Fluminense 4 x 0 Paraná - Jadson faz dois e Tricolor atropela no Maracanã

O resultado praticamente rebaixa o time paranaense à Segunda Divisão do Brasileiro

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 08 - O Fluminense encontrou o adversário ideal para se reabilitar no Campeonato Brasileiro. Batido pelo Grêmio em seu compromisso anterior, o time carioca não encontrou qualquer resistência nesta segunda-feira para golear o lanterna Paraná por 4 a 0, no duelo válido pela 28ª rodada, ascendendo na tabela.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Ainda que distante nove pontos do G6, a zona de classificação à Copa Libertadores, o Fluminense ganhou três posições e agora é o oitavo colocado, com 37. Já o Paraná, que não vence desde a 14ª rodada, é o último colocado com 17 pontos, a 13 do primeiro clube fora da degola - nesse caso, a vantagem do time carioca é de sete pontos.

Com apenas 26 gols marcados nos 27 compromissos anteriores, o Fluminense aproveitou a fragilidade do Paraná para marcar quatro vezes, sendo duas vezes com o volante Jadson. E pôde aproveitar o segundo tempo para dar uma chance a Marquinhos Calazans, que não entrava em campo há mais de um ano.

ENVOLVEU!
A primeira ação ofensiva do jogo causou uma expectativa enganosa sobre o que seria a partida. Logo no minuto inicial, Ayrton Lucas perdeu bola na intermediária e o Paraná atacou com perigo. Só que ficou nisso, com o time visitante pouco aparecendo no ataque na primeira etapa no Maracanã.

Fluminense goleia o Paraná no Brasileirão - Lucas Merçon / Fluminense FC
Fluminense goleia o Paraná no Brasileirão
Só que o Fluminense não fazia muito melhor. Marcos Júnior tentava realizar a função de Sornoza, convocado para a seleção do Equador, na organização das jogadas. Mas o time era pouco criativo e quase não ameaçava o retrancado adversário, mesmo permanecendo no campo de ataque e tendo o controle da posse de bola.

Mas bastou uma boa jogada e uma finalização precisa para o Fluminense abrir o placar. Aos 34 minutos, Marcos Júnior aproveitou corte de René e deu ótimo passe para Jadson, que bateu de chapa, colocando o time carioca em vantagem.

O segundo gol do Fluminense saiu logo depois. Aos 40, Everaldo passou para Richard, que chutou de fora da área. A bola desviou em René Santos e impediu a defesa do goleiro Richard. Esse foi o segundo gol do volante nos últimos dois jogos do time carioca.

VIROU GOLEADA
E com total domínio da partida, o time quase marcou mais duas vezes antes do intervalo, em jogadas aéreas concluídas por Luciano e Digão, que deram muito trabalho ao goleiro do Paraná. Mas não demoraria a sair o terceiro gol do Fluminense. Aos dois minutos, Everaldo cruzou rasteiro para Jadson, que finalizou. A bola bateu na trave antes de entrar.

Estava tão fácil que o Fluminense tirou o pé. O técnico Marcelo Oliveira aproveitou o triunfo garantido para sacar o zagueiro Ibañez, pendurado com dois cartões amarelos, e promover a entrada de Paulo Ricardo, que fez a sua estreia pelo time.

E o treinador também deu ritmo a outros dois jogadores. Sem atuar desde agosto de 2017, por causa de duas cirurgias, Calazans entrou na etapa final. E também colocou em campo Danielzinho, que voltou ao Fluminense em agosto, mas só havia entrado em campo uma vez.

Assim, mesmo atuando em ritmo de treino, o time carioca marcou o seu quarto gol. Aos 39 minutos, Luciano recebeu na área, dominou a bola com coxa e girou batendo, para fechar a fácil goleada do Fluminense.

PRÓXIMOS JOGOS
O Fluminense voltará a atuar pelo Brasileirão no sábado, quando fará clássico com o Flamengo no Maracanã. No mesmo dia, o Paraná vai visitar o Bahia no estádio de Pituaçu.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
28ª rodada
Data
08/10/2018
Horário
20h00
Local
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)

Renda
R$ 128.405,00
Assistentes
Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Público
6.223 pagantes (6.715 no total)
Cartões Amarelos
Fluminense-RJ: Léo
Paraná-PR: Mansur , Jhony

Gols
Fluminense-RJ: Jadson 34' 1T, Richard 40' 1T, Jadson 2' 2T, Luciano 40' 2T
Fluminense-RJ
Júlio César;
Ibañez (Paulo Ricardo), Gum e Digão;
Léo, Richard, Jadson e Ayrton Lucas;
Marcos Júnior (Daniel), Everaldo (Marquinhos Calazans) e Luciano.
Técnico: Marcelo Oliveira
Paraná-PR
Richard;
Leandro Vilela, René, Jesiel e Mansur;
Torito González (Jhony), Alex Santana, Deivid (Andrey) e Juninho (Caio Henrique);
Silvinho e Ortigoza.
Técnico: Claudinei Oliveira
 
 
" />