Goiás x Vasco - Gigante está louco para transformar o Serra em Colina!

Correndo risco de ser minoria no Serra, Verdão tenta defender invenciblidade em casa

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 31 (AFI) – O Estádio Serra Dourada está longe de ser um caldeirão. Ainda assim, o Goiás ostenta um bom retrospecto em Goiânia. E é justamente com o objetivo de manter a invencibilidade em casa que o Verdão encara o Goiás, nesta quinta-feira, às 21 horas, pela sequência da décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Até o momento, o time esmeraldino já realizou quatro partidas em casa. E, apesar de não contar com grande apoio das arquibancadas, conquistou duas vitórias e dois empates. É justamente este bom aproveitamento que manteve o clube em posição intermediária, com 12 pontos, até o início da rodada.

Cena comum: Torcida do São Paulo é maioria no Serra

Do outro lado, estará um Vasco embalado por duas vitórias consecutivas – 3 a 1 sobre o Fluminense e 3 a 2 sobre o Criciúma. Cotado como um dos candidatos ao rebaixamento, o Gigante da Colina deu um salto na tabela com as duas vitórias e, hoje, aparece na zona intermediária com 13 pontos.

Vai ter apoio?
A baixa presença de público nos jogos do Goiás criou uma polêmica nos últimos dias. Após um pedido da própria diretoria esmeraldina, a Polícia Militar de Goiás confirmou que o estádio será dividido meio a meio com a torcida do Vasco.

Com a decisão, o presidente do Verdão, João Bosco Luz, confirma a ameaça feita há uma semana. Na oportunidade, o dirigente decidiu “punir” a torcida goiana colocando um fim à ideia de destinar apenas 10% da carga de ingressos aos visitantes.

O dirigente ficou revoltado com os últimos públicos do Goiás no Brasileirão. Contra o Corinthians, na estreia em casa, 31.074 torcedores compareceram ao Serra. Depois disso, mesmo com bilhetes a R$ 20, os públicos foram 5.817 pagantes contra o Coritiba, 4.420 contra o Vitória e 4.853 contra a Portuguesa.

Araújo é a principal dúvida

Reforços no Verdão
Com relação ao time, o técnico Enderson Moreira deve fazer algumas modificações. As principais delas devem ser os retornos do lateral-direito Vítor e do meia Hugo. O primeiro está recuperado de lesão de deve entrar na vaga de Clayton Sales. Já o meio-campista, que estava suspenso, retorno no ligar de Ramon.

No entanto, o treinador deve ser forçado a fazer outras modificações. Isso porque o zagueiro Rodrigo e o volante Thiago Mendes sentiram um desconforto muscular no treino de terça-feira. Valmir Lucas e Dudu Cearense já estão de sobreaviso.

O caso que mais preocupa, contudo, é o do atacante Araújo. O veterano está com suspeita de virose e, caso não se recupere até a hora do jogo, será vetado. O mais provável é que Tartá entre em seu lugar, mas Ramon também é uma possibilidade.

Juninho está fora de combate

Reizinho fora e estreia
O meia Juninho Pernambucano será o principal desfalque do técnico Dorival Júnior. O capitão vascaíno será poupado, após decisão, tomada em conjunto entre a comissão técnica e o atleta. A ideia é deixar o meia em condições mais adequadas para enfrentar o Botafogo, domingo, no Maracanã.

Juninho, aos 38 anos, voltou ao clube num momento crítico para o Vasco. Mas já ajudou bastante o time a vencer as duas últimas partidas: contra Criciúma e Fluminense. A grande novidade é que o volante Guiñazu treinou na vaga do ídolo cruz-maltino e deve fazer sua estreia.

“A ausência de Juninho é uma grande perda para o Vasco. Além de sua qualidade técnica dentro de campo, ele é um líder e uma referência para o nosso grupo. Mas vamos tentar suprir esta ausência com o futebol coletivo”, lamentou o meia Pedro Ken.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
10ª rodada
Data
01/08/2013
Horário
21h00
Local
Estádio Serra Dourada, em - Goiânia (GO) (GO)
Árbitro
Marcos Andre Gomes da Penha (ES)

Renda
R$ 399.245,00
Assistentes
Marrubson Melo Freitas (DF) e Fabio Rogerio Baesteiro (SP)

Público
17.926 pessoas
Goiás-GO
Renan;
Vitor, Ernando, Rodrigo e William Matheus;
Amaral, Thiago Mendes (David), Renan Oliveira (Araújo) e Hugo;
Tartá e Walter.
Técnico: Enderson Moreira
Vasco da Gama-RJ
Diogo Silva;
Nei, Renato, Rafael Vaz e Yotún;
Sando Silva, Fillipe Soutto, Wendel (Edmilson)e Pedro Ken (Fágner);
Eder Luís e André (Leonardo).
Técnico: Dorival Júnior