Santos x Palmeiras – Clássico paulista agita briga pela vice-liderança do Brasileirão

A partida válida pela 24ª rodada está marcada para o Estádio da Vila Belmiro, às 21h30, desta quarta-feira (09)

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 08 (AFI) - Promete. Esse é a palavra que melhor descreve o clássico entre Santos e Palmeiras, válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, que está marcado para essa quarta-feira (09), às 21h30, na Vila Belmiro. Isso porque as duas equipes são concorrentes diretos pela vice-liderança. Enquanto o Peixe busca uma vitória para assumir a segunda colocação, o alviverde está focado em abrir distância do adversário na tabela.

O Palmeiras aparece na segunda colocação com 47 pontos e está a seis jogos sem derrota, tentando se aproximar cada vez mais do líder Flamengo que tem 52. Já o Santos vem logo atrás, em terceiro, com 44 pontos, mas um triunfo no clássico assegura o time alvinegro na vice-liderança, pois as duas equipes estão com o mesmo número de vitórias (13), primeiro critério de desempate em caso de igualdade na pontuação. O clássico também será o primeiro duelo entre Jorge Sampaoli e Mano Menezes.

Santos e Palmeiras se enfrentam pela 24ª rodada do Brasileirão
Santos e Palmeiras se enfrentam pela 24ª rodada do Brasileirão
SANTOS
O técnico Jorge Sampaoli, que completará 50 jogos no comando do elenco, ainda não venceu a equipe alviverde – foram dois jogos, com um empate e uma derrota, está pelo placar de 4 a 0 no último duelo entre as duas equipes. O goleiro Everson destacou nesta terça à tarde que aquela dura derrota serviu como um grande aprendizado para a equipe, assim como ele exibiu confiança em um triunfo sobre os palmeirenses.

"Depois daquela derrota para o Palmeiras no primeiro turno, tivemos sequência de oito jogos invictos, com um empate e sete vitórias, que nos colocou na liderança da competição. Aprendemos muito com aquela derrota", afirmou o jogador, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé.

"Sabemos onde a gente errou e por isso sabemos por que a gente acabou perdendo por um placar elástico. E depois arrumamos o que era para arrumar no nosso time. Com certeza amanhã a história será diferente, aprendemos muito e podemos vencer em casa", completou.

Para esse duelo, o comandante poderá ter a volta de Carlos Sánchez, que sentia dores na coxa direita. Luiz Felipe voltou aos gramados, mas ainda treina separadamente. Ele está se recuperando de uma entorse no tornozelo esquerdo.

PALMEIRAS
O meia Lucas Lima enfrentará pela primeira vez o Santos na Vila Belmiro. A partida também é a oportunidade de Lucas Lima convencer o técnico Mano Menezes que de fato pode ser titular da sua equipe. Apesar de ter entrado bem no decorrer dos jogos anteriores, teve uma atuação discreta contra a equipe mineira. Para o duelo com o Santos, ele disputa a posição com Gustavo Scarpa, que deu assistência para o gol de Dudu na última rodada.

Outra dúvida para o clássico com o Santos está no gol. Com Weverton convocado para a seleção brasileira, Jailson e Fernando Prass disputam a vaga. O titular da meta disputará os amistosos contra Senegal e Nigéria, na quinta-feira e no domingo, em Cingapura. A expectativa é de que o goleiro retorne ao Palmeiras para a partida contra a Chapecoense, no dia 16, pelo Brasileirão.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
24ª rodada
Data
09/10/2019
Horário
21h30
Local
Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro
Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Renda
R$ 592.000.00
Assistentes
Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back (SP)

Público
11.408 total
Cartões Amarelos
Santos-SP: Carlos Sánchez
Palmeiras-SP: Felipe Melo, Carlos Eduardo

Cartões Vermelhos
Palmeiras-SP: Willian
Gols
Santos-SP: Gustavo Henrique 13' 1T, Marinho 16' 1T
Santos-SP
Everson;
Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge;
Diego Pituca, Sánchez e Jean Mota;
Marinho, Eduardo Sasha e Tailson (Lucas Venuto)
Técnico: Jorge Sampaoli
Palmeiras-SP
Jailson;
Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa;
Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Zé Rafael);
Dudu, Willian e Luiz Adriano (Carlos Eduardo)
Técnico: Mano Menezes