Fortaleza 2 x 1 Santos - Tricolor do Pici dá mais um passo rumo a Sul-Americana 2020

Por outro lado, apesar da derrota, o Peixe segue na vice-liderança do Brasileirão, já que o Palmeiras também tropeçou na rodada

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 28 (AFI) - Em um jogo aberto e com pênalti perdido no fim por Carlos Sánchez, o Fortaleza sacramentou a sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro ao vencer o Santos por 2 a 1, no Castelão, pela 35ª rodada, naquele que foi o primeiro triunfo da sua história sobre o clube paulista.

O resultado levou o Fortaleza aos 46 pontos, o que já o deixa em boas condições para se garantir na próxima Copa Sul-Americana. Já o Santos, mesmo derrotado, sustentou a segunda posição em função da derrota do Palmeiras para o Fluminense, com 68 pontos.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DO DUELO !

Sánchez foi um dos personagens da partida ao recolocar o Santos no jogo ao marcar o seu gol quando o time perdia por 2 a 0, mas também falhando no pênalti que determinaria a igualdade no fim. Poderia ser um resultado mais justo para o seu time, que fez um duelo franco com o Fortaleza, mas viu seus zagueiros reservas - Luan Peres e Luiz Felipe - terem desempenho irregular. Além disso, a equipe perdeu muitas oportunidades de gol.

Fortaleza vence Santos na 35ª rodada do Brasileirão
Fortaleza vence Santos na 35ª rodada do Brasileirão
PRIMEIRO TEMPO
Para o duelo que encheu o Castelão, Sampaoli voltou a mudar o Santos e a apostar em uma variação tática. Além de trocar os suspensos Gustavo Henrique e Marinho por Luiz Felipe e Derlis Gonzalez, optou pela escalação de um terceiro zagueiro, Luan Peres, improvisado na lateral esquerda, além de promover o retorno de Diego Pituca ao meio-campo.

Com essa nova formação, o Santos iniciou a partida ligado, tanto que uma roubada de bola de Eduardo Sasha no lance inicial após domínio ruim de Felipe Alves só não terminou em gol porque Carlos Sánchez, com o gol aberto, finalizou para fora. O uruguaio teria nova chance, aos dez minutos, quando parou em defesa de Felipe Alves.

Assim, embora em alguns momentos o seu trio ofensivo parecesse isolado, o Santos conseguia ser perigoso diante do Fortaleza, especialmente quando pressionava a saída de bola. O time da casa, porém, também tinha postura interessante e ofensiva, o que deixava a partida bastante movimentada.

O Fortaleza era perigoso em contra-ataques velozes e em jogadas pelas pontas, especialmente pela esquerda santista, na qual Luan Peres tinha dificuldades na marcação. Mas foi em um erro de outro zagueiro Luiz Felipe, que falhou ao tentar dar bote, que Romarinho só não marcou, aos 24 minutos, porque Everson fez bela defesa. Foi assim também após a bola desviar em Luiz Felipe, vinda de cruzamento de Edinho, com Osvaldo acertando a trave em voleio aos 35.

SEGUNDO TEMPO
Logo no começo da etapa final, o Fortaleza saiu na frente. Aos quatro minutos, em cobrança de falta colocada, Edinho colocou a bola no ângulo esquerdo da meta santista, com Everson chegando a tocá-la, mas não conseguindo fazer a defesa ao deixar a impressão de que pulou atrasado.

Em desvantagem, o Santos viu Sampaoli alterar o seu esquema, colocando Evandro em campo, na vaga de Luan Peres, o que levou Pituca a atuar como lateral-esquerdo. E o time se lançou ao ataque, mas seguiu falhando nas finalizações, como aos 12 minutos, quando Derlis bateu para fora após cruzamento do volante de origem.

Só que o Fortaleza aproveitou a desorganização da defesa do Santos para marcar novamente. Aos 19, Romarinho avançou pela direita e cruzou para trás da linha de fundo. A bola voltou a desviar em Luiz Felipe e sobrou para Osvaldo finalizar às redes.

Mas o Santos não desistiu. Seguiu no ataque e diminuiu aos 23, com cabeceio certeiro de Sánchez, seu artilheiro na temporada com 17 gols, ao completar cruzamento de Pituca. E o time cresceu com esse gol, perdendo boas chances com Soteldo e Derlis. O Fortaleza também teve contra-ataques para matar o jogo, com Osvaldo, mas não aproveitou.

A melhor chance de o Santos empatar a partida surgiu aos 40 minutos, após a arbitragem marcar pênalti em Evandro após consulta ao VAR. Só que Sánchez acertou a trave na sua cobrança, permitindo que o Fortaleza assegurasse a sua vitória. Tenso, o Santos teve Soteldo expulso nos minutos finais, além de Pará por reclamação ao término do duelo.

PRÓXIMOS JOGOS
Os times voltarão a campo no domingo, pela penúltima rodada. O Fortaleza visitará o Goiás, às 16 horas, no Serra Dourada, enquanto o Santos será mandante contra a Chapecoense, às 19h, na Vila Belmiro.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
35ª rodada
Data
28/11/2019
Horário
20h00
Local
Castelão - Fortaleza (CE)
Árbitro
Diego Pombo Lopez (BA)

Renda
R$ 271.260,00
Assistentes
Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

Público
32.930 pagantes/ 33.925 total
Cartões Amarelos
Fortaleza-CE: Felipe, Juninho
Santos-SP: Lucas Veríssimo, Jean Mota, Luan Peres, Evandro, Derlis González, Eduardo Sasha, Pará , Soteldo

Gols
Fortaleza-CE: Edinho 4' 2T, Osvaldo 19' 2T
Santos-SP: Carlos Sánchez 23' 2T
Fortaleza-CE
Felipe Alves;
Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Bruno Melo;
Felipe (Araruna), Juninho, Edinho (Tinga) e Osvaldo (Kieza);
Romarinho e Wellington Paulista.
Técnico: Rogério Ceni
Santos-SP
Everson;
Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe (Jean Mota) e Luan Peres (Evandro);
Alison, Diego Pituca (Felipe Jonatan) e Carlos Sánchez;
Derlis González, Eduardo Sasha e Soteldo.
Técnico: Jorge Sampaoli