Mano Menezes é a quarta vítima do Flamengo, de Jorge Jesus. Lembre as outras!

Antes, Luiz Felipe Scolari, Fábio Carille e Adilson Batista foram demitidos após derrotas para o Mengão

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 02 (AFI) - O Flamengo comandado por Jorge Jesus não faz vítimas só dentro de campo. A vitória sobre o Palmeiras, por 3 a 1, no último domingo, culminou com a demissão do técnico Mano Menezes. Isso, porém, não é nenhuma novidade para o time do português.

Antes de Mano Menezes, outros três treinadores foram demitidos após serem goleados pela máquina rubronegra. O Portal Futebol Interior lembra as demais vítimas e o curioso é que o primeiro estava comandando justamente o Palmeiras.

Na 17ª rodada do Brasileirão, o Verdão foi até o Rio de Janeiro e não viu a cor da bola, sendo goleado por 3 a 0 no Maracanã. O técnico Luiz Felipe Scolari já vinha pressionado por conta da eliminação precoce nas quartas de final da Libertadores e a sequência negativa no Brasileirão.

Quatro treinadores caíram após derrotas para o Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Quatro treinadores caíram após derrotas para o Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
A segunda vítima de Jorge Jesus também veio de um clube paulista. Na 30ª rodada, o Flamengo aproveitou o péssimo momento do Corinthians e aplicou 4 a 1, no Maracanã. A goleada em solo carioca foi a gota d'água para a diretoria demitir Fábio Carille, que estava tendo seu trabalho questionado.

Cinco rodadas depois, quem sentiu na pele a força do Flamengo de Jorge Jesus foi Adilson Batista. Mesmo relaxado após a conquista da Libertadores e do Brasileirão, o Mengão goleou o Ceará, por 4 a 1, no Maracanã, no jogo que marcou a entrega do troféu do campeonato nacional.

Até o final do Brasileirão, o Flamengo encara mais dois times, mas é improvável que faça novas vítimas. O Avaí já está rebaixado e sob o comando interino de Evando, enquanto o Santos é o vice-líder e vem muito bem com o argentino Jorge Sampaoli, que entrou na mira do Palmeiras.