleção brasileira, o Fluminense festejou muito o apertado triunfo. De jogo em jogo, vai apagando a má impressão da queda na Copa do Brasil e ganhando posições na tabela.

AVALIAÇÃO DO TREINADOR SOBRE A VITÓRIA DO FLUSÃO

LÍDER E LANTERNA
Na próxima rodada, o Fluminense, vai enfrentar o Atlético Mineiro, no Mineirão, no confronto com o líder. O Galo tem 12 vitórias consecutivas em casa. Este duelo será disputado na quarta-feira, às 21h30.

O Bahia vai atuar fora de novo, na quinta-feira, contra o Goiás, em Goiânia, pela 16.ª rodada. O time goiano é o lanterna da competição, com nove pontos e perdeu, justamente, para o Atlético-MG, por 3 a 0, sábado à noite, em Belo Horizonte.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
15ª rodada
Data
11/10/2020
Horário
16h00
Local
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
José Mendonça da Silva Junior (PR)

Assistentes
Bruno Boschilia (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)

Cartões Amarelos
Fluminense-RJ: Digão, Danilo Barcelos
Bahia-BA: Marco Antônio, Daniel, Lucas Fonseca

Gols
Fluminense-RJ: Nenê 26' 2T
Fluminense-RJ
Muriel;
Julião, Nino, Digão e Danilo;
Hudson, Dodi e Yago;
Nenê (Luiz Henrique), Pacheco (Caio Paulista) e Fred (Felipe Cardoso).
Técnico: Odair Hellmann
Bahia-BA
Douglas;
Ernando, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba;
Gregore, Elias e Daniel (Marco Antônio);
Rossi (Fressin), Clayson (Elber) e Gilberto (Saldanha).
Técnico: Mano Menezes