São Paulo x Paraná – Como será a volta do Tricolor na elite?

A última vez que o Paraná Clube disputou a elite do Brasileirão foi em 1993, quando acabou rebaixado

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 15 (AFI) – A partida desta segunda-feira será especial para o Paraná Clube. Após conquistar o acesso na Série B do ano passado, o Tricolor vai voltar a disputar uma partida válida pela elite do Campeonato Brasileiro depois de dez anos. A estreia será diante do São Paulo, às 20 horas, no Estádio do Morumbi.

A última vez que o Paraná Clube disputou a elite do Brasileirão foi em 1993, quando acabou rebaixado. Depois de levar susto no ano passado e só escapar da degola na reta final do segundo turno, o São Paulo aposta no trabalho realizado pelo uruguaio Diego Aguirre.

O duelo desta segunda-feira será transmitido ao vivo pela Rádio Futebol Interior em cadeia com a Rádio Banda B, de Curitiba.


TRICOLOR VAI POUPAR
Com o pensamento voltado para o jogo de quinta-feira contra o Atlético-PR, pela Copa do Brasil, o técnico Diego Aguirre optou por poupar alguns jogadores considerados titulares para a estreia do Brasileirão. O zagueiro Arboleda, os volantes Liziero e Petros, e o atacante Tréllez sequer foram relacionados pelo uruguaio.

O Paraná vai disputar um jogo válido pela elite do Brasileirão depois de dez anos
O Paraná vai disputar um jogo válido pela elite do Brasileirão depois de dez anos
Outro jogador que também não está na lista divulgada pelo treinador tricolor é Diego Souza. Principal contratação do São Paulo para a temporada, o atacante ainda não vingou com a camisa do clube paulista. Dessa vez, ele está fora porque ainda se recupera de uma amigdalite.

A lista tem novidades. Revelado em Cotia, o atacante Helinho, de 17 anos, foi relacionado pela primeira vez. Já o experiente zagueiro Anderson Martins acabou sendo liberado pelo departamento médico ao se recuperar de dores na região dorsal.

DE VOLTA
A partida desta segunda-feira tem um gostinho especial para o Paraná. Ela marca a volta do clube paranaense à elite do Campeonato Brasileiro depois de dez anos. Se engana, porém, quem pensa que o clube paranaense ficaria satisfeito com um ponto fora de casa.

"Temos que ir com tudo pra cima do São Paulo. Com respeito ao time deles, mas o Paraná também é grande, senão não estaria na Série A. Temos que jogar de igual pra igual, são onze contra onze, dentro de campo só muda a camisa e o estado", disse o zagueiro Cléber Reis, apresentado oficialmente na última sexta-feira.

O elenco tricolor sofreu uma grande reformulação em relação ao que conquistou o acesso na Série B do ano passado. O único remanescente é o goleiro Richard. Por outro lado, a diretoria acertou quatro contratações: o meia Caio Henrique (Atlético de Madrid-ESP) e os atacantes Silvinho (Ponte Preta) e Léo Itaperuna (São Bento), além de Cléber Reis, que estava no Santos.

Contra o São Paulo, o técnico Rogério Micale não vai poder contar com o volante Johnny Lucas, que ainda não está recuperado de uma lesão na panturrilha e foi vetado pelo departamento médico. Leandro Vilela é o candidato a entrar no seu lugar.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
1ª rodada
Data
16/04/2018
Horário
20h00
Local
Morumbi - São Paulo (SP)
Árbitro
Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes
Kleber Lucio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

Cartões Amarelos
São Paulo-SP: Sidão, Éder Militão, Régis, Júnior Tavares
Paraná-PR: Leandro Vilela, Thiago Santos

Gols
São Paulo-SP: Bruno Alves 36' 1T
São Paulo-SP
Sidão;
Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Régis;
Jucilei, Hudson, Lucas Fernandes (Valdívia) e Cueva (Nenê);
Marcos Guilherme e Brenner (Júnior Tavares)
Técnico: Diego Aguirre.
Paraná-PR
Richard;
Alemão, Eayan, Jesiel e Mansur (Báez);
Wesley Dias, Leandro Vilela (Thiago Santos) e Caio Henrique,
Carlos Eduardo, Silvinho e Diego (Léo Itaperuna)
Técnico: Rogério Micale.
 
 
" />