Goiás 1 x 0 Internacional - Com um a mais, Colorado perde, mas segue na liderança

O Esmeraldino deu uma resposta ao presidente Marcelo Almeida, que soltou a boca em cima dos jogadores na última sexta

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 13 (AFI) - Com um jogador a mais desde os três minutos do primeiro tempo - Jefferson foi expulso por forte entrada em Marcos Guilherme -, o Internacional perdeu para o Goiás por 1 a 0 na noite deste domingo, no estádio da Serrinha, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Enquanto o clube esmeraldino aliviou a pressão e cima de si, a equipe colorado segue ainda na primeira posição. Apesar do resultado, o Inter segue isolado com 20 pontos, mas permitiu uma aproximação de seus rivais. O Goiás, por outro lado, deixou a lanterna e subiu para a 18ª posição, com oito pontos.

O IMPOSSÍVEL ACONTECEU!
Com a Copa Libertadores no meio da semana, Eduardo Coudet resolveu poupar algumas peças para o duelo, incluindo, o artilheiro e destaque do campeonato, Thiago Galhardo. O Goiás, por outro lado, foi com o que tinha de melhor, ainda mais com a pressão em cima do técnico Thiago Larghi. Na sexta, o presidente Marcelo Almeida deu uma entrevista polêmica, criticando os jogadores e colocando uma corda no pescoço do treinador, que se segurou no cargo com a vitória deste domingo.

Quando a bola rolou, a pressão estava evidente no rosto dos jogadores do Goiás. Em apenas três minutos, Jefferson deu um carrinho violento em Marcos Guilherme e acabou expulso, com a ajuda do VAR. O jogador colorado precisou ser substituído. Larghi também mexeu para compor o sistema defensivo.

Goiás derrota o Internacional. Foto: Ricardo Duarte
Goiás derrota o Internacional. Foto: Ricardo Duarte

Com um a mais, o Internacional tomou o domínio do jogo, mas mostrou dificuldade na criação, muito pela atuação do Goiás, que começou a jogar com o dez homens atrás do meio de campo, formando um ferrolho à frente de Tadeu. A primeira chance, então, veio em cobrança de falta de D'Alessandro, rente à trave.

O VAR ainda analisou uma nova possibilidade de expulsão. Rafael Moura acertou o rosto de Victor Cuesta com o pé, mas nada foi marcado. Após a polêmica, o Inter voltou a pressionar, mas a melhor tentativa saiu dos pés de Abel Hernández. Ele recebeu dentro da área, mas chutou fraco, facilitando a defesa de Tadeu.

E o surpreendente aconteceu aos 43 minutos. Na primeira chegada do Goiás, Daniel Bessa colocou a bola para dentro da área do Inter. A bola sobrou para Vinícius, que chutou. Marcelo Lomba conseguiu chegar na bola, mas não evitar o gol.

SE SEGURA, ESMERALDINO!

No segundo tempo, Eduardo Coudet colocou Thiago Galhardo no jogo e viu o Inter ganhar força ofensiva. A equipe gaúcha, porém, continuou encontrando dificuldade em passar pela defesa adversário. No cruzamento de D'Alessandro, Pedro Henrique cabeceou para boa defesa de Tadeu. O goleiro voltou a brilhar em tentativa de Leandro Fernández, logo depois.

O Inter chegou ao gol com Abel Hernández, mas o árbitro assinalou impedimento de Thiago Galhardo, que havia dado o passe. O time gaúcho pressionou, mas viu o Goiás sobressair e desencantar no Campeonato Brasileiro, graça ao goleiro Tadeu, que fez um milagre para assegurar o triunfo esmeradino no lance final. PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Internacional enfrenta o Fortaleza no sábado, às 19h, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). O Goiás teve seu jogo contra o Flamengo adiado por causa da participação do clube carioca na Libertadores. Com isso, o Goiás, só volta a campo no dia 27 de setembro, para enfrentar o Ceará, às 18h15, no Castelão, também na capital cearense, pela 12ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
10ª rodada
Data
13/09/2020
Horário
18h00
Local
Serrinha - Goiânia (GO)
Árbitro
Flávio Rodrigues de Souuza (SP)

Assistentes
Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

Cartões Amarelos
Goiás-GO: Fábio Sanches, Marcelo Rangel, Breno
Internacional-RS: Praxedes, Victor Cuesta, Pedro Henrique

Cartões Vermelhos
Goiás-GO: Jefferson
Gols
Goiás-GO: Vinícius 43' 1T
Goiás-GO
Tadeu;
Edilson, David Duarte, Fabio Sanches e Jeferson;
Sandro, Breno (Ratinho) e Daniel Bessa (Gilberto);
Rafael Moura, Vinícius Lopes e Keko (Caju)
Técnico: Thiago Larghi.
Internacional-RS
Marcelo Lomba;
Rodinei (Rodrigo Moledo), Pedro Henrique (Leandro Fernández), Victor Cuesta e Moisés;
Musto, Edenilson, Bruno Praxedes (Thiago Galhardo) e D'Alessandro (Rodrigo Lindoso);
Marcos Guilherme (Boschilla) e Abel Hernández
Técnico: Eduardo Coudet.