CSA 2 x 2 Atlético-MG - Lei do Ex, virada, expulsão, pênalti, gols...

Alagoanos continuam na zona de rebaixamento, enquanto mineiros aumentaram o jejum de vitórias

por Agência Futebol Interior

Maceió, AL, 16 (AFI) - O Estádio Rei Pelé, em Maceió, teve de tudo nesta quarta-feira. Lei do Ex, virada, expulsão, pênalti e, lógico, gols. O empate, por 2 a 2, porém, de nada adiantou para CSA e Atlético-MG que se complicaram no Campeonato Brasileiro da Série A. Alecsandro e Jonatan Gomez fizeram os gols alagoanos, enquanto Réver e Luan anotaram para os mineiros.

Com o empate, o CSA perdeu a chance de deixar a zona de rebaixamento. O clube alagoano, apesar de registrar seis jogos sem perder em casa - quatro vitórias e dois empates -, parou nos 26 pontos, na 17ª colocação. O Atlético, por sua vez, estreou o técnico Vágner Mancini e completou a quinta partida sem vitória - três derrotas e dois empates. Os mineiros estão no 11º lugar com 32.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS !

LEI DO EX!
A Lei do Ex deu as caras no Rei Pelé. E olha que o Atlético-MG começou melhor. Aos 21 minutos, Marquinhos subiu bem e cabeceou com perigo. A bola passou rente à trave. Nove minutos depois, Vinícius bateu firme da entrada da área, mas João Carlos fez boa defesa.

O CSA não se assustou e foi cirúrgico aos 33 minutos. Dawhan aproveitou falha de Fábio Santos e cruzou na medida para Alecsandro que abriu o marcador de cabeça. Este foi o primeiro gol da história do CSA sobre o Galo. Até então eram cinco vitórias do Atlético e um empate, além de 16 gols dos mineiros e nenhum dos alagoanos.

Aos 36 minutos, o Atlético quase conseguiu o empate. Luan cruzou, a bola desviou em Alan Costa, mas João Carlos espalmou. No rebote, Fábio Santos bateu firme, a bola desviou na zaga e acertou o travessão. Dois minutos depois, Vinícius chutou firme e o goleiro do CSA, novamente, voltou a trabalhar.

Réver fez o 1º gol do Galo. (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)
Réver fez o 1º gol do Galo. (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

ENROSCADO...
O 2º tempo começou devagar, enroscado, com os dois times em marcha lenta. Tanto é verdade que a primeira chance surgiu só aos 17 minutos. O contestado Fábio Santos recebeu de Vinícius e bateu cruzado, mas João Carlos evitou o empate em grande defesa.

Aos 23 minutos, porém, o camisa 1 do CSA não conseguiu parar o capitão Réver. O zagueirão pegou firme, a bola desviou na zaga e furou o goleiro João Carlos. Tudo igual no Rei Pelé. Aos 26 minutos, Maicon recebeu cruzamento de Ricardo Oliveira, desviou e quase virou para o Galo.

REDE BALANÇOU!
Aos 33 minutos, Vinícius acertou a trave alagoana após uma bomba da entrada da área. Se Vina quase virou herói aos 33 minutos, passou a ser vilão aos 34 com a expulsão em Maceió.

De tanto insistir, o Atlético virou o jogo mesmo com um a menos. Luan, aos 39 minutos, recebeu cruzamento de Fábio Santos, ajeitou e tocou na saída do goleiro do CSA. Nem deu tempo de comemorar, aos 41 minutos, Jonatan Gomez foi derrubado por Guga dentro da área. Na cobrança, aos 43 minutos, Jonatan Gomez bateu firme e deixou tudo igual.

PRÓXIMOS JOGOS
O CSA voltará a campo apenas na segunda-feira, às 20 horas, quando visitará o Botafogo no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 27ª rodada. O Atlético, por sua vez, fará o duelo de alvinegros antes o Santos no domingo, às 16 horas, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
16/10/2019
Horário
19h15
Local
Rei Pelé - Maceió (AL)
Árbitro
Savio Pereira Sampaio (DF)

Renda
R$ 171.264,00
Assistentes
Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)

Público
13.075 total
Cartões Amarelos
CSA-AL: Luciano Castán, Naldo, Dawhan
Atlético-MG: Fábio Santos, Igor Rabello, Vinícius

Cartões Vermelhos
Atlético-MG: Vinícius
Gols
CSA-AL: Alecsandro 33' 1T, Jonatan Gomez 43' 2T
Atlético-MG: Réver 23' 2T, Luan 39' 2T
CSA-AL
João Carlos;
Apodi, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos;
Naldo (Celsinho), João Vitor, Dawhan e Jonatan Goméz;
Bustamante (Bruno Alves) e Alecsandro (Warley).
Técnico: Argel Fucks
Atlético-MG
Cleiton;
Igor Rabelo, Leonardo Silva, Rever;
Guga, Elias, Vinícius, Marquinhos (Maicon), Luan (Patric) e Fábio Santos;
Di Santo (Ricardo Oliveira).
Técnico: Vagner Mancini