Palmeiras 4 x 0 Santos - Verdão passeia, amplia série invicta e segue na ponta

Time do técnico Luiz Felpe Scolari mantém a liderança, com 13 pontos e números expressivos.

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 18 (AFI) - O Palmeiras chegou ao 28º jogo de invencibilidade no Brasileirão da melhor maneira possível. A marca histórica foi ampliada na tarde deste sábado, com uma goleada por 4 a 0 em clássico contra o Santos, no Pacaembu, pela quinta rodada da competição. Os gols foram marcados por Gustavo Gómez, Deyverson, Rapahel Veiga e Hyoran.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Com o resultado, o time do técnico Luiz Felpe Scolari mantém a liderança, com 13 pontos e números expressivos. Até agora, foram quatro vitórias, um empate, onze gols marcados e apenas um sofrido. O Santos, por sua vez, conheceu a primeira derrota no Brasileiro e estacionado nos dez pontos, em quarto lugar, sob risco de perder mais posições até o fim da rodada.

CONVENCEU
A chave para a vitória convincente foi reunir a capacidade técnica do time à postura decidida de quem demonstrou um apetite imenso para ganhar. Embora seja conhecido pelo estilo pragmático e criticado às vezes pelo futebol de resultados utilizado, Felipão mostrou o quanto sabe ser ofensivo tanto quanto o treinador Jorge Sampaoli, do Santos. O argentino errou na escalação e viu o seu time ser dominado.

Além de ter vencido um adversário direto e com quem estava empatado antes do início da rodada, a equipe cativou aplausos pois poderia ter feito um placar ainda maior.

O encontro entre os dois líderes do Brasileiro e entre dois dos técnicos mais badalados da competição começou com cordialidade. Felipão e o colega Sampaoli trocaram um longo abraço e conversaram por um bom tempo antes do jogo. Outra demonstração de amizade veio no encontro do palmeirense Gómez com o santista Derlis González. Os dois paraguaios se conhecem há bastante tempo e são colegas de seleção.

Foto: Divulgação / Palmeiras
Foto: Divulgação / Palmeiras

DOMÍNIO PALMEIRENSE
O jogo começou bastante agitado, tanto que em menos de quatro minutos saíram três finalizações, duas palmeirenses e uma santista. Quando o Palmeiras finalizou pela terceira vez foi para abrir o placar. Com apenas cinco minutos de bola rolando, Dudu cruzou em cobrança de falta e Gustavo Gómez desviou de cabeça para a rede.

O gol não mudou o panorama e o time da capital continuou a dominar a partida, diante de um Santos bastante desorganizado na defesa. Aos nove, Zé Rafael acertou uma bola na trave e por pouco não ampliou. Passado o baque inicial, a equipe de Jorge Sampaoli deu bons sinais de reação, mas não foi o suficiente para evitar o segundo gol adversário, marcado aos 18 minutos por Deyverson, que aproveitou cruzamento de Dudu e se jogou de carrinho para marcar.

A sequência da partida foi de muita tranquilidade para os palmeirenses. O Santos até conseguiu ficar mais tempo com a bola, como costuma gostar, mas não conseguiu transformar a posse em pressão em nenhum momento. Com uma defesa sólida, a equipe de Felipão não correu grandes riscos até o intervalo.

VIROU GOLEADA
No intuito de deixar o time mais ofensivo, Sampaoli mandou o Santos de volta para o segundo tempo com o meia Jean Mota no lugar do volante Jean Lucas. Não deu nem tempo de avaliar o efeito da alteração, já que o Palmeiras não demorou a fazer o terceiro. Aos seis minutos, Raphael Veiga finalizou e viu a bola desviar em Aguilar antes de morrer dentro do gol de Vanderlei.

O time palmeirense seguiu dominando a partida por toda a primeira metade do segundo tempo. Quando o Santos acordou, Weverton e um pouco de sorte trataram de salvar o lado aliviverde. Aos 26, minutos, o goleiro fez uma grande defesa em finalização cara a cara feita por Soteldo. Aos 30, a bola parou na trave após chute de Sánchez.

Se a reação santista de nada adiantou, o Palmeiras continuou muito eficiente no campo de ataque. Aos 42 minutos, Dudu puxou excelente contra-ataque, superou a marcação e tocou para Hyoran, livre, dar números finais ao clássico, decretando a goleada.

PRÓXIMOS JOGOS
O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Sampaio Corrêa no Castelão, a partir das 19h15, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O próximo compromisso pelo Brasileirão está marcado para o dia 25 de maio, sábado, contra o Botafogo, no Mané Garrincha. Um dia depois, no domingo, o Santos recebe o Internacional na Vila Belmiro.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
5ª rodada
Data
18/05/2019
Horário
19h00
Local
Pacaembu - São Paulo (SP)
Árbitro
Rafael Traci (SC)

Renda
R$ 987.830,00
Assistentes
Kleber Lucio Gil e Helton Nunes (SC)

Público
30.058 pagantes
Cartões Amarelos
Palmeiras-SP: Dudu
Santos-SP: Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Derlis González, Alison

Gols
Palmeiras-SP: Gustavo Gómez 5' 1T, Deyverson 18' 1T, Raphael Veiga 6' 2T, Hyoran 42' 2T
Palmeiras-SP
Weverton;
Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diego Barbosa;
Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos), Dudu, Raphael Veiga (Moisés) e Zé Rafael (Hyoran);
Deyverson.
Técnico: Felipão
Santos-SP
Vanderlei;
Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar (Victor Ferraz) e Felipe Jonatan (Cueva);
Diego Pituca, Alison e Jean Lucas (Jean Mota intervalo);
Carlos Sánchez, Soteldo e Derlis González.
Técnico: Jorge Sampaoli