PM defende torcida única em Palmeiras x Fla por risco de emboscada a visitantes

A recomendação de torcida única foi oficializada na segunda-feira, em comunicado do Ministério Público (MP)

por Agência Estado

São Paulo, SP, 26 - A Polícia Militar (PM) de São Paulo afirmou nesta terça-feira que detectou o risco de emboscadas a ônibus, brigas de torcidas e coligações entre facções organizadas no próximo domingo, dia da partida entre Palmeiras e Flamengo, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Em nota enviada ao Estado, a PM explicou que por considerar que existe um grande risco de confusões, seria melhor que a partida fosse realizada apenas com a presença de palmeirenses no estádio.

A recomendação de torcida única foi oficializada na segunda-feira, em comunicado do Ministério Público (MP), com base nas informações da PM.

O pedido assinado pelo promotor Roberto Bacal e encaminhado à Federação Paulista de Futebol (FPF) cita o temor de brigas entre as duas torcidas e pede para que somente palmeirenses possam comprar ingressos. O clube paulista alega que ainda não foi notificado desse pedido.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras

RIVALIDADE

O temor das autoridades é que as provocações e a rivalidade entre Palmeiras e Flamengo possam causar confusões em São Paulo. O time carioca venceu no último fim de semana a Copa Libertadores e o Campeonato Brasileiro.

A taça da competição nacional, inclusive, foi assegurada com a derrota do time alviverde dentro de casa para o Grêmio, por 2 a 1.

A PM explicou que nos últimos dias, o Serviço de Inteligência do órgão monitorou redes sociais e recebeu informações sobre uma emboscada à caravana de ônibus que traria a torcida do Flamengo do Rio para São Paulo.

O veículo poderia ser recebido com pedras. Também haveria conversas sobre uma possível briga combinada pelas torcidas adversárias.

OUTRAS EQUIPES

A apuração da PM mostra também que o conflito pode envolver apoiadores de outras equipes. Uma uniformizada do Flamengo receberia o apoio na capital paulista de uma facção de são-paulinos, com quem se reuniria no centro da cidade.

Já o Palmeiras, teria o reforço de integrantes filiados a uma facção do Vasco, com o intuito de se reforçar para possíveis brigas.

CONFUSÕES ANTERIORES

Para enfatizar a recomendação de torcida única no jogo, as autoridades relembram que outras partidas recentes entre Palmeiras e Flamengo tiveram confusões. Em 2016, em Brasília, torcedores foram detidos e hospitalizados após confronto. No ano passado, no Maracanã, um ônibus de palmeirenses foi atacado nos arredores do estádio.