Quase 50 anos! Saiba quais são os maiores jejuns de títulos no Brasileirão

Dos 17 campeões do Brasileirão, apenas dois não estarão na Série A em 2020

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 28 (AFI) - O Atlético-MG, entre os campeões nacionais, ostenta o maior jejum de títulos no Campeonato Brasileiro. Melhor clube de 1971, o Galo jamais voltou a dar a volta olímpica no principal torneio no futebol brasileiro. Lá se vão 49 anos.

O Guarani é outro clube na seca. O Bugre acumula 42 anos na fila. Além da dupla, só o Internacional já superou as quatro décadas. O Colorado não vence o Brasileirão há 41 anos. Coritiba (35), Sport (33) e Bahia (32) também estão na seca.

Sampaoli vai acabar com a seca do Galo? (Foto: Divulgação)
Sampaoli vai acabar com a seca do Galo? (Foto: Divulgação)
Entre os clubes que venceram o Brasileirão nos pontos corridos, o maior jejum é do Santos. O Peixe não levanta o troféu há 16 anos. O São Paulo também já passou de uma década (12 anos). O Flamengo, por sua vez, é o atual campeão. Os jejuns de Palmeiras (2) e Corinthians (3) também são recentes.

Dos 17 campeões do Brasileirão, apenas Guarani e Cruzeiro não estarão na Série A em 2020. Os dois jogarão a Série B. A Raposa não vence a Série A há seis anos.

CONFIRA OS JEJUNS DOS CLUBES CAMPEÕES NO BRASILEIRÃO:

Atlético-MG
(49 anos)
Guarani (42 anos)
Internacional (41 anos)
Coritiba (35 anos)
Sport (33 anos)
Bahia (32 anos)
Botafogo (25 anos)
Grêmio (24 anos)
Vasco (20 anos)
Athletico-PR (19 anos)
Santos (16 anos)
São Paulo (12 anos)
Fluminense (8 anos)
Cruzeiro (6 anos)
Corinthians (3 anos)
Palmeiras (2 anos)
Flamengo (atual campeão)