Botafogo-RJ x Avaí - Duelo dos desesperados, que vale seis pontos e tem personagem

Técnico Alberto Valentim já dirigiu o lanterna Avaí e agora também tenta livrar o Botafogo da queda à Série B

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 10 (AFI) – Botafogo e Avaí fazem um jogo de ‘seis pontos’ entre dois times que estão na zona de rebaixamento e, portanto, no desespero para evitar a queda à Série B em 2020. O duelo acontece nesta segunda-feira à noite, a partir das 120 horas, no estádio Nilton Santos (Engenhão), no fechamento da 32.ª rodada do Brasileirão.

Se o time carioca, com 33 pontos, em 17.º, ainda pode sonhar com sua permanência, o time catarinense está na lanterna, com 27 pontos e virtualmente rebaixado. Por coincidência os dois times foram dirigidos por Alberto Valentim neste temporada.
Alberto Valentim: bom discurso, péssimos resultados
Alberto Valentim: bom discurso, péssimos resultados

TODOS DE CARÁTER
Alberto Valentim espera que o time volte a se superar como fez na derrota para o Flamengo, por 1 a 0, na última rodada. Seria, segundo ele, o suficiente para vencer os catarinenses.

“Temos que continuar com a mesma doação, jogando com muita intensidade é desta forma que não vamos cair.

Aos poucos, vamos corrigindo os erros e somando os pontos necessários. Já mostramos mais ritmo e dinâmica” – discursa Valentim, embora o time venha de quatro derrotas consecutivas diante de Grêmio, Cruzeiro, Santos e Flamengo. Na última rodada entrou pela primeira vez na zona de rebaixamento.

DIEGO SOUZA VOLTA APÓS CASTIGO
A principal novidade deve ser o retorno do meia Diego Souza que foi ‘esquecido’ no banco de reservas depois de uma fraca atuação quando o Cruzeiro há três rodadas. Ele vai entrar na vaga de Luiz Fernando, que foi expulso no clássico.

Marcos Vinícius, recuperado de lesão, voltou a ser relacionado e passa a ser opção para o ataque, mas Rodrigo Pimpão continua vetado. O mesmo vale para o lateral-esquerdo Gilson.

JOVEM NA LATERAL
Na lateral-direita, Marcinho ainda se recupera de uma entorse no joelho, Fernando recebeu o terceiro amarelo no último jogo e o zagueiro Marcelo, que às vezes era improvisado na posição, também está lesionado na coxa.

A solução vai ser o garoto Rickson, de 21 anos, que atuou nove vezes no time principal.

ÚLTIMO TREINO

Evando: Ainda pela honra
Evando: Ainda pela honra

O técnico Evando Caminatto comandou o último treinamento na manhã deste domingo antes da delegação viajar para o Rio de Janeiro. A principal novidade é que o goleiro Vladimir cumpriu suspensão automática e entra no lugar de Lucas Frigeri.

Por outro lado, o lateral-direito Léo e o volante Richard Franco receberam o terceiro cartão amarelo e estão de fora. No ataque, o treinador está em dúvida entre Caio Paulista e Vinícius Araújo.

PELA HONRA
Mesmo vindo de sete derrotas consecutivas, o discurso do interino continua o mesmo:

“Estamos jogando pela honra, pela camisa do clube. Podemos cair, mas vamos cair de pé. Em todos estes jogos que perdemos, ninguém viu algum jogador sem se entregar em campo. Este é o espírito do Avaí” – reforçou o técnico.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
32ª rodada
Data
11/11/2019
Horário
20h00
Local
Engenhão - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Sávio Pereira Sampaio (DF)

Renda
R$ 242.246,00
Assistentes
Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)

Público
17.803 pagantes/ 19.075 total
Cartões Amarelos
Botafogo-RJ: Gabriel, Yuri, Diego Souza, Lucas Campos
Avaí-SC: Luanderson, Caio Paulista, João Paulo

Cartões Vermelhos
Avaí-SC: João Paulo
Gols
Botafogo-RJ: Ricardo 12' 1T (contra), Diego Souza 42' 2T
Botafogo-RJ
Gatito Fernández;
Rickson, Joel Carli, Gabriel e Yuri;
João Paulo, Cícero (Jean) e Alex Santana (Diego Souza);
Leonardo Valencia, Rhuan (Lucas Campos) e Igor Cássio.
Técnico: Alberto Valentim
Avaí-SC
Vladimir;
Betão (Wesley), Kunde, Ricardo (Gabriel Lima) e Igor Fernandes;
Luanderson, Pedro Castro e João Paulo;
Vinícius Araújo, Jonathan e Caio Paulista.
Técnico: Evando Camilatto