Santos 1 x 3 Portuguesa – Foi uma festa portuguesa, com certeza!

Santos não teve Neymar, suspenso pelo terceiro cartão amarelo

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 22 (AFI) – A Portuguesa não teve trabalho para bater o Santos, na noite deste sábado, por 3 a 1, no Estádio do Pacaembu, na capital paulista, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O nome do jogo foi o atacante Bruno Mineiro, autor de dois dos três gols da Lusa. O Placar Ao Vivo e a Rádio Futebol Interior acompanharam o confronto.

Com a vitória, a Portuguesa chegou aos 32 pontos e assumiu a 12.ª posição – respira contra o rebaixamento, já que está a oito pontos do Sport, primeiro time na zona de rebaixamento. Já o Santos, permanece com os mesmos 33 pontos e na 11.ª posição.

Lusa manda e desmanda
A Portuguesa deu indícios de que partiria para cima do Santos, já que logo há um minuto cruzou bola na área, mas nenhum dos atacantes conseguiu completar para o gol. Porém, o time praiano respondeu a altura e quase abriu o placar aos seis minutos. Vitor Andrade fez boa jogada e cruzou na área; Patito Rodriguez furou e André, na sobra, chutou sobre a meta do goleiro Dida.

Os times tocavam bastante a bola, mas não conseguiam finalizar devido a forte marcação e a própria deficiência técnica dos seus jogadores. Exemplo disso é que o Santos só voltou a assustar a Lusa aos 31 minutos, quando Patito recebeu cruzamento e de cabeça parou nas mãos de Dida. Já a Portuguesa, apostava nos contra-ataques para marcar.

Aos 37 minutos, Bruno Mineiro aproveitou escanteio e desviou dentro da pequena área para abrir o placar no Pacaembu. A Lusa ficou animada com a vantagem e continuou em cima do Santos. A pressão deu certo, já que aos 42 minutos veio o segundo gol. Léo Silva recebeu passe dentro da área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Rafael Cabral.

À moda portuguesa
O Santos não aproveitou em nada o intervalo e voltou para o segundo tempo cometendo os mesmos erros e levando sufoco da Portuguesa. Aliás, o time da capital quase fez o terceiro logo há dois minutos. Moisés partiu em velocidade, passou por marcadores e depois por Rafael, porém, na hora de finalizar acabou acertando a trave. Seria um gol de placa no Pacaembu.

Todas as ações do jogo eram da Lusa, que aos 17 chegou ao terceiro gol. Após cobrança de falta, Bruno Mineiro dividiu bola e de cabeça deslocou o goleiro Rafael: 3 a 0. O time de Geninho “tirou o pé” e o Santos aproveitou, descontando aos 29 minutos. Também em bola parada, André subiu mais que os adversário e fez.

Próximos jogos!
O Santos volta a campo no próximo domingo, desta vez para encarar o Grêmio, às 18h30, no Estádio Olimpico. Já a Portuguesa, no sábado, terá pela frente o Atlético-MG, às 18h30, no Canindé.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
22/09/2012
Horário
21h00
Local
Estádio do Pacaembu, em - Santos (SP) (SP)
Árbitro
Raphael Claus (SP)

Renda
R$ 74.322,00
Assistentes
Rogério Pablo Zanardo (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Público
17.080 torcedores
Santos-SP
Rafael Cabral;
Douglas (João Pedro), Bruno Rodrigo, Durval e Juan (Bernardo);
Arouca, Gerson Magrão, Felipe Anderson e Patito Rodríguez (Miralles);
Victor Andrade e André.
Técnico: Muricy Ramalho
Portuguesa-SP
Dida;
Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Marcelo Cordeiro;
Ferdinando, Léo Silva, Boquita e Moisés;
Rodriguinho (Lima) e Bruno Mineiro (Diego Viana).
Técnico: Geninho