Os caras do Brasileirão: 20 jogadores que podem fazer a diferença

O Campeonato Brasileiro começa no próximo sábado (8). Confira 20 jogadores que vão buscar a taça

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 07 (AFI) - Vai começar o Brasileirão! Neste sábado, a bola vai rolar para a competição mais importante do futebol nacional. É chegada a hora dos craques aparecerem, dos artilheiros entrarem em campo e dos protagonistas escreverem as suas histórias. Mas quem pode ser o destaque de cada equipe? Separamos 20 jogadores, um de cada time, que podem brilhar neste Brasileirão. Confira a lista e faça suas apostas!

Nikão (Athletico-PR)
O Athletico Paranaense coleciona grandes títulos nos últimos anos. Recentemente, o Furacão conquistou uma Copa do Brasil e uma Copa Sul-Americana. No entanto, a saída de grandes nomes do elenco serviu para reforçar a importância do personagem principal do clube para o Brasileirão Assaí 2020: Nikão. O meio-campista e ídolo do Rubro-negro é referência para os jovens da base que estão no elenco principal. Além disso, o camisa 11 é o articulador e a mais importante peça do esquema tático do técnico Dorival Júnior.

Renato Kayzer (Atlético-GO)
O destaque do Atlético-GO para o Campeonato Brasileiro é o atacante Renato Kayzer. O jovem jogador é peça central no projeto da diretoria do Dragão e é figurinha carimbada no time titular. Em 10 partidas disputadas pelo Dragão neste ano, marcou sete gols. Em um time recheado de novatos, Kayzer tem a missão de ser o homem-gol e o artilheiro da equipe goiana comandada pelo treinador Vágner Mancini.

Guilherme Arana (Atlético-MG)
O Atlético-MG do técnico Jorge Sampaoli vem para brigar na parte de cima da tabela no Brasileirão. Uma chegada de peso que reforçou o elenco do Galo foi a de Guilherme Arana. Jovem, mas experiente, o lateral voltou para o Brasil no início do ano e fez por merecer a titularidade. Com dois gols marcados no Estadual , Arana é uma surpresa no esquema ofensivo do treinador argentino. Atuando na linha de meio quando o Alvinegro está no ataque, é possível ver o lateral buscando a infiltração na área ou aparecendo como ponta para dar opção de passe aos meias do time.

Gilberto (Bahia)
O responsável por marcar os gols no Bahia é Gilberto. O atacante de confiança do técnico Roger Machado está na sua terceira temporada no Esquadrão de Aço e, por isso, assume a posição de destaque do time. No Brasileirão do ano passado, Gibagol já havia se destacado e nessa temporada não deve ser diferente. Com sete gols anotados em 2020, o camisa 9 está entre os artilheiros da equipe baiana.

Honda (Botafogo)
O Botafogo fez muitas contratações e está bem modificado para o Brasileirão, em relação ao campeonato do ano passado. O Alvinegro foi atrás de jovens e experientes, buscando mesclar vontade e responsabilidade. Dentre estes, o grande destaque vai para Keisuke Honda. O japonês chegou ao Fogão antes da pausa e anotou um gol com a camisa gloriosa. O meio-campista vai desempenhar importante função no time do técnico Paulo Autuori. Com isso, será o principal articulador das jogadas de ataque da equipe carioca realizando a ligação entre defesa e ataque.

Vinícius (Ceará)
Vinicius chegou ao Ceará este ano, mas rapidamente caiu nas graças da torcida. Vina, como os torcedores o chamam, anotou seis gols com a camisa alvinegra e é um dos destaques do Alvinegro para o Brasileirão Assaí 2020. Além da parte ofensiva, o jogador também desempenha um importante papel na defesa. No esquema proposto por Guto Ferreira, Vinícius tem a função de pressionar o adversário tentando recuperar rapidamente a bola para o Ceará e tem se notabilizado pela entrega e dedicação dentro de campo.

Jô (Corinthians)
O destaque do Corinthians e principal esperança da Fiel Torcida é a volta do ídolo Jô. O centroavante retorna após dois anos com a missão de conduzir o Timão no Campeonato Braisleiro. Com sua alta estatura e leitura de jogo, o camisa 77 se torna uma arma letal dentro da grande área do oponente. Outra função chave desempenhada por Jô é a de pivô. Com a sua entrada, o ataque do Corinthians pode abusar de passes longos para Jô, que tem a habilidade de realizar a triangulação com quem vier pelos lados.

Rafinha (Coritiba)
Aos 37 anos, Rafinha é um dos mais importantes jogadores do Coritiba para o Brasileirão Assaí 2020. Por jogar aberto, atrai os zagueiros adversários, abrindo assim o meio da defesa do oponente. Mas não se engane, além disso o jogador também aparece na área como homem de referência quando necessário. O ídolo do Coxa Branca retornou ano passado a capital paranaense para defender novamente as cores do clube no qual faz parte da história.

Éverton Ribeiro (Flamengo)
Atual campeão brasileiro, o Flamengo entra no Brasileirão Assaí 2020 como um dos favoritos. E parte desse status se deve ao grande futebol de Éverton Ribeiro. O camisa 7 do time da Gávea é um dos cérebros do meio-campo. Responsável pela criação das jogadas, a visão de jogo do meia é o diferencial para achar os atacantes e contribuir com muitas assistências. Acumulando títulos em sua passagem pelo Flamengo, Everton Ribeiro já balançou 26 vezes as redes adversárias vestindo o Manto Sagrado.

Nenê (Fluminense)
Principal articulador de jogadas do Fluminense, Nenê é um dos destaques do time em 2020. O experiente jogador, que tem uma extensa e vitoriosa carreira, é o inventor do ataque Tricolor. Por conta da sua capacidade de raciocínio rápido, as jogadas de ataque do Fluzão sempre passam pelos pés do meia, dando a ele o protagonismo necessário no Brasileirão Assaí 2020. Além da função de armar as investidas ofensivas, Nenê também encosta na área para buscar finalizações e gols.

Wellington Paulista (Fortaleza)
O diferencial do time de Rogério Ceni é o ataque. Ao todo, foram 36 gols marcados em 13 partidas disputadas no ano. E o principal nome ofensivo do Fortaleza para o Campeonato Brasileiro é Wellington Paulista. O faro de gol do atacante está em dia e ele foi responsável por seis gols e duas assistências na temporada. O goleador mantém a boa média do ano passado e, juntamente, com a sua versatilidade, segue como peça importante no Leão do Pici.

Tadeu (Goiás)
Um dos destaques do Goiás em 2019, Tadeu continua bem cotado para o Brasileirão Assaí 2020. Tadeu foi o goleiro mais exigido e também o que realizou o maior número de defesas no campeonato passado. O grande desempenho elevou a moral diante da torcida e contribuiu para a sua permanência no Esmeraldino para este ano. Ao todo, são quatro jogos sem sofrer gols em 11 jogos disputados em 2020.

Artur é uma das apostas do Red Bull Bragantino para essa temporada. Foto: Ari Ferreira
Artur é uma das apostas do Red Bull Bragantino para essa temporada. Foto: Ari Ferreira
Diego Souza (Grêmio)
Forte, habilidoso e goleador. Este é Diego Souza, um dos protagonistas do Grêmio para o Brasileirão Assaí 2020. Após um ano apagado no Botafogo, o atacante tem se reinventado no Grêmio, sob o comando de Renato Portaluppi. Com um forte jogo de pivô, Diego Souza se encaixou perfeitamente no esquema do Imortal, que sentia falta justamente de um artilheiro. Até aqui, ele é o maior goleador do time na temporada, com oito gols marcados.

Víctor Cuesta (Internacional)
Acostumado a atuar em alto nível, o argentino Victor Cuesta tem a regularidade como a sua marca registrada nos últimos anos. Além da idolatria por parte do torcedor, a sua imposição em campo faz toda a diferença em campo para o Internacional. Outra característica de Cuesta é a sua antecipação às ações dos atacantes adversários, dando bons números de desarme ao jogador. Se o Inter pretende fazer uma grande campanha esse ano, parte disso dependerá da defesa liderada por Cuesta.

Luiz Adriano (Palmeiras)
O Palmeiras conta com um dos melhores elencos do Brasil. No ataque, a estrela da companhia é Luiz Adriano. Ele é a grande esperança de gols do Verdão no Brasileirão Assaí 2020. Com boas atuações, o centroavante ganhou destaque a confiança dos seus colegas de time. Mesmo chegando no meio do ano passado, o camisa 10 foi um dos poucos jogadores a conseguir fazer três gols na mesma partida no Brasileiro de 2019.

Artur (Red Bull Bragantino)
Contratado no início do ano para ser a principal referência do time, o jovem atacante Artur não tem deixado a desejar no Red Bull Bragantino. O ponta-direita foi o grande nome da campanha do time no Campeonato Paulista, que terminou nas quartas de final e com o título de Campeão do Interior. Revelado no Palmeiras e com uma passagem de sucesso pelo Bahia, Artur terá a responsabilidade de fazer o Massa Bruta dar um passo além neste campeonato.

Soteldo (Santos)
Baixinho, o venezuela Yeferson Soteldo só é pequeno no tamanho mesmo. Quando o assunto é futebol, o atacante do Santos se agiganta. Um dos maiores destaques do Peixe no vice-campeonato do ano passado, o ponta é praticamente imparável no mano a mano. Sua habilidade e boa visão de jogo permitem que ele decida jogos e seja um fator de desequilíbrio para o Santos.

Daniel Alves (São Paulo)
Daniel Alves dispensa comentários. Com espirito de liderança, versatilidade e muita técnica, o multicampeão é o destaque do São Paulo para o Brasileirão Assaí 2020. Vencedor em todos os países que passou, o lateral lateral representa exatamente o que o elenco de Fernando Diniz precisa para retomar o caminho dos títulos no Morumbi. Dentro do esquema do treinador, Dani Alves exerce a função de ligação entre os setores do São Paulo, dando dinamismo a equipe.

Marquinhos (Sport)
Marquinhos é um dos destaques do Sport para o Brasileirão Assaí 2020. Com muitas participações diretas em gols do Leão da Ilha do Retiro, o meia-atacante chegou por empréstimo e se firmou rapidamente na equipe titular. Com muita velocidade e talento, o jogador de 23 anos promete ser o elemento que vai dar o gás final ao ataque do Rubro-negro pernambucano.

Cano (Vasco)
O argentino Germán Cano tem poucos jogos com a camisa do Vasco, mas já caiu nas graças da torcida. Contratado no início do ano, o atacante balançou a rede nove vezes na temporada, ostenta uma excelente média de gols e figura entre os principais artilheiros do Brasil em 2020. O desempenho do argentino será um bom termômetro para a temporada do Vasco. Boa parte das pretensões do Cruz-Maltino passam pelo faro artilheiro de Cano.