Criciúma 3 x 1 Bahia - Com paredão, Tigre vence no retorno à elite

O goleiro Bruno, com inúmeras defesas, foi o melhor jogador em campo

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 26 (AFI) - Contando com uma tarde inspirada do goleiro Bruno, o Criciúma venceu o Bahia, por 3 a 1, no Estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina, no retorno à elite do futebol brasileiro. Os gols do Tigre foram marcados por Matheus Ferraz, Lins e João Vitor. Diones descontou para o time baiano.

A vitória do Criciúma mostra que o Bahia é sério candidato ao rebaixamento. O Tricolor não mostrou poder de reação e ainda precisa de muitos reforços para sonhar com a permanência. Aliás, as mudanças devem começar pelo banco de reservas, já que Cristovão Borges não tem perfil de técnico de Série A.

Com o resultado, o Criciúma somou os três primeiros pontos e aparece na liderança do Brasileirão – mesmo número que Grêmio, São Paulo e Vasco, mas com melhor saldo de gols. O Bahia, por sua vez, já figura a zona de rebaixamento.

Tigre pressiona
Os primeiros dez minutos foram de um time só. O Criciúma armou uma verdadeira “blitz” contra o Bahia e teve, no mínimo, duas chances de abrir o placar. Logo aos três, a zaga baiana bateu cabeça na área e a bola sobrou para o atacante Marcel, que chutou em cima do adversário. No rebote a bola voltou para ele, que emendou para fora.

Fernando Ribeiro/Criciúma E. C.

Uma das armas do time catarinense eram os passes rápidos que envolviam o adversário. Numa destas jogadas, aos seis minutos, Lins partiu em velocidade e tocou para o atacante Fabinho. Ele girou sobre o adversário, mas mandou a bola sobre a meta do goleiro Marcelo Lomba.

Só que a partir dos 35 minutos o Bahia começou a complicar a vida do Tigre. O meia Marquinhos teve duas chances e numa delas carimbou a trave de Bruno em cobrança de falta. Porém, aos 46, o zagueiro Matheus Ferraz aproveitou cruzamento e cabeceou para as redes. O detalhe é que Marcelo Lomba, que vinha bem, colaborou para o gol.

Mais gols
As chances do Bahia de sair com pelo menos um empate de Santa Catarina ficaram ainda mais remotas a um minuto do segundo tempo. Marcel dominou na entrada da área e tentou chutar; a bola sobrou para o também atacante Lins, que chutou forte e mandou no canto direito. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Precisando sair para o jogo, o Bahia se soltou em campo e criou o primeiro lance de perigo aos dez minutos. Em jogada individual, Fernandão rolou para Marquinhos Gabriel, que chutou rasteiro, mas nas mãos do goleiro Bruno. Até aquele momento o Tricolor sofria com a marcação do adversário e esbarrava na falta de qualidade técnica dos seus jogadores de meio-campo.

O Criciúma “tirou o pé” e até por isso passou a sofrer mais com as investidas do adversário. Aos 27 minutos, Ryder encontrou Diones na área. O jogador tocou entre as pernas do goleiro Bruno e diminuiu: 2 a 1. Mas, aos 37, o Tigre colocou números finais a partida. Lins lançou João Vitor, que chutou de primeira e fez um belo gol.

Próximos jogos!
O Criciúma volta a campo na quinta-feira, contra o Internacional, às 19h30, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Já o Bahia, na quarta, terá pela frente o Coritiba, às 21 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
1ª rodada
Data
26/05/2013
Horário
16h00
Local
Estádio Heriberto Hülse, em - Criciúma (SC) (SC)
Árbitro
Márcio Chagas da Silva (RS)

Renda
R$ 118.570,00
Assistentes
Marcelo Bertanha Barison (RS) e Rafael da Silva Alves (RS)

Público
10.587 pagantes
Criciúma-SC
Bruno;
Bruno Renan, Matheus Ferraz, Ewerton Páscoa e Marlon;
Tiago Dutra, Elton e João Vitor;
Lins, Fabinho (Tartá) e Marcel (Gilson).
Técnico: Vadão
Bahia-BA
Marcelo Lomba (Omar);
Madson, Titi, Rafael Donato e Jussandro;
Fahel, Hélder, Ítalo Melo (Diones) e Marquinhos Gabriel;
Ryder (Freddy Adu) e Fernandão.
Técnico: Cristovão Borges