Atlético-PR 5 x 1 Chapecoense - Que show do líder do Brasileirão!

A vitória na Arena da Baixada, em Curitiba, foi com a marca registrada de Fernando Diniz: muito toque de bola e controle da posse

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 15 (AFI) - De virada, o Atlético-PR venceu a Chapecoense por 5 a 1 e já assumiu a liderança provisória do Campeonato Brasileiro pelo saldo de gols. Pablo, Nikão, Thiago Carleto, Matheus Rosseto e Éderson marcaram para o time da casa, enquanto Wellington Paulista abriu o placar. Todos os gols foram marcados no segundo tempo. A vitória na Arena da Baixada, em Curitiba, foi com a marca registrada de Fernando Diniz: muito toque de bola e controle da posse.

Apesar de ter encontrado resistência no primeiro tempo para furar a marcação, o Atlético-PR cresceu na etapa final depois do gol de Wellington Paulista. Os cruzamentos para a grande área abriram o caminho para a goleada, além do golaço de falta de Thiago Carleto.

MORNO

O Atlético-PR é uma das sensações do início da temporada. No estilo Fernando Diniz, o time gosta de trabalhar a posse de bola, rodando as posições em busca de um espaço na marcação do adversário. Mas a primeira oportunidade do jogo saiu em uma cobrança de falta pela esquerda, aos 12 minutos. Thiago Carleto mandou direto para o gol e Jandrei defendeu. No bate e rebate ela ainda voltou para as mãos do goleiro, para a sorte da Chapecoense.

Com 22 minutos o Atlético-PR voltou a assustar, mas Pablo se confundiu com Ribamar e acabou finalizando fraco. Em resposta, aos 29, a Chapecoense chegou com Wellington Paulista na grande área, mas o atacante bateu cruzado e jogou pela linha de fundo. Na oportunidade mais clara de abrir o placar, Ribamar mandou para Nikão na marca do pênalti, que bateu de primeira e exigiu linda defesa de Jandrei.

ESQUENTOU

No início do segundo tempo o jogo já ficou mais quente. Com apenas dois minutos Canteros cobrou falta em direção a marca do pênalti e Wellington Paulista subiu sem marcação para testar firme. O goleiro Santos saiu mal da meta para tentar afastar e acabou chegando atrasado, deixando fácil para o atacante da Chapecoense. Só que o time de Santa Catarina não ficou muito tempo à frente do placar.

Aos seis minutos, Carleto recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Pablo, que subiu mais que a marcação e testou com força no ângulo, sem chances para Jandrei. Pouco tempo depois, com 13, já veio a virada do Atlético-PR. Primeiro veio um cruzamento pela esquerda, mas desta vez Rafael Thyere conseguiu cortar. No rebote, Nikão acertou uma linda finalização de fora da grande área no cantinho do gol.

CRESCEU

Em seguida, aos 22, Thiago Carleto conseguiu deixar a sua marca. Em cobrança de falta na entrada da grande área, o lateral contou com uma forcinha da barreira, que abriu e deixou o espaço suficiente para ele mandar para o fundo das redes. Aproveitando o melhor momento, com 42 minutos, Jonathan cruzou para a grande área, Matheus Rosseto dominou no peito, tirou a marcação e tocou na saída de Jandrei.

Nos minutos finais a Chapecoense se lançou ao ataque em busca do gol, mas acabou deixando espaços para um contra-ataque fulminante do adversário. Em velocidade, Éderson recebeu pela esquerda sem marcação e, frente a frente com Jandrei, tocou no cantinho e fechou a goleada.

PRÓXIMOS JOGOS

O próximo compromisso da Chapecoense é no domingo, às 16 horas, contra o Vasco da Gama na Arena da Condá, em Chapecó. Já o Atlético-PR viaja enfrentar o São Paulo no Morumbi, em São Paulo, às 19h15 de quinta-feira, pelo segundo jogo da quarta fase da Copa do Brasil. No Campeonato Brasileiro joga apenas no domingo, às 19 horas, contra o Grêmio em Porto Alegre, na Arena do Grêmio, pela 2ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
1ª rodada
Data
15/04/2018
Horário
19h00
Local
Arena da Baixada - Curitiba (PR)
Árbitro
Dewson Fernando Freitas - PA

Renda
R$ 130.015,00
Assistentes
Helcio Araujo Neves e Heronildo Freitas da Silva - PA

Público
9.258 torcedores
Cartões Amarelos
Atlético-PR: Zé Ivaldo
Chapecoense-SC: Rafael Thyere, Wellington Paulista, Márcio Araújo

Gols
Atlético-PR: Pablo 6' 2T, Nikão 13' 2T, Carleto 23' 2T, Matheus Rosseto 42' 2T, Éderson 47' 2T
Chapecoense-SC: Wellington Paulista 2' 2T
Atlético-PR
Santos;
Pavez, Bruno Guimarães e Zé Ivaldo;
Jonathan, Camacho (Deivid), Matheus Rossetto, Nikão (Raphael Veiga) e Thiago Carleto;
Pablo e Ribamar (Éderson).
Técnico: Fernando Diniz
Chapecoense-SC
Jandrei;
Apodi (Eduardo), Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco;
Amaral, Márcio Araújo (Guilherme) e Canteros;
Vinícius (Nadson), Wellington Paulista e Arthur.
Técnico: Gilson Kleina
 
 
" />