Atlético-MG 1 x 2 Vasco - Gol no fim pode derrubar treinador!

Rodrigo Santana já estava balançando no cargo e não deve aguentar mais um tropeço

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 02 (AFI) - O gol marcado por Marcos Júnior aos 48 minutos do segundo tempo deu a vitória ao Vasco da Gama sobre o Atlético-MG, por 2 a 1, em plena Arena Independência, e deve resultar na demissão do técnico Rodrigo Santana.

O jogo desta noite foi válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro e acabou sendo adiado por conta da participação do Galo na semifinal da Copa Sul-Americana. O time acabou sendo eliminado pelo Colón-ARG, nos pênaltis, em Belo Horizonte, na semana passada.

Com essa derrota, o Atlético-MG perdeu a chance de encostar no G6 e estacionou na décima colocação, com 30 pontos. Melhor para o Vasco da Gama, que voltou a vencer depois de duas rodadas e se distanciou da zona de rebaixamento. O Gigante da Colina tem 27 e está em 13º lugar.

NADA DE GOLS
A partida começou bastante movimentada no Independência. Aos dez, Otero cobrou falta de longe e viu a bola explodir no travessão. Fernando Miguel só observou. Cinco minutos depois, a finalização de Andrey passou raspando a trave. Na sequência, Ribamar bateu rasteiro e Cleiton defendeu.

O atacante Rossi saiu do banco de reservas para marcar um gol e dar uma assistência
O atacante Rossi saiu do banco de reservas para marcar um gol e dar uma assistência
Depois de um início com chances para os dois lados, o duelo ficou mais concentrado no meio-campo. O Vasco da Gama apostava nas jogadas individuais do jovem Talles Magno, enquanto o Atlético-MG tinha a bola parada de Otero como principal arma.

Aos 47, Andrey cobrou falta para dentro da área, Talles Magno ganhou na altura de Patric e cabeceou na trave de Cleiton. Por conta da falta produtividade do time, a torcida atleticana não economizou nas vaias aos jogadores na descida para o intervalo.

QUANTA EMOÇÃO

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Marrony tabelou com Raul e bateu para boa defesa de Cleiton. O placar foi aberto aos 14. Após cobrança de escanteio, Igor Rabello desviou de cabeça e Otero, livre de marcação, completou de peixinho.

A alegria atleticana, porém, durou pouco. Aos 18, Marrony foi derrubado por Patric dentro da área. Depois de consultar o VAR, o árbitro Heber Roberto Lopes voltou atrás e assinalou pênalti para o Vasco da Gama. Rossi cobrou bem e deixou tudo igual.

Pressionado pela torcida, o Atlético-MG se lançou para o ataque em busca da vitória, mas o nervosismo causava muitos erros de passe. E o que já era ruim ficou ainda pior aos 48. Rossi lançou para Marcos Júnior, o volante dominou no peito e estufou as redes do goleiro atleticano.

PRÓXIMOS JOGOS
O Atlético-MG volta a campo no domingo, contra o Palmeiras, às 16 horas, no Allianz Parque, em São Paulo. No sábado, o Vasco recebe o Santos, às 17 horas, em São Januário, no Rio de Janeiro. Os jogos são válidos pela 23ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
21ª rodada
Data
02/10/2019
Horário
19h15
Local
Independência - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Heber Roberto Lopes (SC)

Renda
R$ 86.502,00.
Assistentes
Éder Alexandre (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)

Público
10.485 torcedores.
Cartões Amarelos
Atlético-MG: Cazares, Patric, Nathan
Vasco da Gama-RJ: Andrey , Raul

Gols
Atlético-MG: Otero 14' 2T
Vasco da Gama-RJ: Rossi 21' 2T, Marcos Júnior 48' 2T
Atlético-MG
Cleiton;
Patric, Iago Maidana, Igor Rabello e Fábio Santos;
Nathan, Elias (Geuvânio), Luan (Ricardo Oliveira), Cazares (Vinicius) e Otero;
Franco Di Santo.
Técnico: Rodrigo Santana
Vasco da Gama-RJ
Fernando Miguel;
Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castán e Henrique;
Richard, Raul e Andrey (Marcos Junior);
Marrony, Ribamar (Rossi) e Talles Magno (Gabriel Pec).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo