Corinthians x São Paulo - Com objetivos opostos, Timão e Tricolor fazem clássico

De olho em seguir no G6, o time do Morumbi tenta vencer pela primeira vez no Itaquerão para dar fim a esse tabu

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP,09 (AFI) – Faltando apenas cinco rodadas para o fim do Brasileirão, Corinthians e São Paulo irão se enfrentar com objetivos diferentes e escreverão mais um capítulo do clássico Majestoso. Nesse sábado, as duas equipes se enfrentam na Arena Corinthians, às 17h. Enquanto o Tricolor precisa vencer para seguir no G4, os donos da casa tentam acabar de vez com a zona de rebaixamento.

Com 57 pontos somados, o São Paulo aparece na quarta colocação, ou seja, sendo o primeiro time dentro do G4,com dois pontos a mais que o Grêmio que é quinto. Além disso, o Tricolor também está focado em conquistar a primeira vitória na história do Itaquerão. Já o Corinthians vive um momento totalmente diferente. Com 39 pontos, o Timão aparece na 12ª colocação.

Corinthians e São Paulo se enfrentam em momentos opostos no Brasileirão
Corinthians e São Paulo se enfrentam em momentos opostos no Brasileirão

TIMÃO TEM MUDANÇAS
Sem poder contar com o lateral Danilo Avelar, o Corinthians terá mudanças para o clássico contra o São Paulo. Com isso, o jovem da base Carlos Augusto, de 19 anos, irá começar o duelo como titular. A posição é uma das principais carências o atual elenco, já que Juninho Capixaba, contratado no início do ano, não conseguiu uma boa sequência no time e foi emprestado ao Grêmio. O jovem jogador é um dos que pode ter uma nova oportunidade no Corinthians na próxima temporada.

Carlos Augusto não será a única novidade para o clássico contra o São Paulo. O meia Jadson se recuperou de problema na panturrilha direita e voltará a reforçar o Corinthians após dois jogos de ausência. O atacante Romero e o volante Douglas também demonstraram estar bem fisicamente e vão para o jogo. O primeiro havia sofrido um entorse no tornozelo esquerdo e o outro, uma pancada na coxa.

TRICOLOR ANSIOSO
Everton ainda não enfrentou o Corinthians defendendo a camisa do São Paulo. No duelo do primeiro turno, que o time tricolor venceu por 3 a 1 no Morumbi, o meia-atacante estava suspenso por ter recebido o terceiro amarelo na partida anterior. Agora, recuperado de uma lesão muscular, ele alimenta a expectativa de estar em campo no sábado, quando os rivais se reencontram em Itaquera, às 17h. A equipe ainda contará com o retorno do goleiro Jean e do volante Hudson. Ambos cumpriram suspensão na rodada passada e voltam a ficar a disposição.

"Fortaleci a região lesionada neste período e estou à disposição. A ansiedade para voltar é grande, porque quero ajudar os meus companheiros", disse Everton ao site oficial do clube. Ele jogou apenas uma partida inteira do returno, contra o Paraná, justamente no confronto que abriu a segunda metade da competição. Tentou voltar contra Santos e Palmeiras, quando atuou apenas em parte desses jogos, mas sentiu dores novamente e passou mais tempo no departamento médico do que em ação.

Desde o último sábado, ele foi liberado para voltar a treinar no campo. Não acusou mais dores, o que o anima para estar entre os 11 escalados por Aguirre em Itaquera. "Estou bem e consegui realizar todos os movimentos nas atividades da semana. Minha principal característica é a velocidade, que força bastante o músculo posterior, e felizmente treinei bem e sem dor", garantiu o camisa 22.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
33ª rodada
Data
10/11/2018
Horário
17h00
Local
Arena Corinthians - São Paulo (SP)
Árbitro
Rodolpho Toski Marques (PR)

Renda
R$ 1.911.492,99.
Assistentes
Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Público
42.845 pagantes.
Cartões Amarelos
Corinthians-SP: Araos
São Paulo-SP: Bruno Alves, Bruno Peres, Jucilei

Cartões Vermelhos
Corinthians-SP: Araos
Gols
Corinthians-SP: Ralf 26' 2T
São Paulo-SP: Brenner 35' 2T
Corinthians-SP
Cássio;
Fagner, Léo Santos, Henrique e Carlos Augusto;
Ralf, Araos e Jadson;
Pedrinho (Clayson), Romero e Danilo (Thiaguinho).
Técnico: Jair Ventura
São Paulo-SP
Jean;
Anderson Martins (Everton), Arboleda e Bruno Alves
Bruno Peres, Hudson, Jucilei (Nenê), Liziero e Reinaldo;
Diego Souza e Gonzalo Carneiro (Brenner).
Técnico: Diego Aguirre
 
 
" />