Fluminense 2 x 2 Atlético-MG – Flu se complica e rebaixa a Ponte Preta

O Tricolor corre o risco de entrar na zona de rebaixamento no complemento da rodada

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 30 (AFI) – Os mais de 40 mil torcedores que compareceram no Maracanã na noite deste sábado voltaram para casa frustrados e ainda mais preocupados com a situação do Fluminense no Campeonato Brasileiro. Após sair atrás do placar, o Tricolor virou, mas aos 37 minutos do segundo tempo levou o gol de empate do Atlético-MG. O resultado de 2 a 2 pode levar o time para a zona de rebaixamento no complemento da 37ª rodada.

Vindo de uma derrota e um empate, o Fluminense tem 43 pontos e está na 16ª posição, mas entra na zona da degola se Coritiba e Vasco vencerem Botafogo e Náutico, respectivamente. O resultado deste sábado rebaixou matematicamente a Ponte Preta, penúltima colocada, com 36. Já o Atlético-MG, que apenas cumpre tabela, tem 56 e é o sexto colocado.

Na última rodada do Brasileirão, que será realizada toda no próximo domingo, o Fluminense precisa de uma vitória sobre o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Já o Atlético-MG recebe o Vitória, no Independência, em Belo Horizonte. Essa será a última partida antes do Mundial de Clubes da Fifa.

Tudo igual no primeiro tempo
Empurrado pela torcida, o Fluminense começou em cima, mas o Atlético-MG era muito perigoso nos contra-ataques com Luan, Diego Tardelli e Fernandinho. Aos sete, Victor saiu de forma atrapalhada da área e se chocou com Marcos Rocha. A bola sobrou para Rafael Sóbis, que estava muito longe e tentou por cobertura. A finalização, porém, foi nas mãos do goleiro atleticano, que já estava de volta ao gol.

E logo na primeira chegada, o Galo abriu o placar aos 21 minutos. Após bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Diego Tardelli, que soltou a bomba. Diego Cavalieri tentou defender com os pés, mas não conseguiu fazer a defesa. Atrás do marcador, o Fluminense partiu ainda mais para cima do adversário e criou duas chances seguidas, levantando os torcedores presentes no Maracanã.

Aos 24, Wagner invadiu a área e chutou rasteiro. Victor tocou na bola, que passou por cima do travessão. Após cobrança de escanteio, Leandro Euzébio ficou com a sobra e chutou. A bola tocou na zaga e passou mais uma vez raspando a trave. Na base do contra ataque, o Atlético-MG esteve perto de ampliar o placar, aos 28. Diego Tardelli lançou e Luan finalizou para boa defesa de Diego Cavalieri. O atacante alvinegro estava livre de marcação e poderia ter carregado mais a bola.

A partida era bastante movimentada e o Atlético-MG levou perigo mais uma vez com Luan. O atacante arriscou de muito longe e quase surpreendeu Diego Cavalieri, que desviou para escanteio com as pontas dos dedos. Na base da pressão e da raça, o Flu empatou aos 36 minutos. Após bate e rebate dentro da área, Gum ficou com a sobra e bateu por baixo de Victor.

Emoção, angústia...
O Fluminense precisou de oito minutos no segundo tempo para virar a partida. Wagner deu lindo passe, Biro Biro ganhou na velocidade e chutou alto, na saída de Victor. Atrás do marcador, foi a vez do Atlético-MG ir em busca do empate. Aos 24, Diego Tardelli cobrou falta direta e quase surpreendeu Cavalieri, que desviou para escanteio com as pontas dos dedos. Na base do contra ataque, o Tricolor quase ampliou.

Biro Biro recebeu lançamento em velocidade e tentou o passe para Rafael Sóbis, mas Rosinei se recuperou bem e impediu que a bola chegasse até o atacante. Se preocupado apenas em se defender, o Fluminense começou a ser pressionado e levou o empate aos 37 minutos. Luan cruzou para dentro da área, Alecsandro ganhou na cabeça de Igor Julião e marcou.

O Tricolor sentiu muito o gol de empate e escapou de deixar o Maracanã com um resultado ainda pior nos minutos finais. Jô recebeu dentro da área e chutou rasteiro para fora. Aos 44 minutos, Diego Tardelli fez linda jogada individual e bateu colocado. Já batido no lance, Diego Cavalieri apenas observou a bola explodir no travessão.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
37ª rodada
Data
30/11/2013
Horário
19h30
Local
Estádio do Maracanã, em - Rio de Janeiro (RJ) (RJ)
Árbitro
Marcos André Gomes da Penha (ES)

Renda
R$ 459.330,00
Assistentes
Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)

Público
38.779 pagantes (44.699 total)
Fluminense-RJ
Diego Cavalieri;
Igor Julião, Gum, Leandro Euzébio e Digão;
Valência (Edinho), Jean, Rafinha (Marcelinho) e Wagner (Felipe);
Biro Biro e Rafael Sóbis.
Técnico: Dorival Júnior.
Atlético-MG
Victor;
Marcos Rocha (Michel depois Alecsandro), Leonardo Silva, Emerson e Lucas Cândido;
Leandro Donizete, Pierre (Rosinei) e Luan;
Diego Tardelli, Fernandinho e Jô.
Técnico: Cuca.